16
Sex, Nov

Vista panorâmica de Florença, capital da Região da Toscana (Foto: Maurício Nunes)

Turismo

Quem nunca sonhou viver sob o sol da Toscana? São tantos filmes, livros e canções inspirados nesta região da Itália, que, para quem ama viajar, comer bem e degustar os melhores vinhos, este é, sem dúvida, o lugar perfeito para as férias.

A Itália é dividida em 20 regiões, como o que chamamos de Estados, e cada uma delas tem a sua capital. A de Toscana é a belíssima Florença, terra de Carlo Collodi, criador de Pinóquio, o boneco imortalizado por Walt Disney. Outro importante florentino é Dante Alighieri, primeiro e maior poeta italiano. Sua maior obra, A Divina Comédia, atingiu o pensamento humano na sua mais completa intensidade, garantindo ao seu autor o título de sumo poeta da Itália.

Repleta de construções magníficas, como a imponente e esplendorosa Catedral de Santa Maria del Fiore e a histórica Ponte Vecchio, construída ainda na Roma antiga e preservada até pelos nazistas na Segunda Guerra. Florença é um dos destinos mais procurados e encantadores não apenas da Toscana, mas da Europa.

O berço do Renascimento, como é conhecida, foi cenário de grandes obras de  Leonardo da Vinci, Giotto di Bondone,  Rafael, Donatello, entre outros, e hoje abriga importante parte do acervo deixado por estes mestres das artes plásticas.

Os museus abrigam obras históricas, como “O Nascimento de Vênus”, de Botticelli, a “Medusa de Caravaggio” e até o imponente “Davi”, de Michelangelo, escultura com mais de cinco metros de altura, trabalhada em mármore de Carrara, e que impressiona.

A gastronomia é outra categoria tratada com louvor. Exemplo disto é o prestigiado e secular  Buca Mario, restaurante construído no século XIX no “subterrâneo” de um edifício histórico do século XVI. Já o Cibreo Firenze foi criado pelo chef Fabio Picchi que, após cinco anos trabalhando no Japão, trouxe a cultura oriental para os pratos florentinos.   

Pisa, muito além da famosa torre

Uma boa dica é conhecer Pisa, importante polo turístico da Toscana, onde está localizada a icônica Torre de Pisa.

A cidade de Galileu Galilei e do matemático Fibonacci pode ser apreciada em um dia, caso o viajante tenha uma agenda corrida. O Hotel Bologna é a dica perfeita para acomodação, pois sua localização está próxima à estação e aos pontos turísticos. Se estiver em Florença, a melhor hospedagem é no Hotel Cellai. Suas charmosas acomodações podem incluir, inclusive, terraço com vista para as colinas e à cidade de Florença. 

Pisa é cortada pelo Rio Arno e possui monumentos de extrema importância histórica e cultural, como o monumental Teatro Verdi e a medieval Piazza dei Cavalieri (Praça dos Cavaleiros).

A Piazza del Duomo de Pisa, conhecida como Piazza dei Miracoli, é desde 1987, patrimônio da humanidade da Unesco. É neste espaço que está seu cartão-postal, a famosa Torre de Pisa ou “La Torre Pendente di Pisa”. Construída entre os séculos XII e XIV, inclina um pouco mais a cada ano, porém não há planejamentos em frenar sua inclinação, pois perderia seu charme e a cidade milhares de turistas.

A Catedral de Pisa é uma das mais suntuosas catedrais italianas. Il Battistero di Pisa é o maior batistério da Itália, e sua imponência na praça divide a atenção com a famosa torre inclinada.

Outro ponto interessante é o Cemitério Monumental de Pisa, lugar sagrado que abriga restos mortais dos personagens mais ilustres da cidade, cercados por obras de arte da idade antiga (etruscos) num verdadeiro museu com impressionantes esculturas.

Toscana é arte, história e um deleite para todos os sentidos. Talvez, por isto, Dan Brown a tenha escolhido para um de seus principais best sellers, e o leitor, provavelmente, a escolherá para suas próximas férias

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Com Tite, Brasil ainda não perdeu jogos oficiais (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Copa 2018

Começou a contagem regressiva para Copa da Rússia. No dia 14 de junho, daqui a exatos 100 dias, às 12h, entram em campo Rússia e  Arábia Saudita, para o jogo de abertura, no estádio Lujniki, em Moscou. 

Entre as 32 equipes, mais uma vez estará a Seleção Brasileira, que, depois de tempos difíceis, segue mais uma vez confiante para conquistar o hexacampeonato. Afinal, já ganhou o torneio em 1958, 1962, 1970, 1994, 2002, todas de forma invicta. 

Após o vexame em casa, a Seleção Canarinho recuperou a autoestima e o bom futebol e embarca para a Rússia cheia de esperança e listada entre as favoritas ao título. Mas não está sozinha. Neste seleto grupo que os especialistas credenciam ao título, também estão a sempre forte Alemanha, a respeitada França, a confiante Espanha e a respeitável e arquirrival Argentina.

Além delas, é bom ficar de olho em Portugal e Bélgica, que correm por fora, mas também têm bons times e podem surpreender.Nesta edição, os torcedores não verão em campo algumas seleções tradicionais e bem ranqueadas na Fifa: o Chile, atual campeão da Copa América, a Itália, quatro vezes campeã do mundo, e a Holanda, normalmente uma pedra no sapato dos brasileiros. O trio não conseguiu classificação para o Mundial. Por outro lado, as seleções da Islândia e do Panamá serão estreantes no torneio.

Diante de imbróglio, presidente italiano Sergio Mattarella tenta encontrar solução para as eleições do país (Foto: Reprodução/Facebook)

Mundo

O Parlamento recém-eleito da Itália se reúne no dia 23. Depois disso, o presidente Sergio Mattarella consultará líderes partidários, com o objetivo de descobrir qual alternativa de coalizão teria mais chances de sobreviver a um voto de confiança no Legislativo. Caso nenhum grupo surja com potencial nessas conversas, porém, o presidente pode ter de apontar um governo com a tarefa primordial de alterar a complexa lei eleitoral que gerou esse cenário. Nesse caso, o governo deveria renunciar após as alterações legislativas.

Um governo interino, contudo, também teria dificuldades de avançar em reformas, o que poderia significar novas eleições em breve. Um impasse político prolongado seria uma má notícia para a economia italiana, que já cresce menos que o restante da zona do euro e possui um endividamento superior a 130% do Produto Interno Bruto (PIB).

O resultado do domingo foi visto como um revés para as forças pró-União Europeia, já que mais da metade do eleitorado apoiou partidos populistas e céticos em relação à UE, segundo os resultados quase finais. O resultado poderia deixar a Itália com um Parlamento sem maioria clara e as conversas por uma coalizão seriam difíceis.

O Movimento 5 Estrelas, fundado por um comediante há apenas nove anos, foi o vencedor da disputa, com cerca de um terço dos votos Popular entre eleitores desiludidos, particularmente no Sul mais pobre, ele congrega uma série de visões, mas tem uma pauta favorável ao meio ambiente, contrária aos bancos e cética em relação à UE. O problema para o Movimento 5 Estrelas é sua política de não formar alianças com outras siglas. Ainda assim, o líder Luigi Di Maio, de 31 anos, deseja ser o próximo primeiro-ministro e disse que buscará o apoio de outras forças.

As negociações de uma coalizão podem se arrastar durante semanas ou meses, já que nenhum dos partidos ou alianças deve acabar com maioria no Parlamento. A aliança de centro-direita, que inclui o partido Forza Italia, do ex-premiê Silvio Berlusconi, deve ficar com a maioria das cadeiras no Parlamento, ao conseguir no total 37% dos votos. O bloco governista de centro-esquerda aparecia com 23%.

Analistas previam, antes da disputa, que ela resultasse em uma grande coalizão que reunisse o Partido Democrático, de centro-esquerda, e o Forza Italia. O resultado fraco do Partido Democrático, porém, e o fato de que o partido de Berlusconi foi superado por seus aliados nacionalistas e contrários à imigração, a Liga, complicam o quadro. A Liga passou de apenas 4% na eleição de 2013 para 18% agora.

O pior cenário para a UE seria uma aliança entre o Movimento 5 Estrelas e a Liga, que teriam maioria no Parlamento. Os partidos já defenderam que a Itália abandone o euro, mas o Movimento voltou atrás nessa demanda antes da eleição. A Liga, por sua vez, previu que a moeda única ruirá por conta própria. O candidato a premiê da Liga, Matteo Salvini, afirmou claramente nesta segunda-feira que não pretendia formar "uma aliança estranha", em uma referência ao Movimento 5 Estrelas. As posições, porém, poderiam ainda mudar, diante das poucas opções para um novo governo.

Entre os grandes derrotados da disputa eleitoral aparecem Berlusconi, que não tem mais o comando da centro-direita, e também a centro-esquerda em geral. "Berlusconi não é mais indispensável", afirmou Roberto D'Alimonte, professor da Universidade LUISS, em Roma.

Outro grande derrotado é o Partido Democrático e em particular seu secretário-geral, Matteo Renzi. O Partido Democrático não conseguiu nem vencer na Emilia-Romana, uma região que historicamente controlava. Fonte: Associated Press.

Angelino Alfano disse que italianos estão atentos ao desenvolvimento dos fatos no Brasil (Foto: Reprodução/Facebook)

Nacional

Em visita ao Brasil, o chanceler italiano Angelino Alfano disse nesta quinta-feira, 22, que seu país espera uma solução para o caso Cesare Battisti, condenado na Itália a prisão perpétua por envolvimento em quatro homicídios. "A Itália segue com máxima atenção a evolução do tema Battisti na instância da Justiça brasileira", disse ele após reunir-se com o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes. 

Ele acrescentou que essa é uma questão "muito sentida" em seu país. Alfano terá nesta quinta uma audiência com o presidente Michel Temer. 

Battisti permanece no Brasil graças a um decreto editado em 2010 pelo então presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. O Supremo Tribunal Federal (STF) discute se o presidente Michel Temer pode revogar essa decisão. 

Na semana passada, a Advocacia Geral da União (AGU) enviou um parecer ao ministro relator do caso, Luiz Fux, no qual sustenta que tal decisão é decisão "soberana" do governo brasileiro. O Ministério da Justiça tem entendimento semelhante.

Aloysio não citou o caso Battisti em sua fala. O ministro brasileiro cumprimentou a Itália por sua presença no conselho das Nações Unidas e seu trabalho no acolhimento de refugiados. 

Ele informou, ainda, que o país europeu acenou com a possibilidade de ampliar parcerias com o Brasil na produção de equipamentos militares, como carros de combate. Os dois chanceleres mencionaram a cooperação na área agrícola, capitaneada pela Embrapa.

Morte de Astori sensibilizou todo o mundo do futebol (Foto: Divulgação)

Futebol

O elenco da Fiorentina compareceu nesta quarta-feira ao centro de treinamentos da Federação Italiana de Futebol, em Coverciano, nas proximidades de Florença, para participar do velório e prestar homenagens a Davide Astori, que era o capitão da equipe e faleceu no último fim de semana.

Astori, de 31 anos, foi encontrado morto no quarto de hotel onde estava hospedado na manhã de domingo, antes de uma partida contra a Udinese, pelo Campeonato Italiano, após ter uma parada cardíaca, em Údine.

O corpo de Astori foi transportado para Florença nesta quarta-feira e levado ao CT da seleção italiana, que fica nas proximidades de Florença, para o velório e a realização de tributos ao jogador. O funeral de Astori está marcado para esta quinta, na Basílica de Santa Cruz. Já o enterro será em Bérgamo, cidade natal do jogador.

Ao lado do caixão, foram expostas as camisetas de equipes que Astori defendeu, como a Fiorentina e a seleção italiana. Também foram colocadas várias coroas de flores, enviadas pela equipe de Florença, pela federação nacional e por outros times.

Horas antes da abertura do centro de treinamento, uma multidão se aglomerava no local. O ônibus com os membros da Fiorentina foi recebido com aplausos, seguido por um silêncio respeitoso, enquanto os jogadores desciam.

Além do elenco do time de Florença, os outros jogadores também compareceram ao velório, como Daniele De Rossi, Andrea Belotti, Lorenzo De Silvestri e Adem Ljajic. O ex-jogador Alessandro Costacurta e o ex-árbitro Pierluigi Collina também compareceram ao velório.

Astori estava na Fiorentina desde 2011. Ele também defendeu a seleção italiana em 14 partidas, entre 2011 e 2017, esteve presente na Copa das Confederações realizada no Brasil em 2013.

Morte de Astori chocou o futebol italiano (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

A trágica morte de Davide Astori foi rapidamente repercutida por todo o futebol italiano. Logo depois do falecimento do capitão da Fiorentina, de apenas 31 anos, clubes e até jogadores prestaram sua homenagem ao atleta.

Astori foi encontrado morto na manhã deste domingo em um quarto de hotel em Údine, onde a equipe estava concentrada para enfrentar a Udinese, pelo Campeonato Italiano. A Fiorentina confirmou o falecimento, mas não divulgou mais informações. A mídia italiana assegura que o atleta sofreu um enfarte.

A Roma, que teve o zagueiro em seu elenco entre 2014 e 2015, lamentou nas redes sociais. "A Roma se une a dor do mundo do futebol pela morte de Davide Astori. Chocados com a trágica notícia, dirigentes, jogadores e todos os dependentes do clube se solidarizam com a dor da família."

Já o Milan, clube onde Astori foi formado, exaltou a personalidade do atleta. "Para todo o mundo do futebol e para todo o esporte italiano, é algo terrível. Precisamos enfrentar uma notícia como esta. Davide Astori sempre teve um bom e sereno sorriso que todo amigo sonha em ter ao seu lado. Um menino apaixonado pelo futebol", publicou em seu site.

Adversária da Fiorentina neste domingo, a Udinese também se manifestou por meio de seu presidente, Gianpaolo Pozzo. "Escrevo como dirigente da Udinese, como fã de futebol e, sobretudo, como pai. Estou profundamente abalado com a morte deste jovem e, comigo, toda a minha família e a Udinese choram por Davide Astori. Estamos juntos com seus entes queridos, com toda a Fiorentina, seus fãs e jogadores."

Uma homenagem ao atleta também foi publicada por Gianluigi Buffon em seu Instagram. Um dos maiores jogadores da história do futebol italiano, o goleiro salientou que Astori foi um dos melhores esportistas que conheceu.

"Ele era a melhor expressão de um mundo antigo, superado, em que valores como o altruísmo, a elegância, a educação e o respeito com todos os demais eram o mais importante", escreveu Buffon em uma carta. "Parabéns, de verdade. Você foi uma das melhores figuras do esporte que já encontrei."

Em virtude da tragédia, toda a rodada deste domingo do Italiano foi adiada, segundo informou a liga em seu Twitter. "Todos os jogos de hoje (domingo) foram adiados em sinal de luto. Tchau, Davide."

Revelado pelo Milan, Davide Astori despontou no Cagliari e chegou a ser convocado para a Copa das Confederações de 2013, realizada no Brasil. Passou, depois, por Roma e foi contratado em definitivo pela Fiorentina, clube onde se tornou ídolo e capitão.

Cantora italiana também fará uma turnê no Brasil, mas só no segundo semestre (Foto: Divulgação)

Fora dos Trilhos

A cantora Laura Pausini chega ao Brasil neste final de semana para divulgar o álbum “Fatti Sentire” e gravar um clipe com a dupla Simone e Simaria. A produção audiovisual será da canção “Novo”, prevista para ser lançada em breve.

A música foi composta por Daniel Vuleti e fará parte do novo álbum. O encontro com as ‘coleguinhas’ será em São Paulo.

Laura também já se prepara para a turnê de shows que fará pelo Brasil no segundo semestre. A italiana se apresenta na capital paulista, dias 20 e 21 de agosto, no Citibank Hall.

No dia 23, ela fará uma apresentação no Teatro Guimarães, em Brasília. Dois dias depois será a vez dos pernambucanos curtirem o espetáculo no Classic Hall.  A turnê vai ser encerrada no dia 28, no Teatro Positivo, em Curitiba. Os ingressos já estão à venda.

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

or
or