12.4 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022

Entenda a parceria entre a Libertadores e a Crypto.com

Recentemente fechada com a FIFA para ser a patrocinadora oficial da Copa do Mundo de 2022, no Catar, a exchange Crypto.com já aparece presente em outro campeonato de grande importância para os brasileiros, a Libertadores.

Após fechar um contrato exclusivo de patrocínio para estar presente na final da edição 2021 do torneio, disputado no Uruguai entre Flamengo e Palmeiras, a Crypto e a CONMEBOL, percebendo o potencial da parceria, negociaram um acordo ainda mais extenso. Desde novembro de 2021, a empresa líder no ramo de Criptomoedas e a maior entidade de futebol da América Latina, mantém um negócio de patrocínio até a edição 2026 da Libertadores.

Presente desde então em outdoors, placas publicitárias ao redor do gramado e principalmente estampando seu logo no momento da transmissão onde o VAR (Vídeo Assistent Referee) é consultado.

Os números do acordo ainda não são explícitos até hoje, mas especulações na mídia internacional sugerem que no total dos 5 anos de parceria, serão movimentados cerca de 300 milhões de dólares, aproximadamente 1,5 bilhões de reais.

As NFTs da Libertadores

Além das ações de marketing em conjunto, a CONMEBOL e a Crypto.com negociaram e já tem em mãos nos dias de hoje os NFTs da Libertadores.

Os tokens não fungíveis (NFT) que estão associados a história da competição mais importante da América do Sul, podem ser adquiridos através da plataforma exclusiva de tokens que a Crypto possui.

Já dominando o mercado de criptomoedas, a ação com NFTs é vista como o futuro para a Crypto.com, que também deseja dominar esse mercado.

A Crypto.com no mercado dos esportes

Desde 2016 no mundo dos investimentos na web3, a exchange acumula um total de 10 milhões de usuários cadastrados. A entrada no mundo dos esportes, porém, é algo recente.

Mas, apesar de recente, não significa que não esteja causando impacto. Recentemente a Crypto fechou um acordo de 20 anos e 700 milhões de dólares com o Los Angeles Lakers, uma das maiores franquias da NBA. O acordo consiste na compra dos direitos da arena do time, que agora se chama Crypto.com Arena.

Além do basquete, onde também está presente patrocinando o Philadelphia 76sers, a Crypto é patrocinadora oficial da Fórmula 1, do UFC e em breve também será da Seleção Brasileira, em uma ação que promete a criação de criptoativos para a amarelinha.

Prova do foco que a Crypto vem mantendo no esporte, o visando como mercado do futuro, é a declaração do CEO da empresa na época do anúncio da parceria com a CONMEBOL.

“A CONMEBOL Libertadores é o auge do futebol de clubes da América do Sul, este emocionante e lindo esporte, de altos e baixos, que nos seduz como nenhum outro. Nossa pesquisa mostra que a América Latina está liderando o caminho para a adoção de criptomoedas, com 40% dos latinos-americanos dizendo que estão interessados em comprar cripto em um futuro próximo. Naturalmente, estávamos ansiosos em apoiar a competição de futebol de clubes mais importante do continente, aumentando nosso portfólio de patrocínios esportivos de classe mundial”, destacou em anúncio para imprensa, Kris Marszalek.

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS