18.9 C
São Paulo
terça-feira, maio 28, 2024

Neymar e Safadão são flagrados seguindo Prior

Um dos protagonistas da  20ª edição do Big Brother Brasil, Felipe Prior entrou na mira da Justiça de São Paulo, que o condenou a seis anos de reclusão pelo crime de estupro. Após relato da vítima em entrevista ao Fantástico, a repercussão ganhou maior dimensão. Apesar disso, os advogados do arquiteto ainda podem recorrer da decisão.

Com a consolidação da posição da Justiça paulista, nomes de famosos, como por exemplo, o jogador Neymar e o cantor Wesley Safadão também viraram alvos. Isso porque os dois seguem o ex-BBB nas redes sociais.

A vítima contou, em entrevista ao Fantástico, que conheceu Prior durante o colégio, quando estudaram um ano juntos na mesma unidade escolar. Em seguida, ingressaram no curso de arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie, no Centro da capital paulista. Contudo, no dia 8 de agosto de 2014, após aceitar uma carona do ex-BBB, ela conta ter sido vítima de abuso sexual.

“A gente estava voltando da festa, ele deixou primeiro a minha amiga na casa dela. Quando a gente estava indo sentido à minha casa, ele parou o carro no meio da rua, desafivelou meu cinto, começou a me beijar. A rua estava muito escura, já era de madrugada. Ele foi para o banco de trás e me puxou. E eu fui”, recordou Themis (nome fictício usado pela defesa).

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS