Onix 2015 teve um desempenho favorável nas vendas de seminovos no mercado nacional (Foto: Divulgação)

Economia

O valor de mercado do Chevrolet Onix ano 2015 permaneceu quase que estável no último ano no Brasil. Segundo levantamento da plataforma AutoAvaliar, o modelo da General Motors teve uma desvalorização de 0,09% entre 2016 e 2017, período em que foi negociado no País a um preço médio de R$ 35 mil.

O Fiat Uno Vivace 2015 e o Renault Sandero 2012 tiveram variação de desvalorização do preço de 0,12% e 0,31%, respectivamente.

“O fato de um veículo seminovo praticamente não se desvalorizar de um ano para outro deixa o consumidor mais confortável para comprar um automóvel usado”, explicou J.R. Caporal, presidente da AutoAvaliar.

O comércio eletrônico de seminovos no Brasil movimentou cerca de R$ 20 bilhões em 2017. De janeiro até dezembro do ano passado, foram vendidos cerca de 96 mil veículos no pregão on-line da empresa, uma venda a cada cinco minutos.

Dez veículos seminovos que menos perderam valor de mercado entre 2016 e 2017

MARCA......................................... MODELO..................................... ANO............................... PERCENTUAL

CHEVROLET...................................... ONIX........................................ 2016............................................0,09%

FIAT............................................ UNO VIVACE.................................. 2015............................................ 0,12%

REANULT...................................... SANDERO.................................... 2012........................................... 0,31%

VOLKSVAGEN................................ VOYAGE..................................... 2014........................................... 0,43%

PEUGEOT........................................... 206......................................... 2008............................................ 1,86%

FIAT.................................................. TORO....................................... 2016............................................ 0,21%

FORD................................................... KA.......................................... 2016............................................ 0,63%

HYUNDAI....................................... TUCSON..................................... 2016............................................ 0,34%

FIAT................................................ STRADA..................................... 2011............................................ 1,27%

VOLKSVAGEN....................................GOL.........................................2011..............................................2,57%

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Fiest ST 2018, que é a 3º geração do modelo, possui um sistema que melhora o desempenho nas curvas (Foto: Divulgação)

Opinião

O novo Fiesta ST vai ser lançado no mercado europeu no segundo trimestre deste ano. A Ford revelou detalhes do modelo, que conta com tecnologias sofisticadas voltadas ao desempenho e prazer de dirigir.

Além de suspensão traseira com molas de força vetorial, inovação patenteada pela Ford, o hatch oferece diferencial de escorregamento limitado e controle de arrancada como opcionais.

Com novo motor EcoBoost 1.5 de três cilindros, de 200 CV, o esportivo acelera de 0 a 100 km/h em 6,5 segundos e chega à máxima de 232 km/h. Ele usa uma tecnologia de desativação de cilindros para reduzir o consumo e as emissões e conta com válvula de escapamento ativa para amplificar o ronco do motor.

Os três modos de direção – normal, esporte e pista – dão flexibilidade ao veículo, fazendo o melhor ajuste do motor, da direção e dos controles de estabilidade, tração e torque vetorial para cada condição de uso.

O novo Fiesta ST tem também tecnologias de assistência, como controle de cruzeiro adaptativo, assistente de manutenção na faixa e reconhecimento de sinais de trânsito, além de central multimídia Sync 3 com tela de 6,5 ou 8 polegadas e som premium B&O Play. Seu design renovado inclui rodas de 17 ou 18 polegadas, bancos esportivos Recaro e volante de base reta.

“Os fãs de hatches esportivos esperam grandes coisas desse compacto. Nós aplicamos no novo Fiesta ST o que aprendemos com os recentes modelos da Ford Performance, incluindo o Focus RS e o Ford GT, para ser a referência em prazer de dirigir no segmento”, diz Leo Roeks, diretor da Ford Performance na Europa.

O Fiesta ST de terceira geração é o primeiro a oferecer o escorregamento limitado Quaife, que aumenta o controle em curvas, limitando a distribuição de torque para a roda que tiver a tração reduzida. Ele atua junto com o controle de torque vetorial, que reduz o subesterço aplicando os freios na roda dianteira interna em curvas.

NovoFiestaST 2 dIVULGAÇÃO

(Carro vai ser lançado no segundo semestre Foto: Divulgação)

Mustang chega para pré-venda (Foto: Divulgação)

Opinião

O primeiro lote comercial do Mustang chegou ao Brasil com unidades destinadas aos clientes que adquiriram o veículo no programa de pré-venda. O desembarque aconteceu no terminal portuário privativo da Ford no Canal de Cotegipe, na Bahia, responsável pelas operações logísticas da empresa no País.

Após os trâmites legais de desembaraço aduaneiro, os carros foram para os distribuidores Ford, onde serão feitas as preparações de entrega para os clientes a partir do final de março. Produzido na avançada fábrica de Flat Rock, no Estado de Michigan, nos Estados Unidos, para todos os mercados globais, o Mustang está sendo trazido oficialmente ao Brasil pela primeira vez em seus mais de 50 anos.

Oferecido na versão topo de linha GT Premium, o novo Mustang faz jus à fama de alto desempenho e inovação. É equipado com motor V8 5.0 de 466 CV, nova transmissão automática de dez velocidades e pacote de alta performance. Para atender o estilo de cada comprador, conta com 11 opções de cores: branco Ártico, preto Astúrias, vermelho Arizona, cinza Moscou, azul Creta, azul Belize, prata Dublin, vermelho Vermont, amarelo Silverstone, laranja Daytona e vermelho Bucareste.

Mustang Porto 1

Guardando expectativas, linha chega no nordeste (Foto: Divulgação)

Liderança na linha top desde dezembro

Desde o início da pré-venda, em dezembro, o Mustang lidera com folga o segmento de veículos esportivos e esportivos premium no Brasil, com mais de 200 unidades comercializadas até fevereiro. O programa, feito por meio do site www.mustangford.com.br, continua aberto até o final de março. Como presente especial para marcar a iniciativa, os primeiros compradores do Mustang também estão recebendo da Ford um capacete exclusivo assinado pelo lendário piloto Dan Gurney, da Nascar e da Indy.

Modelos serão visto pelas ruas em breve

“Este é um lançamento histórico, que faz valer a pena espera para ter o Mustang no Brasil. Em breve, será possível ver os primeiros exemplares nas ruas, mudando a paisagem com seu espírito de liberdade e emoção”, afirmou Fernando Pfeiffer, gerente de Produto da Ford.

Inovador - Design de caráter esportiva e personalidade própria, sem abrir mão de amplo espaço interno (Foto: Divulgação)

Opinião

Arrojado, moderno, espaçoso, refinado e inovador. Estas foram algumas das expressões utilizadas para definir o novo Fiat Cronos pelas primeiras pessoas que conheceram o modelo de perto durante as clínicas com compradores de sedãs compactos, realizada recentemente pela Fiat Chrysler Automobiles (FCA).

Esses adjetivos foram concedidos ao Fiat Cronos com justiça. A começar pelo design das linhas dinâmicas que percorrem e unificam os elementos da carroceria. A dianteira se destaca por traços fortes, com aspecto musculoso, e capô alongado, estilo típico de modelos esportivos. Essa característica é reforçada pelos faróis, que invadem as laterais com uma assinatura em LED, e é complementada pela grade com elemento central cromado, que demonstra o refinamento do sedã.

As laterais revelam uma superfície vigorosa que se conecta harmonicamente à traseira alta e ampla, com lanternas em LED e desenho angulado. A tampa abriga um dos maiores porta-malas da categoria, com 525 litros de capacidade.

O design do Fiat Cronos é envolvente, estimulante, moderno e cheio de personalidade. O Cronos traduz um novo tempo para o desenho dos sedãs no mercado brasileiro. O estilo arrojado aliado à sofisticação se reflete no interior, com espaço e modernidade. O olhar é atraído para o sistema multimídia Uconnect Touch de 7 polegadas, em estilo flutuante como um tablet e compatível com Apple CarPlay e Android Auto, de série em quatro das cinco versões, permitindo acessar Waze e WhatsApp, entre outros aplicativos. O equipamento pode ser controlado a partir do volante multifuncional.

Este, porém, é apenas o abre-alas do pacote tecnológico que abraça o novo Fiat Cronos. A lista é grande, mas pode-se destacar o iTPMS – sensor de pressão dos pneus, outro item de série em todas as versões –, o quadro de instrumentos com display digital de sete polegadas em alta definição, o sistema Start&Stop para economia de combustível, partida por botão sem chave, espelhos retrovisores externos com rebatimento elétrico, tilt down e puddle lamps (luzes de cortesia que iluminam o piso à frente das portas), sensores de chuva, crepuscular e ofuscamento, ar-condicionado automático digital, câmera de ré com linhas dinâmicas, sensor de estacionamento, direção elétrica e o sistema de partida a frio sem tanquinho.      

CRONOS PRECISION 1

O estilo arrojado aliado à sofisticação se reflete no interior, com espaço e modernidade (Foto: Divulgação)

 

 

Motorização

São duas opções de motorização flex (1.3 Firefly e 1.8 E.torQ EVO) e três de transmissão (manual, GSR Comfort automatizada e automática de 6 marchas). No quesito segurança, o Fiat Cronos traz um novo tempo para o segmento. O moderno sedã da Fiat oferece air bags laterais, ESC (controle eletrônico de estabilidade), TC (controle de tração), HH (Hill Holder) e sistema Isofix de fixação para cadeirinhas infantis. 

Preços de lançamento

Cronos 1.3: R$ 53.990
Drive 1.3: R$ 55.990
Drive 1.3 GSR: R$ 60.990
Precision 1.8: R$ 62.990
Precision 1.8 AT6: R$ 69.990

Modelo é reeditado e propõe ocupar o posto de sedã automático de entrada da linha Chevrolet (Foto: Divulgação)

Opinião

O novo Prisma Advantage chega às concessionárias Chevrolet com visual atualizado e configuração inédita para manter-se fiel a sua essência: ser um sedã que reúna os itens mais valorizados pelo consumidor do segmento dentro da melhor relação custo-benefício.

“Nossas pesquisas revelaram que o consumidor, neste momento, carecia de um sedã automático moderno, porém mais acessível. Foi isso que norteou o desenvolvimento do novo Prisma Advantage 1.4 ECO”, declara Hermann Mahnke, diretor de marketing da GM. A transmissão automática é o item de conforto que ganha mais relevância, e o Prisma Advantage amplia o acesso a essa tecnologia por ser a opção de sedã mais em conta no portfólio Chevrolet.

prism advantage 3

Carro possui motor flex 1.4 ECO de até 106V e transmissão automática de até 6 velocidades (Foto:divulgação)

O Prisma Advantage traz os itens de conveniência e segurança considerados prioritários, como ar-condicionado, direção elétrica progressiva, sistema de áudio com bluetooth, travas, retrovisores externos e vidros dianteiros com acionamento elétrico, além regulagens de altura do volante, cinto e banco do motorista. Sistema Ixofix e Top Tether para fixação de cadeirinha infantil, alerta de baixa pressão dos pneus, alerta de esquecimento dos faróis acesos, alerta de não utilização do cinto de segurança, duplo airbag e freios ABS com EBD também fazem parte de um pacote único.

O Prisma Advantage diferencia-se pelas calotas escurecidas aro 15, pelos adesivos de coluna e as capas dos retrovisores externos em preto brilhante, além do emblema com nome da versão nas portas dianteiras. O interior predominantemente escuro replica o mesmo acabamento contemporâneo do exterior. A carroceria traz quatro opções de cores: cinza, branco, preto ou prata. 

Veículo tem condições especiais de compra até domingo (Foto: Divulgação)

Cidade

A Ford promove entre esta sexta-feira,16, e domingo, 18, um feirão com os distribuidores da sua rede no Brasil. O evento traz ofertas do Ka hatch e sedã, do New Fiesta hatch e do EcoSport linha 2018.

Além de financiamento em 36 meses com taxa zero, a marca também vai oferecer a primeira revisão grátis para os clientes na compra desses modelos.

A principal oferta do feirão é o Ka 1.0 S com preço à vista de R$ 39.990, ou financiado com entrada mais 36 parcelas de R$ 364. Equipado com motor 1.0 TiVCT de 85 cv, ele já vem com direção elétrica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, abertura elétrica do porta-malas e compartimento My Ford Dock para fixação do celular no painel com entrada USB para carregamento. A linha oferece também as versões SE, SE Plus, SE Tecno, Trail e SEL, com a opção do motor 1.5.

Ícone dos SUVs, o EcoSport está disponível nas versões SE Direct, SE, FreeStyle e FreeStyle Plus com o novo motor 1.5 Flex de 137 CV e transmissão manual ou automática, além da Titanium 2.0 Automática e a nova Storm 2.0 AWD Automática, com tração integral e estilo inovador.

O New Fiesta, hatch premium com design esportivo, também estará no feirão com as versões SE, SE Style, SE Plus, SEL, Titanium e Titanium Plus, equipadas com motor 1.6 Sigma, e SEL Style EcoBoost com o premiado motor turbo de 125 cv.

“Março é o mês em que o consumidor sai para buscar seu carro zero-quilômetro. Estamos aproveitando esse momento para trazer uma oferta especial, com a tranquilidade da primeira revisão grátis e a segurança da taxa zero”, diz Bruno Venditti, gerente de Marketing de Varejo da Ford.  

No dia 16 de dezembro acontece, pela primeira vez no Brasil, o Monster Jam, maior e mais famoso evento de big foots do mundo. A competição, que acontece em São Paulo, na Arena Corinthians, apresenta os caminhões mais reconhecidos do mundo, dirigidos por pilotos experientes, que sempre buscam impressionar o público. Durante o show, os espectadores vão ver de perto os carros voarem pelas pistas customizadas, cheias de obstáculos, e diversas manobras como “Backflip”, quando o caminhão faz um giro de 360° no ar, partindo de um obstáculo vertical; “Donut”, movimentos de giros em círculos; “Wheelie” em que o piloto dirige o caminhão apenas com as rodas traseiras no chão, mantendo as dianteiras suspensas no ar; entre outras.

 

Voltado para toda a família, o Monster Jam traz ao Brasil os mais famosos caminhões da categoria, como Grave Digger, Max-D, El Toro Loco, Monster Mutt Dalmatian, Alien Invasion, Zombie e New Earth Authority (NEA). Além de curtir o evento, o público poderá votar em cada performance realizada pelos veículos no portal Judges Zone. No dia do show os participantes receberão um código e, ao incluí-lo no site, terão acesso à plataforma de votação.

 

“O Monster Jam é um evento reconhecido mundialmente e que atrai diversos públicos, desde as crianças até os amantes de esportes radicais. Por isso, é muito importante podermos realizar esse show aqui no Brasil, onde temos alguns dos fãs de motorsports mais apaixonados do mundo”, diz Bruno Klotz, diretor Executivo do Instituto Zambini, intermediador da atração.

 

Pit Party – No mesmo dia acontece a Pit Party (festa nos boxes), uma oportunidade exclusiva para os fãs se aproximarem pessoalmente dos veículos Monster Jam, tirar fotografias com as máquinas e pilotos, pegar autógrafos, além de apreciarem as comidas típicas. Essa festa acontece previamente ao evento principal, das 12h às 17h, e os ingressos devem ser adquiridos separadamente.

 

O evento – Realizado há mais de 25 anos, o Monster Jam é um tradicional evento americano que percorre grandes arenas em todo o mundo. A atração entretém mais de 4 milhões de fãs por ano em 125 locais diferentes, em mais de 350 apresentações. Só em 2017 mais de 90 arenas e 36 estádios ao redor do mundo já receberam o evento. Seis novos países tiveram a oportunidade de ver de perto os caminhões monstros, como Arábia Saudita, Argentina, França, China, Singapura e, agora, Brasil. O Monster Jam é realizado pela Feld Entertainment, líder mundial em produzir e apresentar eventos de experiência em entretenimento familiar. Os ingressos podem ser adquiridos no site do Monster Jam (www.monsterjamoficial.com.br) e variam de R$ 65 a R$ 350.

 

Novidade – Monster Jam vai acontecer, em dezembro na Arena Corinthians(Foto: Divulgação)

 

Monster Jam

 

Data: 16 de dezembro. Horário: 19h (abertura dos portões às 17h). Local: Arena Corinthians – Av. Miguel Ignácio Curi, 111, Itaquera.

 

Mais informações: https://monsterjamoficial.com.br

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Plataforma da Justiça Eleitoral garante o anonimato de denunciantes (Foto: Ivo Lindbergh)

Cidade

Desde a disponibilização do aplicativo Pardal pela Justiça Eleitoral em agosto, o sistema recebeu, no Estado de São Paulo, 953 comunicações. Desse total, 69% referem-se à propaganda eleitoral e as demais denúncias se relacionam a crimes eleitorais, uso da máquina pública, compra de votos, entre outras. As informações foram divulgadas pela Assessoria de Comunicação Social do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Além da opção de download do Pardal para uso em dispositivos móveis, eleitores podem acessá-lo também em sua versão web no site do TRE paulista, que atua no maior colégio do País, com 33 milhões de eleitores. O sistema Pardal, ferramenta de fiscalização e denúncia, possibilita ao eleitor denunciar diferentes irregularidades durante as eleições de 2018, como propagandas eleitorais, compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais, doações e gastos de campanha. Infrações nas propagandas veiculadas em emissoras de TV e rádio e na internet não serão processadas pelo sistema. Para realizar a denúncia, o autor deve inserir elementos que indiquem a existência do fato, como vídeos, fotos ou áudios, além do nome e CPF. As denúncias são encaminhadas ao Ministério Público Eleitoral, que é uma das partes legítimas para ajuizar representações perante o TRE-SP contra supostas infrações eleitorais. Além do Pardal, o eleitor pode denunciar irregularidades no sistema de Denúncia online. Entretanto, por meio desse sistema, é possível denunciar somente propagandas de rua consideradas fixas, ou seja, veiculadas por meio de outdoors, balões, bonecos, cavaletes, pichações e de inscrições a tinta em muros e fachadas. A denúncia enviada por esse sistema é encaminhada diretamente ao juiz eleitoral que, caso constate a irregularidade, notificará o responsável para retirar a propaganda irregular no prazo de 48 horas. Se a ordem for cumprida, o procedimento será arquivado, mas se persistir a irregularidade, o expediente será encaminhado ao Ministério Público Eleitoral. O sistema recebeu, desde a sua implementação em junho, 461 denúncias.

Fala do General Mourão, vice na chapa de Bolsonaro, causou polêmica (Foto: Henrique Barreto/AE)

Opinião

Nesta semana, a polêmica da vez foi a declaração de um militar acerca dos malefícios de uma criança crescer longe da figura do pai ou do avô. De acordo com ele, jovens nesta condição ficam mais vulneráveis à criminalidade, principalmente se viverem em áreas dominadas pelo tráfico. Sinceramente, não entendi o porquê de tanta celeuma para uma afirmação tão óbvia. Ao contrário do que a grande mídia propagou por aí, a assertiva do tal general não constitui qualquer ofensa às mulheres e às mães em geral. Trata-se, apenas e tão somente, de uma constatação empírica. Crescer em uma família desestruturada (sem pai ou mãe) contribui, sim, para que o jovem venha a trilhar no mundo do crime, bastando para tanto analisar os estudos e pesquisas sobre o tema. O fato de o militar ter feito referência somente à ausência da figura masculina não significa que o contrário não seja também verdadeiro. Isso só não foi explicitado porque a grande maioria dos jovens com famílias cindidas vive na companhia da mãe e da avó, e não do pai ou do avô. E, na ausência destes últimos, surge então a necessidade de um referencial paterno, de uma figura masculina, que, infelizmente, pode vir a ser o traficante do morro, vez que dotado de autoridade, poder e dinheiro. Alguma incoerência em tal discurso? Creio que não! No ano de 2007, inclusive, um grande jornal do país divulgou um trabalho com esta mesma conclusão. No entanto, ninguém reclamou de nada. Já em 2008, foi a vez de Barack Obama dizer que crianças sem pai têm 20 vezes mais chances de acabarem na prisão. Todavia, mais uma vez o silêncio foi sepulcral. Por fim, em 2016, um estudo de minha instituição revelou não só que dois em cada três jovens infratores vêm de lares sem pai, como também que 60% deles não professam nenhuma religião. Em outras palavras, Deus e família (pai e mãe) são sim inibidores do crime, não havendo como se negar o óbvio. Na realidade, o problema não foi o conteúdo do que foi dito, mas sim por quem foi dito. E isso já bastou para se dar início a um verdadeiro assassinato de reputações. Lamentável! Hoje em dia, creio que tão ou mais grave que a corrupção material e financeira, é a corrupção espiritual, intelectual e de personalidade de alguns. Definitivamente, o maior problema do Brasil é a corrupção da inteligência! Rodrigo Merli Antunes é Promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Guarulhos e pós-graduado em Direito Processual Penal*

157 candidatos já foram barrados pela Justiça com base na Ficha Limpa, incluindo Lula (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é o único barrado pela Lei da Ficha Limpa para as eleições deste ano. Até agora, foram 157 candidatos impedidos de prosseguirem na disputa com base em dados ainda parciais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número representa 6% de todas as 2.599 candidaturas rejeitadas pela Justiça Federal. Restam 27.402 consideradas aptas, entre presidenciáveis, governadores, senadores e deputados federais e estaduais. Em 2014, foram 250 nomes tirados da lista, cerca de 60% a mais do que neste pleito. Ainda assim, não conseguiu barrar Paulo Maluf como deputado federal, que, em 2013, fora condenado em segunda instância por improbidade administrativa. Já se vão mais de oito anos desde que a Lei Complementar 135/10, mais conhecida como Ficha Limpa, entrou em vigor, em 4 de junho de 2010. Passou a valer já nas eleições de 2012, proibindo candidaturas de condenados em segunda instância e sentenciando a oito anos de inelegibilidades aqueles que renunciassem ao cargo para evitar processo de cassação. O texto, que revolucionou a história eleitoral brasileira, é de uma clareza singular, embora ainda não falte quem ouse questioná-lo. Mas esta lei segue viva e atual, cumprindo o seu papel de depuração e ajudando a separar o joio do trigo. Pode até parecer pouco que apenas 6% do total de candidatos seja retido. Mas, sem a Lei da Ficha Limpa, o número de fichas sujas seria certamente bem maior. Cientes das restrições legais, os próprios partidos já fazem sua triagem, impedindo inscrições daqueles que seriam enquadrados pela legislação. Assim, a lei de iniciativa popular, nascida a partir da assinatura de mais de 1,6 milhão de cidadãos, vai mostrando sua importância no processo eleitoral. Seus efeitos são limitados no que diz respeito aos resultados finais, mas é um sopro de esperança para que os eleitores tenham opções de mais qualidade na disputa.

Candidato do PT foi atacado em debate da TV Aparecida (Foto: Reprodução/TV Aparecida)

Nacional

Com a ausência de Jair Bolsonaro (PSL), o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, foi o alvo principal dos adversários durante o debate realizado na noite desta quinta-feira, 20, pela TV Aparecida, na cidade do interior paulista. Estreante num encontro entre os presidenciáveis, Haddad foi questionado sobre denúncias de corrupção envolvendo petistas e a crise econômica originada no governo da presidente cassada Dilma Rousseff. Haddad assumiu a candidatura presidencial do PT somente no dia 11 deste mês, em substituição a Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato e barrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Conforme as mais recentes pesquisas, ele está em segundo lugar nas intenções de voto, atrás do líder Bolsonaro - o candidato do PSL permanece internado se recuperando de uma facada. O debate desta quinta-feira foi promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) no Santuário Nacional de Aparecida. O Ibope, em sua mais recente pesquisa, mediu as intenções de voto entre os católicos. Jair Bolsonaro lidera e, no dia 18, tinha 25%. Fernando Haddad estava com 21%, mas tinha 9% na pesquisa anterior. A transferência dos votos do ex-presidente Lula lhe deu 12 pontos entre os católicos. Ciro Gomes oscilou para cima, com 13% do eleitorado desta religião. 
Ainda não possui um cadastro? Registre-se

ou

Articulistas

Colunistas

Fala do General Mourão, vice na chapa de Bolsonaro, causou polêmica (Foto: Henrique Barreto/AE)

Opinião

157 candidatos já foram barrados pela Justiça com base na Ficha Limpa, incluindo Lula (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Luiza Trajano, do Magazine Luiza, é uma das maiores representantes do empoderamento feminino no Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)

Opinião

Mesmo no hospital, presidenciável mantém declarações em tom de campanha (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião