24.8 C
São Paulo
segunda-feira, fevereiro 26, 2024

Empresa ajuda alunos de medicina que tiveram golpe de colega em festa

Um grupo de alunos foi fortalecido com a ajuda de uma empresa de formatura, denominada ÁS Formaturas, para conseguir a comemoração de anos de suor e determinação. Nesta segunda-feira (23), após uma reunião com o Procon-SP, a companhia prometeu isentar estudantes do prejuízo de R$ 927 mil em função do desvio do dinheiro do evento.

A princípio, de acordo com informações publicadas pelo portal g1, a suspeita, identificada como Alicia Dudy Muller Veiga, de 25 anos, presidente da comissão de formatura de medicina da Universidade de São Paulo (USP), foi responsável por cometer o crime

No mais, a empresa também concordou em bancar, junto a fornecedores, o mesmo ambiente de estrutura da festa que havia sido contratada. Ainda conforme a publicação, Guilherme Farid, chefe de gabinete do Procon-SP, relatou em entrevista coletiva que o vínculo contratual entre as partes foi decretado em 2019.

Todavia, a pessoa jurídica que fechou a negociação, que equivale a uma associação dos formandos, jamais foi registrada. Em resumo, a empresa possui um prazo de 15 dias para contatar cada aluno num total de 130 alunos envolvidos e entregar a proposta.

Como em vários casos, das mais de 100 pessoas com interesse no evento, quem deliberava em cima dos valores era um grupo formado por 20 pessoas, cujo qual as comunicações eram realizadas via WhatsApp.

Por fim, caso os alunos aceitem o plano, o Procon-SP acompanhará o caso. Contudo, se forem comprovados ao término de todo o processo problemas referentes com a empresa, uma multa avaliada em até R$ 12 milhões tende a ser aplicada. No último domingo (22), os estudantes apresentaram um meio para adquirir doações online.

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS