22.6 C
São Paulo
quinta-feira, maio 26, 2022

Governo federal escala Michelle para propagar ações no Dia das Mães

Primeira dama do governo federal em vigência, Michelle Bolsonaro protagonizou um pronunciamento, divulgado no último domingo (8), em rede nacional, tanto na TV quanto no rádio. Em comemoração ao Dia das Mães, ela esteve ao lado da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Rodrigues Brito.

Juntas, elas divulgaram várias medidas relacionadas às mulheres. O comunicado vai de encontro à resistência enfrentada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), no eleitorado feminino, conforme pesquisas de intenção de voto referente as eleições de outubro.

Nesse sentido, a primeira-dama carrega um trunfo de possível imagem para diminuir a oposição de Jair Bolsonaro entre as eleitoras. Dessa maneira, Michelle evidenciou algumas medidas do governo federal acerca do gênero em questão.

“Por conhecer os desafios da maternidade, temos o compromisso de cuidar das mães do nosso país. Nesse sentido, o Governo Federal tem implementado uma série de ações que beneficiam as mães brasileiras. Hoje, elas são prioridade no Auxílio Brasil, nos programas habitacionais e em todos os processos de regularização fundiária”, destacou Michelle.

De acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de abril, as mulheres contemplam a maioria do eleitorado. No geral, são 79,2 milhões de eleitoras, isto é, 52% do total de votantes no país. A quantia atende a 8,7 milhões a mais do que os 70,5 milhões de eleitores do gênero masculino.

Do contrário, em três pesquisas realizadas de março a abril (Datafolha, Genial/Quaest e FSB/BTG Pactual), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) possuía vantagem maior para Bolsonaro entre as mulheres do que entre os homens.

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS