14
Qua, Nov

Grid List

Feira acontece até dia 10 de novembro (Foto: Jorge Woll/DER/Fotos Públicas)

Economia

Já imaginou uma Feira de Profissionais feita especialmente para o mercado da construção, com cursos gratuitos, possibilidade de certificação e troca de experiências? Essa é a aposta da Obramax para movimentar o setor com a sua Feira de Profissionais.  A primeira edição da Feira de Profissionais será realizada entre os dias 6 e 10 de novembro, no estacionamento da Obramax - Avenida do Estado, 6313. A loja foi inaugurada no início de 2018 e já ganha corpo no setor, atendendo a todos ...

Rodrygo Goes já foi negociado com o Real Madrid, mas ainda chama a atenção do setor publicitário brasileiro (Foto: Divulgação)

Economia

Alô, alô, Rodrygo    A TCL convidou o jogador Rodrygo, atual sensação do futebol brasileiro e recém-contratado pelo Real Madrid, para estrelar sua nova campanha com assinatura da agência Talent/Marcel. A Semp TCL traça um paralelo entre o celular TCL T7, o primeiro da marca no Brasil, e o atleta. “Do mesmo jeito que o desempenho e alta performance do Rodrygo Goes vêm surpreendendo o público, estamos convidando as pessoas a saírem da mesmice e conhecerem o design e inovação da n ...

Medicina ainda é o curso mais concorrido no País (Foto: Divulgação)

Economia

Conquistar uma vaga para ingressar na faculdade é um sonho de muitos estudantes que vão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio, mas para alguns, esta disputa pode ser ainda mais difícil. Como já é praxe, o curso de medicina é sempre com mais inscrições. Somente este ano, nos dois semestres, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) registrou 350.133 inscrições e foi o campeão. O segundo curso mais procurado é o de direito, com 269.350 participantes, seguido por administração, ...

Empresários pedem segurança para a economia brasileira (Foto: Fernando Frazão/Agencia Brasil)

Economia

Empresários e executivos de grandes empresas aguardam a formação da equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para ter maior clareza das políticas que serão adotadas a partir de 2019. A agenda liberal defendida pelo economista Paulo Guedes, alçado a superministro de Bolsonaro, é defendida para a retomada do crescimento do País. "O Brasil tem um enorme potencial de crescimento, mas a equipe (econômica) tem de transmitir segurança. Tem muita coisa a se fazer no País. ...

Paulo Sant’Anna é o presidente do Grupo de Mídia de São Paulo (Foto: Adri Felden/Argosfoto)

Economia

Viagem no tempoCriado em 1968, o Grupo de Mídia, de São Paulo, completa seus 50 anos neste mês de outubro. Para comemorar esta data, o GM montou uma exposição para relembrar os fatos que mais marcaram e influenciaram o País e os brasileiros nestes últimos 50 anos. Trata-se de uma verdadeira viagem no tempo que vai mexer com a memória e emoções de todos os publicitários. Para saber mais, acesse: secretaria@gm.org.br. Toy Arts do Bob’sA partir do dia 23, os clientes da rede Bob’s p ...

Após retração entre 2014 e 2016, a cidade de São Paulo deve ter saldo positivo nos empregos neste ano (Foto: Arquivo/ABR)

Economia

Em nove meses, a cidade de São Paulo quadruplicou o número de empregos criados, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A soma do município teve 54.422 contratações a mais do que demissões, contra 9.678 do período anterior. Somente o mês passado foi responsável pela criação de 6.165 postos de trabalho. Apesar de ser o melhor setembro desde 2014, o número ai ...

Escolhido terá que ensinar educação financeira (Foto: Divulgação)

Economia

Doze meses de serviço, R$ 100 mil totais em salários e muita experiência ao redor do Brasil. É isso que propõe, pelo segundo ano consecutivo, o Serasa Consumidor. Para trabalhar no “emprego dos sonhos”, basta ser maior de 18 anos, ter uma ideia criativa para ensinar educação financeira em escolas e contar com a sorte. O profissional, segundo explicou a gerente da startup, braço da Serasa Experian, Joyce Carla, vai garimpar garimpar ideias inspiradoras e contribuir para que a educaç ...

Curso é direcionado para profissionais de atendimento, barman, garçons e pessoas interessadas pela área de serviços (Foto:

Economia

O Centro Universitário das Américas lança o primeiro curso superior no Brasil voltado para os colaboradores que atuam no atendimento de restaurantes e bares. A ideia surgiu após uma reunião há 5 anos entre gestores da área gastronômica de São Paulo e educadores. O grupo sentia grande dificuldade de encontrar profissionais qualificados para o salão e bar, enquanto a cozinha já conta com um número grande de egressos. Rodrigo Oliveira, chef do Mocotó, foi um dos líderes desse movimen ...

Ambientes com mais janelas ou aberturas para luz reduzem gastos com energia elétrica (Foto: Divulgação)

Economia

Com todas as transformações ambientais que têm acontecido nos últimos tempos, é comum que as pessoas se preocupem cada vez com a natureza. Até empreiteiras buscam certificações sustentáveis para valorizar os seus empreendimentos. Por isto, o Metrô News ouviu especialistas para mostrar que é possível construir ou reformar sem agredir muito o ecossistema. Historicamente, o setor madeireiro é um dos maiores “vilões” da sustentabilidade, mas o marceneiro Osvaldo Matos Júnior expl ...

Evento reúne diversos profissionais em um único lugar (Foto

Economia

A  Startup Weekend Bauru é um evento global que proporciona cerca de 54 horas de muito aprendizado, networking e mão na massa. Um fim de semana de empreendedorismo prático para ir da idealização à validação e apresentação de novas startups. A 5ª edição de Bauru vai acontecer nos dias 19, 20 e 21 de outubro, já neste fim de semana. Os mentores são fundamentais, com suas especialidades e experiências empreendedoras em diversas áreas, de negócios, design, tecnologia e comunicaç ...

Barbara Toscano falou sobre inteligência artificial (Foto: Ale Oliveira/Divulgação)

Economia

Inteligência Artificial Grandes Nomes da Propaganda foi até Cancún, no México, para acompanhar a conferência anual da LG, o Innofest Latin América 2018. Refrigeradores, máquinas de lavar e secar roupas, smartphones e TVs Oled estavam entre as novidades da LG. A empresa sul-coreana reforçou seu compromisso com “Inovação para uma vida melhor”, oportunidade para que Barbara Toscano, diretora de Marketing da empresa, desse destaque para seus produtos com inteligência artificial. Assi ...

Garantir emprego estável depende de êxito nas seleções (Foto: Marcello Casal/ABR)

Economia

Para ingressar em uma nova empresa, ou tentar mudar de carreira, é preciso bastante coragem e tranquilidade. Segundo o life coach, psicólogo e professor da Fadisp, Luiz Francisco, alguns pontos são essenciais para que o candidato tenha sucesso na nova jornada, principalmente na tão temida entrevista de emprego. O primeiro passo é conhecer a vaga a qual ele está concorrendo. “É bastante produtivo saber ao menos a área em que a empresa atua. Isso facilita a participação em entrevistas ...

Paulo Sant’Anna é o presidente do Grupo de Mídia de São Paulo (Foto: Adri Felden/Argosfoto)

Economia

Viagem no tempoCriado em 1968, o Grupo de Mídia, de São Paulo, completa seus 50 anos neste mês de outubro. Para comemorar esta data, o GM montou uma exposição para relembrar os fatos que mais marcaram e influenciaram o País e os brasileiros nestes últimos 50 anos. Trata-se de uma verdadeira viagem no tempo que vai mexer com a memória e emoções de todos os publicitários. Para saber mais, acesse: secretaria@gm.org.br. Toy Arts do Bob’sA partir do dia 23, os clientes da rede Bob’s poderão colecionar os bonecos da Liga da Justiça, os super-heróis Flash, Supergirl, Superman, Cyborg e Mulher-Maravilha, que chegarão a todos os pontos de venda até a segunda quinzena do mês de novembro. Os bonecos poderão ser adquiridos no combo Bob’s Fun&Art. Miami e OrlandoA Gol Linhas Aéreas programou 40 encontros de capacitação para seus parceiros de vendas, agentes de viagens, operadores e representantes de todas as regiões do País. O objetivo é a realização de ações interativas de familiarização e aprendizado sobre os novos destinos da Gol nos Estados Unidos: Miami e Orlando. As rotas para a Flórida terão quatro saídas semanais, com decolagens de Brasília e Fortaleza, com início em 4 de novembro. Território QA Audi do Brasil lançou uma campanha especial para sua família de SUVs. Ambientada na Chapada dos Veadeiros, no Centro-Oeste de Goiás, o conteúdo inédito, chamado de Território Q, engloba os quatro elementos da natureza e coloca os carros Q3, Q5 e Q7 em performance para demonstrar a versatilidade dos modelos em vários terrenos. A campanha já está disponível nas redes sociais da Audi do Brasil. Lulu SantosDurante toda a temporada, ao lado da Verão (Aline Riscado), estará o cantor e compositor Lulu Santos, como convidado pela Itaipava para estrelar sua campanha de Verão 2019. A dupla fará uma sequência de filmes. Durante as gravações, Lulu Santos mostrou seu lado ator, com a animação e o carisma de sempre. Ao todo, serão cinco filmes e jingles, que serão veiculados de outubro a março. Grandes NomesNeste próximo domingo, 28, devido a cobertura jornalística da Record News sobre as eleições, o programa não será veiculado.

Após retração entre 2014 e 2016, a cidade de São Paulo deve ter saldo positivo nos empregos neste ano (Foto: Arquivo/ABR)

Economia

Em nove meses, a cidade de São Paulo quadruplicou o número de empregos criados, em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). A soma do município teve 54.422 contratações a mais do que demissões, contra 9.678 do período anterior. Somente o mês passado foi responsável pela criação de 6.165 postos de trabalho. Apesar de ser o melhor setembro desde 2014, o número ainda é baixo se comparado com os melhores resultados deste ano: em março, por exemplo, o saldo foi positivo em 13.498; em fevereiro, 11.514. Apenas junho teve resultado negativo, com o corte de 5.620 vagas. Segundo o professor de economia da Universidade Presbiteriana Mackenzie Agostinho Pascalicchio, apesar dos efeitos sazonais típicos do segundo semestre, como vagas temporárias, os números podem ser comemorados. “O comércio sempre anda bem em setembro, mas os serviços de atendimento ao cliente, por exemplo, e a indústria também, também estão positivos”, disse. O professor de economia da FGV EESP Clemen Nunes concordou. “Esses dados refletem a melhora que tivemos desde o meio do ano passado. Nós saímos da recessão e, em 2018, teremos um crescimento positivo”, afirmou. Eleição deve interferir ainda mais na economia O economista Agostinho Pascalicchio analisou que a eleição presidencial deverá interferir bastante no andamento da economia do País. “Hoje, antes da votação do segundo turno, apesar de um candidato estar muito bem nas pesquisas, é ainda uma questão de confiança que faz a economia girar. Nada concreto”, comentou. Segundo Clemens Nunes, é preciso que o vencedor da disputa apresente um plano econômico consistente. “A partir do momento em que o governo nomear sua equipe, vai encaminhar e mostrar quais serão os caminhos que o Brasil deve seguir. A tendência é que, a partir deste momento, haja uma retomada mais consistente”, concluiu.

Feira acontece até dia 10 de novembro (Foto: Jorge Woll/DER/Fotos Públicas)

Economia

Já imaginou uma Feira de Profissionais feita especialmente para o mercado da construção, com cursos gratuitos, possibilidade de certificação e troca de experiências? Essa é a aposta da Obramax para movimentar o setor com a sua Feira de Profissionais.  A primeira edição da Feira de Profissionais será realizada entre os dias 6 e 10 de novembro, no estacionamento da Obramax - Avenida do Estado, 6313. A loja foi inaugurada no início de 2018 e já ganha corpo no setor, atendendo a todos os profissionais da construção e consumidores finais pragmáticos, que buscam grande quantidade de estoque e preços competitivos.  “Os profissionais da construção são carentes de informação e formação. A Obramax veio para trazer mais do que preços competitivos. Queremos mudar a vida do brasileiro e a forma como a construção e seus profissionais são vistos no país”, comenta Michael Reins, diretor geral da empresa no Brasil.  Além dos stands de importantes indústrias do setor, como Cimento Nacional, Steck, Viapol, Coral, Âncora e Einhell, Weber Quartzolit, Sil e DeltaPlus, a feira terá mais de 30 horas de cursos práticos gratuitos e certificados, demonstração de produtos e a presença de grandes nomes do futebol, influenciadores digitais,  rádios com transmissão ao vivo, palestras e muito mais! “É a maior oportunidade do ano para os profissionais da construção se atualizarem, ampliarem seus conhecimentos e saberem de todas as novidades do setor, conseguindo assim ainda mais clientes”, explica Reins.  Serviço: Feira de Profissionais Obramax Local: Avenida do Estado, 6313 - Mooca. Dias 06, 07, 08, 09, 10 e 10 de novembro, das 10h às 20h. www.obramax.com.br/feiradeprofissionais

Escolhido terá que ensinar educação financeira (Foto: Divulgação)

Economia

Doze meses de serviço, R$ 100 mil totais em salários e muita experiência ao redor do Brasil. É isso que propõe, pelo segundo ano consecutivo, o Serasa Consumidor. Para trabalhar no “emprego dos sonhos”, basta ser maior de 18 anos, ter uma ideia criativa para ensinar educação financeira em escolas e contar com a sorte. O profissional, segundo explicou a gerente da startup, braço da Serasa Experian, Joyce Carla, vai garimpar garimpar ideias inspiradoras e contribuir para que a educação financeira esteja cada vez mais inserida na rotina das escolas brasileiras. “No ano passado, pelo Serasa Itinerante, tivemos um projeto de educação financeira para escolas públicas. Fizemos um treinamento para 1,5 mil professores”, explicou. Agora, a missão do novo profissional é escutar as histórias inspiradoras e propor novas ideias para este público. “É um assunto bem complicado para ensinar para crianças. Mas é muito importante, para criarmos uma sociedade mais responsável financeiramente”, disse. Além de viajar o país, o novo funcionário terá como atribuições do cargo o agendamento de entrevistas e encontro com professores, produção de conteúdo, visitas às escolas e também a realização de pesquisas. Todas as informações coletadas ficarão disponíveis gratuitamente em formato de vídeo no site do Emprego dos Sonhos e servirão tanto para amplificar boas ideias como abastecer outros professores com insumos que poderão servir de base para suas aulas. Inscrições As inscrições estão abertas pelo site oempregodossonhos.com.br/. Os participantes deverão responder a um questionário e criar um vídeo de até 40 segundos contando de maneira criativa, como ensinaria educação financeira nas escolas. Após isso, os interessados terão de passar por voto popular para avançar no processo, entrevistas e dinâmicas presenciais.  As inscrições para o processo seletivo podem ser feitas até o dia 28 de outubro. Os interessados precisam ter mais de 18 anos de idade, carteira de trabalho e disponibilidade para viajar de 3 de dezembro de 2018 a 12 de outubro de 2019.

Rodrygo Goes já foi negociado com o Real Madrid, mas ainda chama a atenção do setor publicitário brasileiro (Foto: Divulgação)

Economia

Alô, alô, Rodrygo    A TCL convidou o jogador Rodrygo, atual sensação do futebol brasileiro e recém-contratado pelo Real Madrid, para estrelar sua nova campanha com assinatura da agência Talent/Marcel. A Semp TCL traça um paralelo entre o celular TCL T7, o primeiro da marca no Brasil, e o atleta. “Do mesmo jeito que o desempenho e alta performance do Rodrygo Goes vêm surpreendendo o público, estamos convidando as pessoas a saírem da mesmice e conhecerem o design e inovação da nova linha de smartphones da marca”, diz Patricia Vidal, head de marketing da Semp TCL. Audiência No último domingo, 28, a Record News realizou uma cobertura ampla do segundo turno das eleições 2018. Com a programação dedicada por 14 horas, ao vivo, a emissora obteve uma audiência média de 126.260 telespectadores por minuto, ultrapassando a Rede TV!, TV Cultura e TV Gazeta durante a faixa vespertina (12h as 18h), no mercado nacional. No decorrer de toda a cobertura, o canal alcançou mais de 4 milhões de telespectadores, segundo o Ibope. Outdoor A Central de Outdoor, a mais tradicional entidade de mídia exterior brasileira, fundadora do Conar e Cenp, anuncia a contratação de Fabi Soriano como diretora-executiva. Entre suas atribuições, com início no dia de hoje, está o relacionamento com o mercado e corpo associativo. Fabi é formada em Liderança Organizacional e foi diretora comercial da Formato Outdoor por 14 anos. Confiança A Petrobras iniciou a veiculação de campanha que visa à ampliação do conhecimento sobre as medidas que a companhia vêm implementando para aprimorar a prevenção e o combate à corrupção. Intitulada “Confiança”, o objetivo com a campanha é preencher a lacuna identificada em pesquisas junto à opinião pública. Ao todo são dois filmes em canais de TV aberta, peças em jornais e internet. Agora só falta a Petrobras conscientizar o governo federal de que “não existe caminho fácil. Existe o caminho certo”. Grandes Nomes No próximo domingo, 4, destaque para Fernando Musa, CEO da Ogilvy, que aborda a atual situação do País e do mercado, na TV Record News, a partir das 10h30.

Medicina ainda é o curso mais concorrido no País (Foto: Divulgação)

Economia

Conquistar uma vaga para ingressar na faculdade é um sonho de muitos estudantes que vão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio, mas para alguns, esta disputa pode ser ainda mais difícil. Como já é praxe, o curso de medicina é sempre com mais inscrições. Somente este ano, nos dois semestres, o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) registrou 350.133 inscrições e foi o campeão. O segundo curso mais procurado é o de direito, com 269.350 participantes, seguido por administração, com 261.933 inscritos no processo seletivo. Aos 20 anos, a estudante Luanna de Moraes Attard está em seu quarto Enem. Ela sonha em cursar medicina, mas sabe que procurar uma faculdade particular, com mensalidades que ultrapassam R$ 8 mil por mês, está fora de cogitação, e prefere enfrentar uma nota de corte que vai de 800 a 900 em uma escala de mil. “As faculdades no Brasil são extremamente caras e elitizadas. Nas particulares, além de quem tem como pagar, só alunos com perfis que se encaixam no ProUni e no Fies que conseguem uma vaga, e mesmo assim ainda é bem difícil. São raras as faculdades que dão bolsa 100% por conta própria, inclusive só conheço 2: uma delas da 100% com ajuda moradia e alimentação só para o primeiro lugar. A outra da 100% para o curso conforme sua condição socioeconômica, mas você precisa passar na primeira chamada para ter chance pois são poucas bolsas”. Segundo a professora Vera Antunes, do cursinho Objetivo, o aluno não deve desistir do sonho se não passar de primeira. “Na verdade, não é o estudante, o problema é que o Enem é aplicado para todo mundo igual. Imagine que um aluno fez numa escola que faltou muito o professor de história, de física. Ele perdeu conhecimento, ele tem que voltar para a aula, para melhorar em cada disciplina”, explicou. Para Vera, os cursinhos podem contribuir tanto na questão do conhecimento como para entender como funciona a prova. “Muitas vezes, o aluno que entra no cursinho e fala que nunca viu aquela matéria na escola. É sempre importante fazer um simulado da prova anterior também”, concluiu.  Cursinhos populares buscam igualar diferenças   Quem não puder optar por um curso particular pode tentar procurar cursinhos sociais criados por entidades sociais. Segundo o professor de redação Vinícius Martins Gonçalves, que atuou no curso popular Mafalda, muitos estudantes deste modelo de reforço escolar chegam com dificuldades em escrita básica e até mesmo na construção dos textos. De acordo com Gonçalves, “o aluno não muda só por uma questão de vestibular ou Enem, ele tem uma mudança social de comportamento, de ensinamento, ele vê com outros olhares, de uma forma mais divertida e tranquila e isto coloca-o em outro patamar. Muitas vezes eleas fazem o cursinho mais de uma vez”. O professor ressaltou que, diferente dos cursos particulares, os que são ministrados pelo por iniciativas sociais não costumam ser diários, o que exige que os alunos tenham mais dedicação. Outro ponto importante é o fato de que os professores estão sempre abertos para responder dúvidas dos estudantes, atitude que ficou mais fácil com o uso da tecnologia, por meio de aplicativos como Facebook e Whatsapp.  Sisu, 1º semestre de 2018 Medicina – 235.508 Adminsitração – 221.413 Direito – 218.470 Pedagogia – 199.300 Educação Física – 146.575 Enfermagem – 136.343 Ciências Biológicas – 107.525 Psicologia – 102.807 Ciências Contábeis – 92.778 Medicina Veterinária – 78.556   Sisu, 2º semestre de 2018 – 10 maiores inscrições Medicina – 114.625 Direito – 50.880 Administração – 40.520 Pedagogia – 31.600 Enfermagem – 28.849 Psicologia – 26.666 Nutrição – 23.094 Engenharia Civil – 22.391 Odontologia – 22.248  

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Veja nossa edição do dia

Presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou a decisão pelo Twitter (Foto: Divulgação)

Mundo

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou há pouco a indicação do embaixador Ernesto Fraga Araújo para o cargo de ministro das Relações Exteriores de seu governo. Diplomata há 29 anos, Araújo é diretor do Departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos do Itamaraty. Bolsonaro anunciou a indicação por meio de sua conta no Twitter. “A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje”, escreveu o presidente eleito, classificando o diplomata como um “um brilhante intelectual.” Com o novo anúncio, sobe para oito os nomes confirmados para a equipe ministerial do governo eleito. Alguns escolhidos atuam diretamente no governo de transição. Nas declarações públicas, Bolsonaro avisou que pretende reduzir de 29 para de 15 a 17 o número de ministérios, extinguindo pastas e fundindo outras. A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje. Informo a todos a indicação do Embaixador Ernesto Araújo, diplomata há 29 anos e um brilhante intelectual, ao cargo de Ministro das Relações Exteriores. — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018

"Atualmente, Cuba fica com a maior parte do salário dos médicos cubanos e restringe a liberdade desses profissionais e de seus familiares", disse o presidente eleito (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Saúde

O governo cubano informou nesta quarta-feira, 14, que está se retirando do programa social Mais Médicos do Brasil após declarações "ameaçadores e depreciativas" do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que anunciou mudanças "inaceitáveis" no projeto do governo. O convênio com o governo cubano é feito entre Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). "Diante desta realidade lamentável, o Ministério da Saúde Pública (Minasp) de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do programa Mais Médicos e assim comunicou a diretora da Organização Panamericana da Saúde (OPS) e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam esta iniciativa", anunciou a entidade em um comunicado. Cuba tomou a decisão de solicitar o retorno dos mais de 11 mil médicos cubanos que trabalham hoje no Brasil depois que Bolsonaro questionou a preparação dos especialistas e condicionou a permanência no programa "à revalidação do diploma", além de ter imposto "como via única a contratação individual". O programa Mais Médicos tem 18.240 vagas em 4.058 municípios, cobrindo 73% das cidades brasileiras. Quando são abertos chamamentos de médicos para o programa, a seleção segue uma ordem de preferência: médicos com registro no Brasil (formados em território nacional ou no exterior, com revalidação do diploma no País); médicos brasileiros formados no exterior; e médicos estrangeiros formados fora do Brasil. Após as primeiras chamadas, caso sobrem vagas, os médicos cubanos são convocados. "Não é aceitável que se questione a dignidade, o profissionalismo e o altruísmo dos colaboradores cubanos que, com o apoio de suas famílias, presta serviços atualmente em 67 países", declarou o governo. "As mudanças anunciadas impõem condições inaceitáveis e violam as garantias acordadas desde o início do programa, que foram ratificados em 2016 com a renegociação da cooperação entre a Organização Pan-Americana da Saúde e o Ministério da Saúde do Brasil e de Cooperação entre a Organização Pan-Americana da Saúde e o Ministério da Saúde Pública de Cuba. Essas condições inadmissíveis impossibilitam a manutenção da presença de profissionais cubanos no Programa", informou em nota o Ministério da Saúde. De acordo com o governo cubano, em cinco anos de trabalho no programa brasileiro, cerca de 20 mil médicos atenderam a 113.539 milhões de pacientes em mais de 3,6 mil municípios. "Mais de 700 municípios tiveram um médico pela primeira vez na história", disse o governo. Segundo o governo de Cuba, mais de 20 mil médicos cubanos passaram pelo Brasil e chegaram a compor 80% do contingente do Mais Médicos, criado no governo Dilma Rousseff. Cuba anunciou que manteria o programa depois do impeachment da ex-presidente petista, apesar de considerar o afastamento um "golpe de Estado". Bolsonaro critica Cuba O presidente eleito Jair Bolsonaro usou as redes sociais para criticar a decisão do governo cubano.  Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou. — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018 Além de explorar seus cidadãos ao não pagar integralmente os salários dos profissionais, a ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade ao desconsiderar os impactos negativos na vida e na saúde dos brasileiros e na integridade dos cubanos. — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018 Atualmente, Cuba fica com a maior parte do salário dos médicos cubanos e restringe a liberdade desses profissionais e de seus familiares. Eles estão se retirando do Mais Médicos por não aceitarem rever esta situação absurda que viola direitos humanos. Lamentável! — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018

e temos na Bolívia um presidente índio, por que aqui o índio tem que ficar confinado numa reserva?", questionou Bolsonaro (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Nacional

O presidente eleito da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quarta-feira, 14, que quer preservar o meio ambiente, mas "não dessa forma que está aí". Ele culpou políticas ambientais e indigenistas pelo atraso de algumas regiões do País e disse que "o índio quer ser o que nós somos". Bolsonaro citou como exemplo a situação de Roraima, que disse ter potencial para ser "o Estado mais rico do Brasil". "Se não tivesse problemas ambientais e indigenistas, tinha tudo para ser Estado mais rico do Brasil. Esse é um problema que temos que resolver. O índio quer ser o que nós somos, o índio quer o que nós queremos. Se temos na Bolívia um presidente índio, por que aqui o índio tem que ficar confinado numa reserva?", declarou Bolsonaro . Durante reunião com governadores, em Brasília, Bolsonaro contou que está na iminência de anunciar o nome do seu ministro do Meio Ambiente e afirmou que "não será o que dizem". Lembrou, ainda, que desistiu de fundir a pasta com a Agricultura por orientações do setor produtivo.

Doria é um dos governadores eleitos que já declararam apoio a Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião

A solução dos problemas começa com um diálogo franco e aberto. Daí ser louvável a reunião agendada para hoje, em Brasília, entre o presidente eleito Jair Bolsonaro e os 27 novos governadores do País. Todos eles têm um grande desafio pela frente, mas, evidentemente, se trabalharem em parceria, e não boicotando o que pode ser bom para o Brasil, haverá grande chance de que os remédios necessários sejam encontrados e o trabalho seja bem feito. Os futuros chefes do Executivo estadual têm muito a contribuir com o presidente eleito. E, politicamente, também têm muito a ganhar, quando o projeto deste novo Brasil der certo. Percebe-se que, aos poucos, as nuvens negras de uma campanha desgastante vão se dissipando, a razão começa a prevalecer e, ao invés de torcer contra, é cada vez maior o número daqueles que preferem alimentar a esperança que a descrença. Aliás, uma célebre frase do escritor latino Públio Siro, diz que “quem perdeu a confiança não tem mais o que perder.” A hora não é para isso. Na verdade, o momento pede que se dê crédito aos novos condutores da Nação e que se guardem as pedras previamente preparadas para serem jogadas na vidraça. E muitos dos novos governadores estão dispostos a ajudar Bolsonaro, inclusive na aprovação da reforma da Previdência, essencial para o ajuste das contas públicas do País. Por sua vez, a maioria das Unidades da Federação também está com suas contas no vermelho, por gastarem mais do que arrecadam, e esperam suporte da União para manter a máquina funcionando. Relatório do Tesouro Nacional, por exemplo, apontou que 16 Estados mais o DF descumpriram a Lei de Responsabilidade Fiscal no ano passado, ao destinar mais de 60% da receita para o pagamento de salários e aposentadorias. Assim, sobra cada vez menos para serviços básicos, como segurança e educação. Os problemas são complexos, daí a necessidade do diálogo e da busca por novas perspectivas. E a reunião de hoje em Brasília, com Bolsonaro e os governadores, oferece exatamente esta oportunidade. Desde agora, a capacidade de cada um deles estará colocada à prova, mas já começam bem, buscando o apoio e o entendimento mútuo, ao invés da divisão pura e simples. No final, quem ganha mesmo com isso é o Brasil e os brasileiros. Ainda bem!
Alincheveux
La Salle
or
or

Articulistas

Boulevard - Parque Central

Colunistas

Sucesso do agronegócio é fundamental para a economia brasileira e a geração de empregos (Foto: Antonio Costa/Fotos Públicas)

Opinião

Doria é um dos governadores eleitos que já declararam apoio a Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião

Tentaram boicotar até um programa que visa a ajudar crianças com deficiência física, o Teleton, apenas por que Sílvio Santos agradeceu e enalteceu o presidente eleito (Foto: Reprodução/SBT)

Opinião

O uso de bicicletas reduz problemas na Mobilidade e na Saúde, como a diminuição da poluição (Foto: Rovena Rosa/Ag Brasil/Fotos Públicas)

Opinião