21
Dom, Out

Grid List

Vilã verá dinheiro ser queimado (Foto: Reprodução/TV Globo)

Fora dos Trilhos

Depois de ser pega matando Du Love (Ciro Salles) em sua mansão, Laureta (Adriana Esteves) vai se refugiar com Remy (Vladimir Brichta), seu meio-irmão, e Dulce (Renata Sorrah), sua mãe. Só que os vilões viverão em pé de guerra nos capítulos que se seguirem em Segundo Sol. A primeira confusão entre eles acontecerá quando Dulce contar a Remy onde a fortuna de Laureta está escondida. Ele vai aparecer em casa com as bolsas, que contêm R$ 7 milhões. A parceira de Karola (Deborah Secco) f ...

Carmen cai na armadilha criada por Emílio (Foto; João Miguel Júnior/TV Globo)

Fora dos Trilhos

Diretora da Samvita, Carmen (Christiane Torloni) será a principal suspeita de desviar R$ 100 milhões da empresa nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, novela das 19h da Globo. O vilão Emilio (João Baldasserini) vai armar uma arapuca, fazendo com que ela assine documentos que provam o desvio de dinheiro sem saber do que se trata. Em uma reunião do conselho, a mãe de Samuca (Nicolas Prattes) será convocada e chamada de criminosa. Ela tentará se explicar, mas vai acabar afastada da ...

"Você deveria estar preso no manicômio", disse Gabi para Rafael Ilha (Foto: Reprodução/Play Plus)

Fora dos Trilhos

Quem imaginou que o clima de A Fazenda ficaria mais ameno após a eliminação de Ana Paula Renault, na semana passada, enganou-se redondamente. Os ânimos continuam exaltados na casa e isso se provou em um novo barraco feio, novamente protagonizado por Gabi Prado e Rafael Ilha. A discussão começou com Nadja Pessoa, outra peoa bastante polêmica, centro da maioria das confusões ocorridas até aqui na temporada. O ex-Polegar resolveu interferir e tentar defendê-la. “Não se intromete, não ...

Programa vai deixar claro quais são suas bandeiras (Foto: Ney Coelho/TV Globo)

Fora dos Trilhos

Hoje eu inicio a minha coluna comentando a volta do programa Amor & Sexo, na Globo. Do ponto de vista da coluna, um projeto muito bem feito para os padrões de qualidade da televisão brasileira e com uma excelente apresentação de Fernanda Lima, um dos destaques da atração. O programa, além de sexo, vai abordar também temas políticos. Na sua volta, na última terça-feira, foram primordiais os debates sobre temas espinhosos, como homossexualidade, felicidade e a tradicional família ...

Atuação de Lady Gaga é um dos pontos fortes do filme (Foto: Divulgação)

Fora dos Trilhos

Pela quarta vez, a história de Nasce uma Estrela (A Star Is Born), desta vez com Lady Gaga no papel principal, chega às telonas mundiais. Desde 1937, quando Janet Gaynor (1906-1984) viveu a personagem Ally, a emocionante e triste trama de amor foi contada outras duas vezes: em 1954, com Judy Garland (1922-1969), e em 1977, com Barbra Streisand. Agora, 41 anos depois da última exibição nos cinemas, a história volta à tona com, além do fenômeno pop Gaga, o ator Bradley Cooper dando vida ...

Se você ainda tem dúvidas do que fazer com seu filho no Dia das Crianças, dê o play no vídeo! 

Flávio Pacheco tem coleção com 30 mil itens (Foto: Arquivo pessoal)

Fora dos Trilhos

Flávio Pacheco é dono de um acervo de 30 mil brinquedos diferentes. Dono de um hotel-fazenda em Minas Gerais, seu hobby de colecionador expressa algo que ele mantém em mente. “Estas lembranças trazem a nossa criança interna à tona. São nessas pequenas coisas que a gente vê e resgata, recorda-se do brinquedo que o avô te deu. É algo que traz recordação”, explicou. O dono do museu dos brinquedos, que ainda não tem local fixo, mas que realiza exposições tradicionalmente, não é ...

Escritora lutaav contra câncer no pâncreas (Foto: Reprodução/facebook)

Fora dos Trilhos

Zibia Gasparetto, autora de livros espíritas, morreu nesta quarta-feira, 10, aos 92 anos. A informação foi confirmada em sua página do Facebook. Ao longo de 68 anos dedicados ao espiritismo, ela escreveu 58 livros, entre os quais estavam "O Amor Venceu", "Tudo Tem Seu Preço" e "Onde Está Teresa?" Suas obras venderam, no total, 18 milhões de exemplares. Zibia Gasparetto nasceu em Campinas, cidade do interior de São Paulo, em 1926. A escritora lutava contra um câncer no pâncreas. Este ...

Ana Paula pediu para disputar a roça com a rival (Fotos: Reprodução/Facebook)

Fora dos Trilhos

Antigas amigas e agora grandes rivais em A Fazenda, Ana Paula Renault (ex-BBB 16) e Nadja Pessoa (ex-Power Couple) se enfrentam, hoje, na terceira roça da temporada 10 do reality show. Ambas eram bastante próximas até a semana passada, quando uma briga geral no Grupo Água acabou as colocando como centro das atenções de toda a casa. A formação da roça foi bastante tensa e polêmica, já que Ana Paula pediu para ser colocada na berlinda com a adversária. A mulher do cantor D’Black, po ...

Apresentação acontece domingo, 14, a partir das 17h (Foto: Divulgação)

Fora dos Trilhos

A cantora, compositora e atriz Tchella é a próxima atração do projeto Sons do Brasil no Lab Mundo Pensante. A apresentação, que tem entrada gratuita, será no domingo, 14, a partir das 17h. A proposta do projeto é disseminar arte e cultura, promovendo shows de novos artistas de diferentes gêneros musicais. Já passaram pelo Sons do Brasil no Lab Mundo Pensante os músicos Jota.pê, Caio Bars, Calango Bravo, Anna Tréa, CA CAU e Duas Casas. O próximo show fica por conta de Tchella que ...

Programa vai estrear nas redes sociais. Se der certo, migrará para a TV (Foto: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

Hoje eu inicio a minha coluna comentando o novo programa de fofocas na TV chamado Tricotando, que teve sua estreia na última segunda-feira, na RedeTV!. Cenário bonito, apresentadores com boa sintonia e colunistas competentes em sua área de atuação marcaram o programa. Trata-se de uma nova aposta dessa modalidade na TV brasileira. Embora tenha reunido fatores positivos em seu pontapé inicial, faltou o essencial para se sustentar durante mais de uma hora no ar: conteúdo, razão da baixa au ...

Posição do músico dividiu plateia em São Paulo (Foto: Emerson Santos/Fotoarena/AE)

Fora dos Trilhos

Roger Waters entrega o que promete logo no inicio. A tensão que ele cria com a imagem em seu telão gigante, de uma mulher sentada à beira de um oceano, é incrível. O mundo está prestes a acabar, mas isso só vai ser revelado quando ele estiver próximo de aparecer no palco. "Breathe" levanta as plateias lotadas, com mais uma revelação. No andar de cima das arquibancadas do Allianz Parque, em São Paulo, em cada lateral e ao fundo, Waters usa conjuntos de caixas de som que vão criar o e ...

Ideia da campanha é dizer que quem vota em branco não pode reclamar do resultado (Foto: Reprodução/YouTube)

Fora dos Trilhos

Voto em branco Já imaginou receber um sanduíche que leva apenas pão e cebola, ou só picles, ou nem levar pão? Esse é o Whopper em branco, sanduíche criado especialmente para a campanha publicitária do Burger King e que as pessoas receberam após responder que pretendiam votar em branco nas próximas eleições – votar em branco é o mesmo que abrir mão do seu direito de escolha; e quando alguém escolhe no seu lugar não dá para reclamar do resultado. “Quisemos mostrar que votar em branco não é tão gostoso quanto parece. Cada um merece o Brasil do seu jeito, e o voto consciente é o primeiro passo para que isso aconteça”, comenta Rafael Donato, VP de criação da agência David SP. A campanha usa as hashtags #VotoemBranco e #BKemBranco 11 anos Com o tema central “Informação para Você Crescer”, a TV Record News chega aos seus 11 anos, completados em 27 de setembro, fazendo do jornalismo e da informação a sua razão maior. Com transmissão em canal aberto, parabólica e cabo, a Record News tem uma cobertura em todo o território nacional. Trocou de carro Semana passada, a Audi do Brasil anunciou que Cláudio Rawicz assumiu o comando de sua mais nova diretoria: a de Comunicação. Nela, terá o desafio de integrar as atividades das áreas de marketing e relações públicas, com foco no reposicionamento da marca. Com formação em Jornalismo e especialização empresarial, Rawicz era, anteriormente, o diretor de Publicidade da Renault do Brasil. Compro ouro Já estão abertas as inscrições para o Prêmio Colunistas São Paulo 2018, o mais tradicional prêmio da comunicação brasileira. Assim, as agências já podem inscrever seus melhores trabalhos, ficando na torcida por um ouro, prata ou bronze. Para saber mais, acesse: nanny@editorareferencia.com.br. Checkout “O Itaú Unibanco comunica ao mercado que, a partir de 2019, passa a concentrar sua conta publicitária em duas agências: África e DPZ&T. Ao longo de mais de 25 anos, Itaú e DM9 construíram uma reconhecida história de sucesso na publicidade brasileira, pautada não somente por campanhas memoráveis, mas, sobretudo, por uma relação de ética e respeito mútuos...”, parte do comunicado do Itaú, após a não renovação do contrato com a agência DM9. Jornalismo A ESPM irá realizar no dia 5 de outubro, em parceria com uma das principais escolas de jornalismo, a Columbia Journalism School, o 2º Seminário Internacional de Jornalismo, no campus da Álvaro Alvim 123. Este seminário tem como tema “Democracia, Desinformação e Cobertura Jornalística”. Presenças já confirmadas de Kyle Pope; Monica Waldvogel e Gilberto Dimenstein. Para saber mais, acesse:  relacionamentosp@espm.br. Grandes NomesNeste  domingo, 7, não teremos transmissão do programa Grandes Nomes da Propaganda. A Record News trará material jornalístico sobre as eleições 2018.

Cantora foi uma das apresentadoras da premiação (Foto: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

Um dos momentos mais marcantes da 25º edição do Prêmio Multishow, que aconteceu na noite desta terça-feira, 25, foi o beijo entre a cantora Anitta e o percussionista da banda Atitude 67, Leandro Martins. Durante a premiação, Anitta brincou várias vezes com o divórcio e lembrou a todos que está solteira. A cantora anunciou no início de setembro a separação do empresário Thiago Magalhães, com quem estava casada desde novembro de 2017. No palco do programa, ela chegou a dizer que os interessados podiam mandar mensagens para o seu celular e que iria brincar de "Tinder" com a plateia. Após mais de duas horas de exibição, a produção do programa pediu que ela e Tata Werneck, que também apresentou a premiação, batessem papo com Luan Santana enquanto a equipe preparava a atração seguinte. Foi nesse momento que Leandro Martins subiu no palco e disse que era um cara de atitude: uma brincadeira com o nome da banda: Atitude 67 e deu um beijo na cantora. A internet, claro, surtou com o momento. Anitta foi a grande vencedora da noite pelo voto popular. "Vai, Malandra" foi eleita a Música Chiclete do Ano e melhor clipe TVZ. Eita que rolou beijão no palco do #PremioMultishow!!! O Leandro do “Atitude67” tascou um beijo daqueles em @anitta! A diva, apresentadora da cerimônia ao lado de Tatá Werneck, estava enrolando pra dar o tempo da próxima atração ficar pronta... https://t.co/B6aj7WjrPq pic.twitter.com/irYg30VVSe — Hugo Gloss (@HugoGloss) 26 de setembro de 2018 Confira a lista completa dos vencedores: votação popular - Melhor Cantora: Ivete Sangalo - Melhor Cantor: Luan Santana - Melhor Grupo: Rouge - Melhor Show: Marília Mendonça - Melhor Dupla: Jorge & Mateus - Melhor Música: Pesadão: IZA part. Marcelo Falcão (Autores: Pablo Bispo, IZA, Marcelo Falcão, Sérgio Santos e Ruxell) - Música Chiclete: Vai, Malandra: Anitta (Autores: Anitta, Maejor, Mc Zaac, Brandon Green, Laudz, Zé Gonzales, Yuri Martins) - Melhor Cover na Web: Day: Cover: Ao Vivo e a Cores (Matheus & Kauan) - Melhor Clipe TVZ: Vai, Malandra (Diretor: Terry Richardson) Votação Superjúri: - Canção do Ano: Te Amo Disgraça - Baco Exu do Blues

Vilã matará garoto de programa para se livrar de chantagem (Foto: Paulo Belote/TV Globo)

Fora dos Trilhos

Depois de matar Galdino (Narcival Rubens), a próxima vítima de Laureta (Adriana Esteves), a maior vilã de Segundo Sol, será o garoto de programa Du Love (Ciro Sales), o que vai lhe render uma prisão em flagrante. Tudo começará quando o rapaz receber uma herança de Galdino, com uma carta lacrada. O ex-torturador irá informar que se o garotão por quem ele estava apaixonado estiver com o documento em mão é porque Laureta decidiu queimar o “arquivo vivo” que ele era. “Procure embaixo da mesa grande de jantar uma escuta que eu escondi lá. Ouça o que está gravado nela que vai entender tudo”, diz a carta escrita por Galdino ao homem pelo qual era apaixonado. Com as informações do equipamento de gravação, Du Love irá procurar Laureta e fazer chantagem para manter seu silêncio. Ele pede R$ 1 milhão para Laureta, que armará uma nova emboscada. Ao invés de entregar o dinheiro, Laureta entregará uma mochila com papel rasgado em troca da escuta. O garoto de programa será surpreendido com um tiro no peito e vai morrer no local do encontro. Quando tentar fugir, Laureta será abordada por Ionan (Armando Babaioff), que dará voz de prisão em flagrante à megera, em cenas que devem ir ao ar no dia 27. 

Silvio Santos precisou acalmar sua filha (Foto: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

Hoje eu inicio a minha coluna comentando a crise de choro e a recusa de entrar no ar feita por Silvia Abravanel, na última quarta-feira, no SBT. A filha de Silvio Santos disse que estava sendo vítima de um complô para ser tirada do comando do Bom Dia & Cia. Inconsolável, se recusou a entrar no ar enquanto seu rosto não desinchasse. Ela só apareceu no programa quase uma hora depois da atração começar. A filha número dois de Silvio Santos só melhorou após falar com o pai por telefone durante quase 20 minutos. Silvio a acalmou e disse que não planejava fazer novas mudanças no programa que ela apresenta, que perdeu uma hora de duração na última segunda-feira. Sílvia Abravanel foi alvo de protestos no SBT na semana passada, quando funcionários da emissora abordaram Silvio Santos. Essa abordagem foi em decorrência de uma manifestação do Sindicato dos Radialistas na porta do SBT, que acusou Sílvia Abravanel de ter debochado dos protestos da categoria inclusive dando a sua opinião no ar. O Homem do Baú solicitou um levantamento detalhado do programa Bom Dia & Cia e constatou que sua filha sempre chega atrasada e tem um extenso histórico de atritos com a equipe. A maior parte dos funcionários do SBT não gosta dela. Segundo informações, providências serão tomadas. A família Camargo voltou a ser o centro de polêmicas. Desta vez, Luciano Camargo, que faz dupla com Zezé. A sua ex-mulher Cleo Loyola, utilizou o Instagram para defender o filho Wesley Camargo, preso por agredir a namorada. Luciano criticou veementemente o seu filho. “Quero que ele fique preso para pagar pelo que fez”, disse Luciano. Cleo Loyola ficou brava e disse que o cantor não tinha moral, pois a traia com gays quando eram casados. Depois do bate-boca, Luciano achou melhor pagar a fiança e tirar seu filho da cadeia. Carlos Alberto Spina apresenta pela Rádio Integração FM 87,5 o programa Toque de Classe, das 15h às 16h, com entrevistas e boa música. Grandes personalidades do esporte têm comparecido na emissora e prestigiado Spina, que tem uma boa audiência graças ao seu talento. A Record TV seduziu diversos profissionais da concorrente Globo com ofertas salarias generosas. Agora sofre uma debandada massiva em seu casting. Mesmo dando oportunidades de protagonizar suas tramas e cachês substanciais, os atores alegam estar cansados de fazer somente novelas bíblicas. Frase final: “O futuro dependerá daquilo que fizemos no presente.” (Mahatma Gandhi). 

Companhia ocupa espaço em Perus por meio de atividades culturais (Foto: Divulgação)

Fora dos Trilhos

Nos dias 06, 12, 13 e 14 de outubro de 2018, a Companhia Antropofágica de Teatro convida a população para conhecer um novo espaço de atuação do grupo, na região de Perus, intitulado Teatro de Monhangokaracy, marcando um dos momentos mais emblemáticos do projeto [D.E.T.O.X] - Devising Experimental da Toxicologia do Objeto X, contemplado na 31ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo. O projeto [D.E.T.O.X] que tem como fio condutor o diálogo entre territórios diversos da cidade, através de ações formativas, experimentos cênicos, registro e compartilhamento do processo criativo da Antropofágica, extrapolando os limites de sua sede, o Espaço Pyndorama, com a intenção de ampliar os diálogos do grupo com os espaços público. Reunindo nomes como Núcleo Sem Drama, Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes, Trupe Lona Preta, Kiwi Cia de Teatro, Cia Teatro da Investigação, Mamulengo da Folia e Trio Agrestino, a Antropofágica promove quatro dias de ações gratuitas celebrando a primeira atividade oficialmente aberta ao público na região de Perus. A programação contará ainda com um grande bazar de livros, produtos orgânicos e alimentos cultivados em assentamentos e acampamentos da Reforma Agrária, e também com ações da própria companhia, como a Karroça Antropofágica (cortejo cênico-musical), Máquina de Leitura Antropofágica (Intervenção Urbana recitação de poemas e leitura de outros textos), Fiteiro Poético Antropofágico (barraca inspirada no comércio popular do Nordeste e saraus periféricos, com recitação de poemas e música) e a mostra da Antropobatuke (Oficina de Música, Percussão e Performance atualmente realizada em Perus). As ações pretendem reunir os moradores, transeuntes e trabalhadores da comunidade da Chácara Maria Trindade, bairro localizado no distrito de Perus, em uma zona que transita entre o urbano e rural, que na década de 90 seria destinada à implantação de um Aterro Sanitário. Com o questionamento dos moradores, esta implementação foi interrompida. Atualmente residem no bairro aproximadamente 600 famílias que, em quase sua maioria, dedica-se à agricultura familiar sustentável e ao plantio de subsistência, visando a conservação dos recursos naturais locais. “No sentido de fortalecer este diálogo territorial, propomos o Teatro de Monhangokaracy, uma forma de residência continuada que contará com uma série de ações teatrais, incluindo atividades de formação, troca artística e a realização de eventos teatrais inspirados nas feiras medievais e no teatro de variedades”, comentam os integrantes da Antropofágica. A Companhia Antropofágica é um grupo criado em 2002 que tem a antropofagia como princípio motivador de seu processo sócio-artístico, com um histórico que envolve inúmeros processos de criação, estudo e experimentação, reconhecidos por prêmios e indicações. Desde sua criação, o grupo opta por pesquisar procedimentos, gêneros, autores e textos ligados à tradição das formas híbridas, muito propícias ao ideal antropófago que a move. Mais informações em: www.facebook.com/CiaAntropofagica ou www.antropofagica.com/ Programação do Teatro de Monhangokaracy - ENTRADA GRÁTIS Quando: 06 de outubro de 2018 - 10h00 às 13h00 - Karroça Antropofágica com Cia Antropofágica Quando: 12 de outubro de 2018 10h00 às 13h00 - Karroça Antropofágica com Cia Antropofágica16h00 - Abertura/Máquina de Leitura Antropofágica/Fiteiro Poético Antropofágico17h00 - Rolezinho com Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes - Duração: 75 minutos Um monstro com olhos de fogo suga toda água da floresta e concede goles d’água aos animais em troca de seus olhos. Nesta fábula carnavalizada opera a metáfora do monopólio das riquezas e da cegueira social como características inseparáveis de um monstro: o Boitatá, que nesta aparição surge como representação de uma relação social hegemônica, que domina tudo e todos. A obra apresenta periféricxs prisioneirxs de um sistema fazendo festa na boca da fera, encenando a complexa relação de ser parte vital de algo que xs devora, apresentando este monstro e a nossa busca por destruí-lo. 19h00 - Sem Drama! (Histórias de Sobrevida) com Núcleo Sem Drama - Duração: 75 minutos Numa cultura que nega a morte, o diagnóstico de um doença grave pode colocar em crise a identidade de uma pessoa e sua rede de relações. Ou pode trazer revelações profundas sobre a vida em todos os sentidos. Sem Drama! trata da delicadeza da existência, da coragem e das lutas.Borrando as fronteiras entre documentário e ficção, é uma peça teatral que sensibiliza para o engajamento em uma vida mais pública, coletiva e inclusiva. Quando: 13 de outubro de 2018 10h00 às 13h00 - Karroça Antropofágica com Cia Antropofágica16h00 - Abertura / Máquina de Leitura Antropofágica / Fiteiro Poético Antropofágico17h00 - O Circo Fubanguinho com Trupe Lona Preta - Duração: 45 minutosEspetáculo inspirado nas charangas, farsas e bufonarias. As músicas pontuam e costuram o enredo. Nele, dois palhaços, demitidos e expulsos do picadeiro, tentam se inserir a qualquer custo. 19h00 - Trabalho Cênico Carne com Kiwi Companhia de Teatro - Duração: 1h20Discute as relações entre patriarcado e capitalismo, mostrando o panorama da opressão de gênero e a situação específica da violência contra as mulheres no Brasil. A peça, inspirada no teatro documentário é composta de 20 quadros interligados executados por duas atrizes e uma percussionista. No trabalho cênico são utilizadas canções populares, imagens publicitárias, estatísticas sobre a violência contra as mulheres, trechos de romance, entre outros materiais. Quando: 14 de outubro de 2018 14h00 às 16h00 - Antropobatuke - Oficina de Música, Percussão, Rítmica e Performance com Cia Antropofágica16h00 - Abertura / Máquina de Leitura Antropofágica/ Fiteiro Poético Antropofágico17h00 - Caruru Teatro Bailinho (Espetáculo Infantil) com Cia Teatro da Investigação - Duração: 50 minutos - Classificação LivreTem muita coisa nesse mundo que se é de admirar! No lugar onde o rio que corre parou de correr. Luzia a menina lavadeira, já não consegue mais lavar suas roupas e quando sua estória se encontra com a de “Mininu”, aquele que segue uma estrela em busca de uma festa de aniversário, suas estórias são transformadas. Seguindo o Zé Viajeiro eles vão até o terreiro do fundo da casa de Zabé a Bonequeira, em busca de realizarem seus sonhos! Dizem que foi lá que o mundo se deu tal qual a gente conhece! 19h00 - A Folia no Terreiro de Seu Mane Pacaru com Mamulengo da Folia e Trio Agrestino - Duração: 50 minutosEspetáculo de mamulengo, recheado de passagens em que figuras como o valentão, a mocinha, o polícia, o coronel e tantos outros clássicos da cultura popular, parentes próximos dos tipos da Comédia Dell`Arte, pincelam com suas loas e brincadeiras, essa grande festa no terreiro. Ao som e sabor dos improvisos do brincante, o jogo vivo e pulsante faz a liga entre roteiro básico (com que os bonecos sobem à empanada) e o mundo de possibilidades da cena aberta com os espectadores. Onde: Teatro de Monhangokaracy - Endereço: Rua Leonel Martiniano, S/Nº (em frente ao número 396 da Kaper) - Chácara Maria Trindade - Zona Norte - São Paulo (acesso Rodovia Anhanguera KM 27,5) - Informações: (11) 38710373 / 992690189 - contato@antropofagica.com

