19.4 C
São Paulo
quinta-feira, abril 18, 2024

Governo cobra extradição de rei da máfia italiana

Conhecido como parceiro do ‘rei da cocaína’, Vincenzo Pasquino deve ser extraditado do Brasil rumo à Itália. Preso no país desde maio de 2021, ele teve seu nome noticiado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ao Ministério da Justiça. Integrante da máfia calabresa ‘Ndrangheta’, ele é tido como um dos membros mais perigosos.

Em dezembro de 2022, Pasquino teve sua extradição autorizada pelo STF. Todavia, o alvo entrou com um pedido de refúgio no Brasil. Desde então, o processo ficou suspenso. Por decisão unânime, o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), ligado ao Ministério da Justiça, negou a solicitação de refúgio. As informações são do jornal O Globo.

Conforme a decisão, o processo de extradição à Itália foi retomado. “Oficie-se ao Ministério da Justiça e Segurança Pública sobre o deferimento do pedido de extradição , para que adote as providências necessárias à entrega do súdito estrangeiro às autoridades italianas”, detalhou Moraes no despacho citado no último dia 16 de fevereiro.

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS