Cantora conta "segredo" em programa nos EUA (Foto: Reprodução/Facebook)

Fora dos Trilhos

Além da possibilidade de voltarem aos palcos, as Spice Girls anunciaram uma novidade na terça-feira, 27: elas foram convidadas para o casamento do príncipe Harry com a atriz americana Meghan Markle. A festa está marcada para 19 de maio, no castelo de Windsor, em Londres.

Em entrevista ao programa "The Real", talk show dos Estados Unidos, a cantora Mel B contou que as cinco Spice Girls foram convidadas para cantar na cerimônia. "Não sei se deveria ter dito isso, mas...", brincou a cantora. "Por que sou tão sincera?". Apesar disso, não há anúncio oficial confirmando a presença das cantoras na cerimônia.

Em novembro de 2017, uma notícia do jornal inglês The Sun  levantou a possibilidade do grupo britânico lançar um novo álbum. Elas estariam organizando o retorno, mas a dificuldade seria conciliar a agenda das cinco integrantes.

O grupo, formado por Emma Bunton, Victoria Beckham, Geri Halliwell, Mel B e Mel C nasceu em 1994, fez sucesso ao redor do mundo com hits como "Wannabe" e teve uma pausa em 2000. Elas fizeram uma nova turnê entre 2007 e 2008, e até então estiveram separadas. A última apresentação das artistas foi nas Olimpíadas de Londres, em 2012.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Modelo é reeditado e propõe ocupar o posto de sedã automático de entrada da linha Chevrolet (Foto: Divulgação)

Opinião

O novo Prisma Advantage chega às concessionárias Chevrolet com visual atualizado e configuração inédita para manter-se fiel a sua essência: ser um sedã que reúna os itens mais valorizados pelo consumidor do segmento dentro da melhor relação custo-benefício.

“Nossas pesquisas revelaram que o consumidor, neste momento, carecia de um sedã automático moderno, porém mais acessível. Foi isso que norteou o desenvolvimento do novo Prisma Advantage 1.4 ECO”, declara Hermann Mahnke, diretor de marketing da GM. A transmissão automática é o item de conforto que ganha mais relevância, e o Prisma Advantage amplia o acesso a essa tecnologia por ser a opção de sedã mais em conta no portfólio Chevrolet.

prism advantage 3

Carro possui motor flex 1.4 ECO de até 106V e transmissão automática de até 6 velocidades (Foto:divulgação)

O Prisma Advantage traz os itens de conveniência e segurança considerados prioritários, como ar-condicionado, direção elétrica progressiva, sistema de áudio com bluetooth, travas, retrovisores externos e vidros dianteiros com acionamento elétrico, além regulagens de altura do volante, cinto e banco do motorista. Sistema Ixofix e Top Tether para fixação de cadeirinha infantil, alerta de baixa pressão dos pneus, alerta de esquecimento dos faróis acesos, alerta de não utilização do cinto de segurança, duplo airbag e freios ABS com EBD também fazem parte de um pacote único.

O Prisma Advantage diferencia-se pelas calotas escurecidas aro 15, pelos adesivos de coluna e as capas dos retrovisores externos em preto brilhante, além do emblema com nome da versão nas portas dianteiras. O interior predominantemente escuro replica o mesmo acabamento contemporâneo do exterior. A carroceria traz quatro opções de cores: cinza, branco, preto ou prata. 

Torcida do Wigan invade o campo e argentino se desentende com um fã do time da terceira divisão do Inglês (Foto: Reprodução/Twitter)

Futebol

O astro argentino Sergio "Kun" Aguero foi provocado e partiu para cima de um torcedor do Wigan, nesta segunda-feira (19), após o Manchester City perder por 1  a 0 e ser eliminado nas oitavas de final da Copa da Inglaterra.
 
Os comandados de Pep Guardiola, que lideram a Premier League, caíram para uma equipe que disputa a terceira divisão do Campeonato Inglês.
 

O autor do gol da vitória que consumou a zebra foi o atacante norte-irlandês Will Grigg, que ficou mais conhecido depois de ter sido homenageado com uma música pela torcida irlandesa em 2016 que virou hit na última edição da Eurocopa, disputada na França. A letra da música dizia "Will Grigg is on fire", algo como "Will Grigg está quente/fervendo".

Depois da partida, a torcida do Wigan invadiu o gramado e comemorou com os jogadores como se fosse um título a classificação épica às quartas de finais do torneio, fase em que enfrentará o Southampton. Foi neste momento que um fã do time da terceira divisão tirou Aguero do sério. O argentino teve que ser contido para não agredir o torcedor. 

É possível dizer que o Wigan tem sido uma pedra no caminho do Manchester City na Copa da Inglaterra, já que, além de eliminar o time de Guardiola nesta segunda-feira, já havia eliminado o clube em 2014, e derrotado a equipe de Manchester na grande final em 2013. 

Se está fora da Copa da Inglaterra, o Manchester City ainda tem boas possibilidades de conquistar três títulos nesta temporada: o Campeonato Inglês, que lidera com folga - tem 16 pontos a mais que o Manchester United, segundo colocado - a Liga dos Campeões, em que está quase garantido nas quartas de final após golear o Basel na Suíça por 4 a 0, no jogo de ida das oitavas, e a Copa da Liga Inglesa, torneio no qual é finalista e decide o título contra o Arsenal no próximo domingo. 

O JOGO

Com a bola rolando, o Manchester City, como na grande maioria de suas partidas, liderou a posse de bola com sobras - 82% contra 18% do time da casa - mas não transformou o grande volume de jogo em gols, pecando nas finalizações. Na melhor oportunidade, das 15 tentativas, o goleiro do Wigan defendeu chute cruzado e rasteiro de Agüero.

Como esperado, a proposta do Wigan foi de se fechar atrás e se organizar para sair nos contra-ataques ou aproveitar os erros do adversário. Em um deles, a zaga do City saiu jogando errado, Will Grigg roubou a bola, driblou Stones dentro da área, mas bateu na rede pelo lado de fora. 

A partida começou a se desenhar de outra forma quando Delph fez falta violenta em Power e foi expulso no final da primeira etapa O juiz indicou que daria o amarelo, mas mudou de ideia e apresentou o vermelho ao lateral. O lance gerou discussão ríspida entre os técnicos Guardiola e Paul Cook, na beira do gramado, logo após o apito do árbitro, encerrando a primeira etapa.

Com um a mais, o Wigan cresceu na partida e pôde se defender melhor das investidas do City. A estratégia de tentar aproveitar os erros do time visitante continuou e deu resultado aos 33 minutos do segundo tempo, quando Will Grigg aproveitou falha do zagueiro Walker e bateu colocado, no canto esquerdo de Claudio Bravo, para fazer o gol da classificação do Wigan. Com sete gols, Grigg é o artilheiro da Copa da Inglaterra.

No final, o meia belga De Bruyne, principal jogador do City na temporada, entrou na equipe na vaga de David Silva mas não foi capaz de mudar o resultado. O Wigan se defendeu bravamente e saiu de campo com a classificação heroica para a próxima fase da Copa da Inglaterra.

Jonny Evans é um dos atletas envolvidos no furto (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

Quatro atletas do West Bromwich, lanterna da Premier League, furtaram um táxi em Barcelona após comer no McDonald's, na última quarta-feira (14) segundo informações do site português Record. 

De acordo com a publicação, os jogadores pediram um táxi no hotel para ir até a lanchonete. Quando retornaram ao veículo, encontraram-no vazio e  com a chave na ignição, pois o motorista também havia saído para comer. Então, tiveram a ideia de dirigir o carro até o hotel.

O próprio clube identificou os quatro jogadores responsáveis pelo furto: Jonny Evans, Gareth Barry, Jake Livermore e Boaz Myhill.Eles utilizaram o site oficial do West Bromwich para pedir desculpas ao restante do elenco, à torcida, ao técnico e aos dirigentes pela atitude. 

A equipe é a última colocada do Campeonato Inglês, com 20 pontos, e volta a campo pela competição no dia 24 de fevereiro, quando recebe o Huddersfield. A delegação foi a Barcelona para uma semana de treinamentos.  

Gravação foi encontrada na semana passada (Foto: Reprodução/Facebook)

Fora dos Trilhos

Uma gravação perdida da cantora inglesa Amy Winehouse com 17 anos foi divulgada na última segunda-feira, 26, na Inglaterra e ganhou o noticiário britânico. A versão da música "My Own Way", de 2001, foi encontrada pelo músico Gil Cang.

Também produtor musical, Cabg gravou a registrou a versão em 2001, quando Amy foi ao seu estúdio em Londres. Ele comentou que escreveu a música com James McMillan e que a cantora buscava acordos com gravadoras naquela época.

Em entrevista ao "Camden New Journal", Cang disse que o pop vivia um momento difícil antes da ascensão de Amy, com artistas de talento duvidoso fazendo sucesso. "Havia muitas bandas terríveis, e nós precisávamos fazer algo. Amy entrou, abriu a boca e simplesmente nos impressionou", disse. "Ficamos de queixo caído com o seu talento".

 

Cang disse ter encontrado a gravação na semana passada e quis compartilhá-la para que mais pessoas pudessem ouvir. Depois de anos enfrentando problemas com as drogas, Amy morreu aos 27 anos em sua casa em Londres, no dia 23 de julho 2011.

 

Música se diz surpreso por Fergie não continuar no grupo (Foto: Reprodução/Facebook)

Fora dos Trilhos

O cantor Will.i.am deu fim às especulações a respeito da permanência da cantora Fergie no grupo Black Eyed Peas em entrevista dada ao Daily Star no último domingo.

"Nós somos um trio agora. Eu não sei por que Fergie não está no projeto. Você terá que perguntar isso à Fergie", contou. "Vocês sabem que somos capazes de fazer isso sem a Fergie", continuou.

Ele também falou a respeito da possibilidade de Nicole Scherzinger, conhecida por seu trabalho à frente do Pussycat Dolls, substituí-la: "Nós temos um grupo de conversa chamado Família Black Eyead Peas. Ele não tem nada a ver com fazer música ou ganhar dinheiro. É sobre amizade. Somos nós três [Will, Apl.de.ap e Taboo] e Nicole. É sobre família. Nicole é Black Eyed Peas. Ela é família."

No ano passado, após rumores de que teria confirmado a saída de Fergie do grupo, chegou a negar a informação: "Mentiras. Fergie está focada no Double Dutchess e o Black Eyed Peas está fazendo o Masters of the Sun. Isso não significa que Fergie esteja fora do grupo".

Katy Perry fará turnê no Brasil em breve (Foto: Reprodução/ Facebook)

Fora dos Trilhos

Em pleno carnaval, a cantora norte-americana Katy Perry revelou em seu Instagram que havia batido um papo, por meio de uma ligação em vídeo, com a brasileira Gretchen, estrela de um dos seus vídeos - o que apresenta a letra da música "Swish Swish", parceria com a rapper Nicki Minaj.

"Curtindo com minha rainha", escreveu Katy Perry na imagem, acompanhada das clássicas palavras em português que ela aprendeu com os fãs brasileiros: "morta" e "linda". 

Procurada pela reportagem, Gretchen nega que o papo tenha sido para combinar uma participação nos shows de Katy Perry no Brasil, como começou a ser especulado por fãs logo após a publicação da imagem. No dia 17 de março, a cantora americana se apresenta do Allianz Parque, em São Paulo, com a turnê do seu mais recente álbum, "Witness". Katy Perry realiza ainda shows em Porto Alegre, no dia 14, e no Rio de Janeiro, no dia 18. 

"Foi uma conversa informal, muito alegre e tranquila. Conversamos sobre nossa admiração uma pela outra", revelou Gretchen sobre o papo. Ainda segundo a brasileira, as duas, porém, deixaram, "previamente acertado", que vão se encontrar no Brasil. 

De acordo com Gretchen, o papo entre as duas foi gravado pelo programa Fantástico, da Rede Globo, e deverá ser exibido em breve.

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Alckmin é o candidato que mais tem batido na polarização (Foto: José Cruz/ABR/Fotos Públicas)

Nacional

A polarização da disputa presidencial entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) nas eleições 2018, indicada pelas recentes pesquisas de intenção de voto Ibope e Datafolha, tem feito adversários subirem o tom contra os candidatos que lideram a corrida em seus programas de TV e rádio. Nos programas que foram ao ar nesta quinta-feira, 20, os presidenciáveis Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB) fizeram ataques diretos a Bolsonaro e Haddad. "De um lado, a turma de vermelho, que quer o fim da Lava Jato para encobrir o maior caso de corrupção da história; do outro, a turma do preconceito, da intolerância e do ódio a tudo e todos", diz o tucano no programa. Alckmin ainda disse que o Brasil já elegeu "um poste vermelho", em referência a Dilma Rousseff (PT), sucessora indicada por Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e que não pode entrar "de novo em uma aventura, de um candidato que se diz o novo", em referência a Fernando Collor (hoje no PTC, que foi presidente pelo PRN). Já Meirelles apostou no discurso de que o Brasil precisa de um governo que imponha confiança. Com recortes de jornais em que mostra notícias relacionadas a Bolsonaro e ao PT, disse que ninguém confia em gente "desequilibrada" ou "corrupta". "Confiança é a chave que abre todas as portas", diz Meirelles. "Quando você pede uma indicação para cuidar dos seus filhos, você pergunta se a pessoa é de confiança. A mesma coisa acontece com o País. As empresas precisam confiar no governo para fazer investimentos, criar empregos. Ou você acha que vão confiar num governo de alguém despreparado, desequilibrado ou corrupto? Claro que não." Terceiro colocado nas pesquisas, Ciro Gomes (PDT) mostrou seu currículo e da proposta de limpar o nome de pessoas negativadas no SPC e Serasa. Atual quinta colocada nos levantamentos, Marina Silva (Rede) falou sobre fazer investimentos na saúde e na educação, ao lado de seu vice Eduardo Jorge (PV).

Mesmo no hospital, presidenciável mantém declarações em tom de campanha (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião

Há exatos 13 dias Jair Bolsonaro foi transferido da Santa Casa de Juiz de Fora (MG) para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Mas, apesar de um susto aqui e outro ali, o presidenciável está bem ativo, como demonstram os boletins médicos e sua assídua presença nas redes sociais. Ontem, o candidato do PSL agiu rápido e buscou contornar uma declaração de Paulo Guedes, seu conselheiro econômico e nome escolhido para ocupar o Ministério da Fazenda, em caso de vitória do ex-militar. Guedes propôs a criação de um tipo de CPMF, a partir da qual o cidadão pagaria uma taxa sobre qualquer movimentação bancária, que seria destinada ao financiamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Mas, via Twitter, Bolsonaro destacou que sua equipe “trabalha para a redução de carga tributária, desburocratização e desregulamentações. Chega de impostos é nosso lema! Somos e faremos diferente. Esse é o Brasil que queremos”. O posicionamento do candidato vai ao encontro do que pede a sociedade brasileira, que sente o peso de viver no país com a maior carga tributária de toda a América Latina e Caribe. Em 2016, por exemplo, tudo que as três esferas de governo arrecadaram equivaleram a 32,38% do PIB, depois de subir por dois anos consecutivos. Mas, de fato, o novo presidente terá de encarar a questão fiscal do País, que todos comentam, mas que ninguém até agora conseguiu resolver. E o sucessor de Temer não estará imune a isso, pois herdará uma casa desorganizada. Portanto, a ele caberá construir acordos visando a, entre outras coisas, alcançar a estabilidade fiscal. Aumentar impostos pode ser um caminho necessário e o mais fácil. No entanto, não será possível fechar os olhos a temas espinhosos, como previdência, funcionalismo, salário mínimo e, claro, reforma tributária, que certamente, fazem parte da solução.

Ciro Gomes diz rejeitar estratégia e que o “voto útil é um insulto à experiência popular” (Foto: Leo Canabarro/Fotos Públicas)

Opinião

Em muitas eleições há o candidato ideal e o útil. E, nesta, muitos apostam que, no final, o eleitor que ainda não tem o voto consolidado ou que teme um segundo turno polarizado entre PT e Jair Bolsonaro abra mão da paixão, ideologia, apreço ou preferência por determinado candidato (que não tem chance de vencer) e faça uma escolha estratégica e tática na tentativa de evitar a vitória daquele a quem rejeita. Ciro Gomes disse abrir mão desta possibilidade. Segundo ele, “voto útil é insulto à experiência popular”, e disse querer ser eleito por aqueles que o consideram uma saída para o Brasil e não por quem “não queria votar em outro”. Mas esse não é pensamento do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que tenta atrair o eleitorado de João Amoêdo (Novo), Henrique Meirelles (MDB), Álvaro Dias (Podemos) e também de Marina Silva (Rede), ao mesmo tempo que faz um chamamento ao voto anti-PT e fustiga a candidatura de Bolsonaro. “A nossa percepção é que Haddad vai para o segundo turno. Já o voto em Bolsonaro não está cristalizado”, disse João Carlos Meirelles, conselheiro próximo de Alckmin, aparentemente alheio às pesquisas, que mostram que os eleitores de Bolsonaro são os mais convictos. Cerca de 70% deles dizem que não mudará sua decisão ou que a escolha é “firme”, segundo o penúltimo Ibope (11 de setembro), número levemente superior ao de Haddad. Mas a estratégia de atacar pesadamente o ex-capitão do Exército e líder nas pesquisas não é consenso nem entre aqueles que conduzem a campanha de Alckmin. Uma ala da coligação quer que os ataques mirem apenas o PT, e não no candidato do PSL. E mesmo Marina briga por seu lugar ao sol. Depois de perder terreno, a acreana vem se colocando como aquela capaz de fazer um governo de transição, com duração de apenas quatro anos e sem direito a reeleição. Se estes discursos vão funcionar é o que se verá nos próximos dias. O certo é que ainda existe um amplo segmento insatisfeito com mais uma eleição marcada pela radicalização e polarização, que sonha com um nome de consenso e capaz de trazer normalidade ao País. Isso seria bastante útil, mas, aparentemente, está cada vez mais difícil.

Candidatos com ideias opostas crescem em pesquisa (Fotos: Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação e Paulo Lopes/AE)

Nacional

O crescimento de Fernando Haddad (PT) na semana que foi oficializado como candidato do PT à Presidência aumentou as chances de um segundo turno entre Jair Bolsonaro (PSL) e o petista, afirma a diretora executiva do Ibope Inteligência, Marcia Cavallari. Na pesquisa divulgada pelo instituto nesta noite de terça-feira, 18, Haddad cresceu 11 pontos em relação ao levantamento apresentado no último dia 11, indo de 8% para 19% das intenções de voto e se isolando em segundo lugar. Bolsonaro continua liderando o cenário, com 28% - ele tinha 26% há uma semana. "Com esse crescimento de Haddad, a probabilidade de haver segundo turno entre ele e Bolsonaro aumentou significativamente, embora não se possa descartar totalmente outros cenários", disse Marcia Cavallari ao Estadão/Broadcast Político. No cenário em que os dois se enfrentam na segunda etapa da eleição, há um empate: 40% a 40%. O Ibope ouviu 2.506 eleitores de 16 a 18 de setembro em 177 municípios. A margem de erro estimada é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-09678/2018.
Ainda não possui um cadastro? Registre-se

ou

Articulistas

Colunistas

Luiza Trajano, do Magazine Luiza, é uma das maiores representantes do empoderamento feminino no Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)

Opinião

Mesmo no hospital, presidenciável mantém declarações em tom de campanha (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião

Temos que preparar os jogadores para a vida, pois poucos vão conseguir fazer sucesso no futebol (Foto: Reprodução/Instagram)

Opinião

Ciro Gomes diz rejeitar estratégia e que o “voto útil é um insulto à experiência popular” (Foto: Leo Canabarro/Fotos Públicas)

Opinião