21.4 C
São Paulo
quinta-feira, maio 23, 2024

Bolsonaro investiu metade do previsto para indígenas na pandemia

O governo de Jair Bolsonaro está sendo ‘acusado’ de ter investido somente 50% do orçamento empenhado para aquisição de medicamentos, insumos e equipamentos de proteção individual (EPI). A iniciativa envolve a propagação da Covid-19, entre indígenas de 2020 a 2021. Os dados são compreendidos pelo relatório do TCU (Tribunal de Contas da União).

Nesse sentido, dos R$ 31,1 milhões autorizados e reservados para o pagamento, somente aproximadamente R$ 15,3 milhões foram pagos – 49% do total. Esses números são os dados levantados pelo TCU. Por consequência, a execução é inferior ao que deveria ser a devida entrega dos materiais e assistência aos povos, de acordo com informações publicadas pelo portal Uol.

Realizada com base nas aquisições da Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena), conectada ao Ministério da Saúde, a auditoria compreendeu o enfrentamento à pandemia. Dentro do parecer da Comissão Parlamentar de Inquérito, interna a CPI do coronavírus, o governo Bolsonaro foi acusado de genocídio indígena.

LEIA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS