12.4 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022

São Paulo receberá trilha com 170 km, elaborada pela Prefeitura

Uma trilha de cerca de 170 quilômetros está no planejamento de obras da Prefeitura de São Paulo. A previsão é de que a ponte interligue parques municipais e estaduais da zona sul da capital paulista. O projeto, apossado pela Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, recebe o título de Trilha Interparques, e deve contar com a parceria de outras pastas do Executivo, segundo informações do Estadão.

De acordo com os idealizadoras, essa será a trilha mais extensa para caminhadas e a prática do ciclismo da cidade. Aspectos como vias de terra, em espaços rurais, que necessitam da instalação de sinalizações padronizadas, já incorporam parte do trecho.

“São projetos que acontecem gradativamente”, frisou Anita Martins, Diretora da Divisão de Gestão de Unidades de Conservação da secretaria, acerca do prazo para inserir trajetos de longa distância, em entrevista ao Estadão.

O projeto compreende várias etapas, a começar pela escuta aos moradores e frequentadores da região para delimitar um esboço inicial do trajeto. Distritos como Parelheiros e Marsilac estão previstos para serem interligados a ponto de permitir que as pessoas cheguem até as áreas verdes, represas e reservas naturais.

Inicialmente, é pensado um trajeto circular que adicione a balsa da Ilha do Bororé com o Grajaú, seguindo pelos Parques Naturais Municipais Bororé, Varginha, Itaim e Jaceguava. Posteriormente, o percurso alcança os parques Várzeas do Embu-Guaçu e Cratera de Colônia.

O direcionamento após a interligação desses parques seria rumo à unidade estadual da Serra do Mar Curucutu e passa pela Reserva Natural do Curucutu. Marcelo Mendonça, coordenador dos parques naturais de São Paulo está sob supervisão dessa definição do trajeto provisório.

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS