26.9 C
São Paulo
domingo, junho 23, 2024

Henry admite depressão após a carreira

Thierry Henry, um dos maiores jogadores da seleção francesa, enfrentou a depressão durante a carreira como jogador. Atualmente treinador do time sub-21 da França, ele confessou que precisou se adaptar ao problema.

“Durante a minha carreira tive depressão. Eu sabia? Não. Fiz alguma coisa em relação a isso? Claro que não. Mas, de alguma maneira, me adaptei. Menti durante muito tempo porque a sociedade não estava preparada para ouvir o que eu tinha para dizer”, contou, em entrevista ao podcast Diário de um CEO.

Além disso, o ex-atleta recordou os momentos de sofrimento durante a pandemia da Covid-19. À época, ele treinava o Montreal, do Canadá, e chorava todos os dias.

“A maior pressão da minha carreira foi colocar um sorriso no rosto do meu pai. Foi a coisa mais difícil que tive que fazer na minha vida. Um dia meu time ganhou e eu marquei seis gols. Estávamos no carro em silêncio. Pensei: ‘devo falar ou não?’. Ele me perguntou: ‘Está contente?’. Disse que sim. E ele disse: ‘Sim, mas não devia, porque perdeu aquele gol, errou aquele cruzamento…’”, acrescentou.

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS