16
Sex, Nov

Muitos casais reservam a Torre Eiffel para fazer o pedido de casamento (Foto: Reprodução/Facebook/@TourEiffel)

Turismo

O maior sucesso da carreira de Woody Allen, Meia Noite em Paris, é uma declaração de amor à Cidade Luz, especialmente aos anos 1920, quando a capital francesa reinava absoluta como polo da cultura mundial. Buñuel, Hemingway, Cole Porter, T. S. Eliot, Joyce, Dali, Fitzgerald, Picasso e tantos outros nomes das artes viviam e produziam na cidade. 

Terça-feira, 12, dia dos namorados, é a data perfeita para planejar em casal uma viagem para a cidade que elevará seu romance a níveis mais altos do que o topo da Torre Eiffel, ícone incontestável da França. Projetada e construída em 1887 pela empresa de Gustave Eiffel, a famosa torre treliça, toda feita em ferro, possui 324 metros de altura.  É o monumento pago mais visitado do mundo e um dos locais mais escolhidos para amantes surpreenderem seus pares com pedidos de casamento e juras eternas. Afinal, a vista para a cidade é de tirar o fôlego, assim como devem ser todas as declarações de amor.

Paris é um deleite para todos os nossos sentidos. A capital da moda e da gastronomia abriga boa parte das principais obras de arte do mundo distribuídas entre seus concorridos museus. Ali está, por exemplo, o imponente Louvre, que foi bastante explorado no best seller O Código da Vinci, de Dan Brown, por abrigar, entre milhares de obras, a Monalisa de Da Vinci.

O museu de Rodin e seus acolhedores jardins são também um deleite. Mas o mais glamoroso museu de Paris é o d’Orsay, uma antiga estação ferroviária às margens do Rio Sena, que abriga entre pinturas, esculturas, mobiliário e fotografia, a maior coleção de obras impressionistas e pós-impressionistas do mundo. Monet, Renoir, Cézanne, Sisley, Gauguin e Van Gogh dividem a atenção dos visitantes.

Paris esbanja charme por suas galerias e ruas arborizadas e exala história em cada uma de suas catedrais, palácios, catacumbas, pátios secretos, jardins e até cabarés, entre eles Moulin Rouge, Crazy Horse e o atraente Paradis Latin, construído em 1803 e reconstruído em 1887-1889 por Gustave Eiffel.

Apaixonados podem vivenciar luaus ou vistas do pôr do sol, em cima de terraços espalhados pelos mais luxuosos e confortáveis hotéis. O Le Littré, além da localização privilegiada, possui ainda equipe que fala português, o que facilita a vida de quem tem dificuldades com idiomas estrangeiros. Já o Fraser Suite Harmonie Paris La Défense tem o diferencial nos apartamentos com sala de estar e de jantar, feitos para aqueles que apreciam espaços minimalistas e o desejo de criar um ambiente a dois para preparar jantares especiais ao som de Gainsbourg e regados a vinho francês.

Paris é tão bem planejada que, usando apenas o metrô, é possível visitar toda a cidade. Grandes templos figuram na bela arquitetura da cidade. É o caso da Sacre Coeur ou Basílica do Sagrado Coração, toda construída em mármore travertino e localizada no boêmio bairro de Monte Martre, onde também está o Des Deux Mo, famoso café de Amélie Poulain. 

Cidade reúne diversos monumentos

Entre locais enssenciais durante uma visita a Paris está a Catedral gótica de Notre Dame, uma das mais belas e emblemáticas igrejas do mundo. Do outro lado do Sena, está a livraria Shakespeare and Company.

O Panteão, dedicado a St. Genevieve, funciona como um mausoléu secular que contém restos mortais de distintos cidadãos franceses. Já a Sainte-Chapelle é uma capela real gótica que foi restaurada no século XIX e possui uma das mais extensas coleções de vitrais do século XIII.

Cartão postal de Paris, o Arco do Triunfo é a famosa étoile (estrela) da junção formada pelas suas 12 avenidas radiantes, entre elas a prestigiada Champs-Élysées. O monumento homenageia os que lutaram e morreram pela França.

Para um perfeito jantar a dois na terra da gastronomia, a melhor dica é o Le Parc aux Cerfs, um pequeno e elegante restaurante com pratos criativos e deliciosos e um ambiente perfeito para imortalizar o momento, assim como Humphrey Bogart disse para Ingrid Bergman ao final de Casablanca: “Nós sempre teremos Paris.”   

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Para Unai Emery, histórico mostra que vaga para as quartas da Champions ainda não está definida (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

Sob pressão no comando do Paris Saint-Germain e criticado principalmente por ter substituído o goleador Cavani pelo lateral-direito Meunier antes de o Real Madrid fazer dois gols e vencer o time francês por 3 a 1, na última quarta-feira, na Espanha, o técnico Unai Emery exibiu confiança ao já projetar o duelo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, no próximo dia 6 de março, na capital francesa.

Em entrevista coletiva concedida na véspera da partida que a sua equipe fará contra o Estrasburgo, neste sábado, em casa, pelo Campeonato Francês, o treinador exaltou a força que o PSG vem mostrando principalmente em seus duelos como mandante para apostar que o time de Neymar irá assegurar classificação às quartas de final da competição continental.

"A equipe teve uma boa partida na quarta-feira, mas, no futebol, às vezes é assim. Você pode ser melhor do que seu oponente durante a maior parte do jogo, mas não é bem-sucedido em concretizar as suas chances. Eles conseguiram marcar em suas melhores oportunidades. Estou convencido de que podemos obter a qualificação. Estou feliz com o trabalho dos meus jogadores, mesmo que não tenhamos conseguido o resultado desejado. O time será mais eficaz na partida de volta", afirmou o comandante.

Emery ainda lembrou do histórico recente de vitórias expressivas sobre grandes adversários em jogos do PSG como mandante na Liga dos Campeões para justificar a sua confiança de que a equipe eliminará o Real Madrid.

"Vencemos este ano todos os jogos em casa. E também vencemos o Bayern de Munique (por 3 a 0, em setembro de 2017) e o Barcelona (4 a 0, em fevereiro do ano passado). Penso nisso e estou convencido de que o time vai mostrar seu valor e vamos passar à próxima fase", completou o treinador, que também recordou o fato de que o clube parisiense já goleou o Real Madrid por 4 a 1, em 1993, em uma partida válida pela extinta Copa da Uefa, que na época tinha o mesmo status que hoje possui a Liga Europa.

O treinador também reforçou a sua confiança em Neymar, que exibiu uma atuação apagada no campo ofensivo em Madri e foi criticado por ter feito uma falta desnecessária que lhe rendeu cartão amarelo, sendo que correu o risco de ser expulso por outras posturas consideradas polêmicas ou imprudentes ao longo do jogo. "Neymar fez uma grande partida. Ele mostrou muitas coisas positivas. Se melhorar em alguns pequenos detalhes, mostrará o grande jogador que ele é", acredita Emery.

Com a cabeça inevitavelmente no duelo de volta contra o Real Madrid, o PSG ocupa a liderança disparada do Campeonato Francês, com 65 pontos, 12 à frente do vice-líder Monaco, que abre a 26ª rodada nesta sexta-feira em jogo contra o Dijon, às 17h45 (de Brasília), em casa.

Não é comum ter modelos com menos de 16 anos (Foto: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

Quando não está matando “demodogs” ou jogando fliperama, a Max, da série Stranger Things, arranja um tempo para comparecer na Semana de Moda de Paris - pelo menos, a sua intérprete, Sadie Sink, o fez. A atriz estreou nas passarelas durante o desfile da marca Undercover, que ocorreu no início do mês. Ela usou três looks, um conjunto de moletom vermelho com um gorro da mesma cor, jaqueta bomber verde com calça branca e capa de chuva verde com galochas para a fila final.

A presença dela, que tem 15 anos, e de outras meninas mais novas chamou atenção do público, já que, apesar de não ser proibido na França, não é usual a contratação de modelos menores de 16 para desfiles de moda adulta. No Brasil e nos Estados Unidos existe uma lei que proíbe meninas abaixo desta idade de trabalharem nas semanas de moda. Os grupos Louis Vuitton e Kering, referências no mundo da moda, também não trabalham com modelos menores de 16 anos.

Eastwood venceu o Oscar quatro vezes na carreira (Foto: Divulgação)

Fora dos Trilhos

Estreia nesta quinta-feira, 8, nos cinemas de todo o Brasil, o filme “15h17: Trem Para Paris”, dirigido por Clint Eastwood, quatro vezes vencedor do Oscar (melhor filme e melhor direção por Unforgiven e Million Dollar Baby).

A nova trama conta a história verídica de três homens, cujos atos de bravura os tornaram heróis durante uma viagem em um trem de alta velocidade.

A obra foi baseada em um ataque terrorista frustrado, ocorrido em agosto de 2015, a um trem a caminho de Paris. O filme acompanha a vida dos três amigos, das dificuldades da infância, passando pela descoberta de seu propósito na vida, até a série de eventos improváveis que culminaram com o ataque.

Durante essa experiência angustiante, a amizade entre eles, que nunca se abala, tornou-se sua melhor arma, permitindo que eles salvassem a vida de mais de 500 passageiros a bordo. 

Governador está dividido entre dois candidatos (Foto: Divulgação/GESP)

Cidade

O governador de São Paulo e pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, afirmou, nesta quarta-feira, entender que o duplo palanque que terá no Estado, por apoio de dois candidatos ao Governo, não deve prejudicá-lo eleitoralmente.


“O Brasil não tem um quadro bipartidário. Nosso quadro infelizmente é pluripartidário. Então você vai ter candidatos da mesma base política no País inteiro disputando um com o outro e para presidente apoiando o mesmo candidato”, disse Alckmin, que participou de evento da entrega do bloco 3 do Instituto do Coração (Incor-USP), na capital paulista.


Alckmin evitou comentar a troca de farpas entre os dois pré-candidatos que terão seu apoio – o prefeito João Doria (PSDB) e o vice-governador Márcio França (PSB). “Nós temos o França, que está assumindo o Governo, está preparado, ficou quatro anos conosco, tem boa experiência. O Doria também já tem a experiência do período de prefeito. Vamos caminhar para o futuro”, disse.


Alckmin deixa o Governo apenas no início de abril para se dedicar à sua campanha. Ontem, contudo, ele inaugurou um edifício não mobiliado e que deverá entrar em funcionamento apenas em maio.


“Quando vier visitar como presidente da República, o senhor será recebido como o nosso governador, que tanto fez pelo Incor”, disse o médico e presidente do Conselho diretor do Incor, Roberto Kalil Filho.

Antes de concorrer à Presidência, Alckmin não diz para quem vai pedir votos em São Paulo (Foto: Fábio Vieira/FOTORUA/Estadão)

Cidade

Um dia após o prefeito João Doria vencer as prévias do PSDB para ser o candidato tucano ao Governo de São Paulo, o governador Geraldo Alckmin fez, nesta segunda-feira, 19, seu primeiro gesto de apoio ao tucano, mas também distribuiu afagos ao vice-governador Márcio França, que disputará o Palácio dos Bandeirantes pelo PSB.


Questionado se pedirá votos para Doria e França ao mesmo tempo, Alckmin desconversou e disse que a campanha começa apenas em agosto. O governador ficou neutro nas prévias e não participou da festa de vitória de Doria na sede do PSDB na Capital, no domingo.


“O candidato do meu partido será o João Doria, portanto estaremos juntos”, disse Alckmin a jornalistas após participar de um evento na sede do Governo. Sobre Márcio França, ele disse que seu vice está preparado para assumir o governo de São Paulo.

Doria é cotado para disputar sucessão de Alckmin ao Palácio dos Bandeirantes Crédito: Lucas Dantas

Cidade

Durante passagem pelo carnaval de Salvador na terça-feira, 13, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), reafirmou que o seu partido terá candidato próprio nas eleições deste ano. O tucano disse ainda que "não há nenhum mal" o vice-governador de São Paulo Márcio França se filiar à legenda e participar do processo de disputa interna pela vaga para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes. "Se o vice quiser se filiar ao PSDB, não há nenhum mal", afirmou Doria.

Entretanto, o prefeito da capital paulista defendeu a realização de prévias dentro do partido tanto para eleições estaduais quanto federal. "Sou filho das prévias. É bom, é saudável", pregou, acrescentando que o ideal é que as prévias se realizem simultaneamente em São Paulo e nos demais Estados".

Coletiva DORIA Carnaval de rua 2018

Crédito: Lucas Dantas

O tucano também disse que não fará oposição ao atual vice-governador, caso este lance candidatura ao Palácio dos Bandeirantes. França tem sido cotado para ser o candidato de atual governador Geraldo Alckmin, também do PSDB.

Acompanhando o prefeito paulista na folia baiana, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que só vai decidir sobre uma eventual candidatura à Presidência da República "entre março e junho". E lembrou que o DEM conta com outros nomes importantes e em condições de disputa para a vaga. "Acho que essa eleição está aberta. Aquele que conseguir organizar politicamente um campo vai ter chance de ganhar", afirmou.

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

or
or