Cantor compôs mais de mil músicas e gravou mais de 100 álbuns (Foto: Reprodução/Facebook)

Fora dos Trilhos

O cantor francês Charles Aznavour morreu aos 94 anos, informaram nesta segunda-feira, 1º, jornais locais na França. Dono de uma carreira com números superlativos, ele compôs mais de mil músicas, gravou mais de 100 álbuns, vendeu 200 milhões de discos e fez mais de 60 filmes. Chamado de "Frank Sinatra da França", o artista de ascendência armênia nasceu numa família de artistas em 22 de maio de 1924. Aos 9 anos, já estava atuando no palco. Chamava-se, então, Shanour Vaginagh Aznavourian. Tinha uma bela voz, mas talvez não se tivesse tornado mito sem a ajuda de uma madrinha. Na verdade, de uma amante. A lendária Edith Piaf ouviu-o cantar, sentiu-se arrebatada por sua virilidade e o integrou ao seu show, levando-o em turnê pela França, até os EUA. Rebatizado Charles Aznavour, tornou-se o cantor e compositor do amor. Poliglota, cantou - e compôs - os próprios sucessos em várias línguas. "Que c'Est Triste Venise", ou "Com'è Triste Venezia", "How Sad Venice Can Be". "Elle/She". E muitas outras. Sua amizade com outros artistas rendeu parcerias. Elvis Costello fez uma versão de "She" para a comédia romântica "Um Lugar Chamado Nothing Hill". Plácido Domingo gravou a versão de Aznavour para "Ave Maria". E cantaram com ele Fred Astaire, Bing Crosby, Ray Charles e Liza Minnelli. Apesar da pequena estatura, 1m60, era um gigante no palco. O mito ultrapassou-o e, no Japão, como Char Aznable, virou personagem de uma famosa animé de ficção científica, "Mobile Suit Guindam". No cinema, fez um pequeno papel em "O Testamento de Orfeu", de Jean Cocteau, e estrelou "Atirem no Pianista", policial de François Truffaut adaptado do escritor David Goodis, ambos em 1960. No mesmo ano, "A Passagem do Reno", de André Cayatte, venceu o Leão de Ouro em Veneza, derrotando Rocco e Seus Irmãos, de Luchino Visconti. Outros filmes importantes: "Thomas l'Imposteur", de Georges Franju; "Vidas em Jogo/Folies Bourgeoises", de Claude Chabrol; "O Tambor", de Volker Schlondoreff; e "Ararat", de Atom Egoyan. Aznavour foi sempre ligado ao Canadá e à causa de Quebec Livre. Tem a ver com sua origem armênia. Em 1988, quando um grande terremoto destruiu Erevan, criou a Fundação Aznavour para a Armênia. Tornou-se embaixador honorário do país. Recebeu a Legion d'Honneur na França, o título de Herói Honorário da Armêrnia e o MIDEM Lifetime Achievement Award. Recebeu também o Leão de Ouro honorário em Veneza pela trilha de "Morrer de Amor" (de André Cayatte), um César (Oscar francês) honorário e o prêmio de carreira do Festival do Cairo. Apresentou-se diversas vezes no Brasil.

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Há propostas para reduzir o desemprego? Ao menos 13 milhões de pessoas querem saber (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Em 2017, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que é a soma de toda a riqueza produzida no País, foi de 1%. O avanço parece pequeno, mas foi muito comemorado depois de dois anos seguidos de queda. Talvez isso tenha contaminado os especialistas, que começaram 2018 otimistas, apostando que este importante marcador da economia chegaria a 2,7%. Essa percepção foi se atenuando ao longo dos meses e, atualmente, a previsão é de que, ao fechar dezembro, alcance 1,5%, o que não seria desprezível. Até lá, isso é um problema para a equipe econômica de Michel Temer. Mas, e para 2019, com qual margem de crescimento trabalham o estafe dos dois presidenciáveis? O leitor já perguntou isso para o seu candidato? Em meio a campanhas empobrecidas, até aqui os postulantes à Presidência da República não têm dado muita importância à difícil tarefa de oferecer soluções factíveis para os problemas reais da Nação. Certamente um tópico que interessa diretamente a pelo menos 13 milhões de brasileiros é saber qual a meta de criação de emprego para o ano que vem ou para os próximos quatro? Henrique Meirelles, por exemplo, saiu da disputa, mas tornou célebre a promessa de abrir 10 milhões de postos de trabalho durante seu mandato, se fosse eleito. Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, por enquanto, não externaram um número, mas devem saber que esta é uma questão central. Se o tema preocupa a eles, então deveriam responder qual é a receita deles para combater o desemprego. Para isso, não é segredo, vão precisar movimentar a economia novamente. Mas não em marcha lenta, que é o estado em que se encontra atualmente. O País precisa de um motor de crescimento poderoso, e alguém precisará vir a público e explicar se este será o próprio governo, por intermédio de investimento público, principalmente em infraestrutura; o setor privado, apostando no agronegócio ou na indústria nacional; ou simplesmente as famílias, que com uma injeção de otimismo se sentiriam mais confiantes em consumir e, assim, dariam início a um círculo virtuoso, de mais compra, mais fabricação, mais necessidade de mão de obra. E se o assunto é trabalho formal, porque não falar em salário mínimo. A previsão inicial para 2019 é de aumento dos atuais R$ 954 para R$ 1.006. Será confirmada? Tantas perguntas mais importantes para discutir e por enquanto ficamos na sessão de perfumaria.

Candidato do PSL mantém grande vantagem sobre adversário (Fotos: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABR e Ricardo Stucket/Fotos Públicas)

Nacional

A segunda pesquisa Datafolha do segundo turno da eleição presidencial mostra que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) se manteve à frente de Fernando Haddad (PT). O capitão reformado do Exército passou de 58% para 59% das intenções de voto válidas em relação ao levantamento da semana passada, enquanto o petista foi de 42% para 41%. Considerando os votos totais, Bolsonaro tem 50%, contra 35% de Haddad. Brancos e nulos somaram 10% e indecisos, 5%. A pesquisa Datafolha foi realizada a pedido da TV Globo e do jornal Folha de São Paulo. Ela tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 9.137 eleitores em 341 municípios entre ontem e hoje. O levantamento foi registrado no TSE com o código BR-07528/2018. Rejeição A rejeição ao candidato Fernando Haddad (PT) superou a de Jair Bolsonaro (PSL) no último levantamento realizado pelo Datafolha para o segundo turno das eleições deste ano. Segundo a pesquisa, 54% dos entrevistados não votaria de jeito nenhum no petista, contra 41% para o capitão do Exército.Considerando os votos por região, Bolsonaro continua vencendo em todas, exceção feita ao Nordeste, onde Haddad tem 53% das intenções de voto, contra 31% do capitão reformado do Exército. No Sudeste, região mais populosa do País, o presidenciável do PSL bate o petista por 55% a 29%. No sul, a diferença chega a 61% contra 27%.A pesquisa Datafolha foi realizada a pedido da TV Globo e do jornal Folha de São Paulo. Ela tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 9.137 eleitores em 341 municípios entre ontem e hoje. O levantamento foi registrado no TSE com o código BR-07528/2018. 

Verdade já não basta para formar a opinião pública, nem é antídoto à desinformação (Foto: Allan White/ Fotos Públicas)

Opinião

Desde 2013, o Ibope realiza a Pesquisa Brasileira de Mídia, a pedido do governo federal. O objetivo é saber por quais meios os brasileiros se informam. Desde o início, o estudo – que é feito nacionalmente e com uma amostra de cerca de 15 mil pessoas, distribuídas por todas as Unidades da Federação – revela a prevalência da TV sobre os demais meios. Mas, desde 2016 (último ano da análise, publicada em 2017) há evidências do avanço da Internet, que se consolidou como o segundo meio de comunicação mais usado (49% da amostragem), ameaçando inclusive a soberania televisiva (89%). A soma é superior a 100% porque se pode indicar mais de uma opção. E as eleições deste ano reforçam o poder da internet e dos meios digitais. Para o bem ou para o mal, estas formas se cristalizaram como o caminho preferido de muitos brasileiros para o consumo de notícias. E não são poucos aqueles que fazem isso de modo exclusivo, bebendo apenas na fonte de sites, blogues, aplicativos e redes sociais. E, ainda que estes não sejam maioria, dedicam mais tempo nestes acessos. Enquanto o tempo médio em frente à TV é de três horas e 21 minutos, entre aqueles que utilizam a web (segundo a mesma pesquisa Ibope) é de quatro horas e 40 minutos, superando seis horas entre o público de 16 a 24 anos. Mais importante que a quantidade de informação disponível na web e redes sociais são a relevância e qualidade do conteúdo oferecido. Evidentemente, no universo digital há muitas empresas e grupos sérios, que primam pela credibilidade do que oferta. No entanto, há um sem número de virulentos guetos, que servem de fábrica para as fake news. Assim, nunca é demais ressaltar que estar na internet, Facebook ou WhatsApp não representa selo de veracidade. Ainda são os meios tradicionais que têm o compromisso com a verdade, por não sair noticiando o que não foi confirmado. Falta isso nos rincões digitais. E até que se separe o joio do trigo, esta revolução representará não um avanço, mas um retrocesso. Nesta nova era, a verdade já não basta para a formação da opinião pública, nem é antídoto à manipulação. Agora se consome aquilo em que se quer acreditar, acriticamente e ainda que falso, desprezando o que vai contra as próprias convicções. A isso se convencionou chamar de “pós-verdade”.

Mais uma pesquisa dá empate técnico entre os dois oponentes (Fotos: Klaus Silva /TJSP/ Fotos Públicas e Reprodução/Twitter)

Cidade

Os candidatos ao governo do Estado de São Paulo João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) estão tecnicamente empatados na disputa para o segundo turno, aponta a mais recente pesquisa Ibope/TV Globo/Estadão divulgada nesta quarta-feira, 17. Doria tem 52% dos votos válidos - quando são excluídos os brancos, nulos e indecisos - e Márcio França, 48%. A margem de erro é de três pontos porcentuais. É a primeira pesquisa Ibope para o governo de São Paulo neste segundo turno das eleições 2018. Se considerados os votos totais, Doria tem 46% das menções e França, 42%. Eleitores que declaram a intenção de votar em branco ou nulo são 10%; 2% não sabem ou preferiram não responder. A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 17 de outubro. Na intenção de voto espontânea, na qual os eleitores manifestam sua preferência antes de ler a lista de candidatos, Doria aparece com 28% das intenções de voto, também empatado tecnicamente com França, que tem 26%. Neste caso, os indecisos são um quarto dos entrevistados. Outros 15% manifestam a intenção de votar branco ou nulo, e 6% disseram nomes diferentes, que não estão na disputa. A rejeição de Doria é a maior - 32% apontaram que não votariam nele de jeito nenhum. A de França, que vinha se mantendo baixa no primeiro turno - subiu e agora está em 20%. No dia 6 de outubro, véspera do primeiro turno, era de 9%. Também chama a atenção a quantidade de eleitores que não os conhecem - 18% disseram não conhecer Doria o suficiente para opinar. No caso de França, o número é de 28%. A pesquisa ouviu 1.512 votantes e a margem de erro estimada é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95% - esta é a chance de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo sob o protocolo Nº SP-07777/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-BR-07265/2018.
or
or

Articulistas

Colunistas

Nem o diabo, que é o pai da mentira (Jo 8:44), deve acreditar que existam socialistas cristãos (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Há propostas para reduzir o desemprego? Ao menos 13 milhões de pessoas querem saber (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Decisão do STF preserva direito de trabalho à grávida, mesmo se ela desconhecer a gestação (Foto: André Borges/Agência Brasília/Fotos Públicas)

Opinião

Verdade já não basta para formar a opinião pública, nem é antídoto à desinformação (Foto: Allan White/ Fotos Públicas)

Opinião