15.2 C
São Paulo
quinta-feira, julho 7, 2022

STJD devolve os três pontos ao Palmeiras do jogo contra o Botafogo


STJD devolve os três pontos ao Palmeiras do jogo contra o Botafogo

Gustavo Goméz celebra o gol contra o Botafogo depois um pênalti marcado com ajuda do VAR (Foto: Divulgação / SE Palmeiras)


Esporte

O Palmeiras está mais líder do que nunca. Ainda mais depois de o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ter devolvido, nesta terça-feira (18) ao Verdão os três pontos que ganhou merecidamente em campo, depois de vencer o Botafogo, na sexta rodada, por 1 a 0. O polêmico jogo aconteceu no Estádio Mané Garrinha, em Brasília, no dia 25 de maio. Assim, o time de Luiz Felipe Scolari amplia para cinco pontos a vantagem sobre o Santos, o segundo colocado, e oito para o Flamengo, o terceiro.

O julgamento foi realizado hoje, em Salvador e, por uma goleada de nove votos a zero definiram a questão. Nenhum dos juízes foram favoráveis ao pedido do Botafogo, que pedia a impugnação da partida. Não cabe recurso à decisão em território nacional e se o clube carioca quiser manter a disputa jurídica, terá de recorrer à Corte Arbitral do Esporte, cuja sede se encontra em Lausanne, na Suíça.

O pedido de anulação da partida aconteceu porque o Botafogo apontava que o juiz da partida, Paulo Roberto Alves Júnior, consultou o VAR – que resultou em um pênalti para o Verdão – depois de a partida ter reiniciado, o que está em desacordo com a regra de uso do árbitro de vídeo. O lance foi determinante para o resultado final do jogo, já que o zagueiro paraguaio Gustavo Goméz converteu a penalidade e a equipe terminou com o placar mínimo a favor do Palmeiras.

Após terceiro empate seguido, Levir diz que clima eleitoral atrapalha o Santos

O técnico Levir Culpi apontou que o clima político do Santos, que passará por eleições presidenciais no fim do ano, vem afetando o desempenho do time dentro de campo. Essa foi a avaliação do treinador após o empate por 1 a 1 com o Sport, na Ilha do Retiro, na noite de quinta-feira, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Tenho certeza. Já trabalhei em vários clubes que tinham o mesmo problema. As eleições serão em dezembro e vocês já sabem o que vai acontecer”, afirmou Levir, que não tem permanência assegurada no Santos para 2018 e indicou pessimismo nas suas palavras sobre a possibilidade de seguir à frente do time.

Ao mesmo tempo, porém, o treinador assegurou que há boa relação entre jogadores e membros da comissão técnica do Santos, apontando que o time segue firme na briga por uma vaga na edição de 2018 da Copa Libertadores. “O ambiente está bom no elenco, mas nós queremos classificar o time para a Libertadores”, disse.

O empate com o Sport foi o terceiro consecutivo do Santos no Brasileirão e o impediu de se aproximar do líder Corinthians, o deixando com 50 pontos, na quarta colocação, a nove do primeiro colocado. Questionado se a equipe ainda tem chances de alcançar o rival, Levir se irritou na sua entrevista coletiva no Recife.

“É uma resposta boba. O que você quer que eu responda?. O Corinthians está muito na frente. A gente pode alcançar, é muito difícil, mas é possível. Temos que acreditar no trabalho e buscar a vitória. A pergunta foi inteligente, mas não existe resposta”, concluiu.

O Santos voltará a jogar pelo Brasileirão no domingo, quando vai receber o Atlético Goianiense, na Vila Belmiro, pela 30ª rodada.

 

Volante fez o gol de pênalti que deu o título do Paulista para o Corinthians (Foto: Reprodução/Facebook)


Futebol

Corinthians se aproxima de Roger e deve ficar sem Maycon

Após quatro meses de procura por um centroavante, o Corinthians está próximo de acertar a contratação de Roger, do Internacional. Resta apenas o atacante rescindir contrato com o time gaúcho para ficar livre e firmar um acordo com a equipe alvinegra, que tentou contratá-lo no ano passado, mas as conversas não foram adiante.

A informação foi confirmada pelo Estado com pessoas ligadas ao jogador. O Corinthians deve assinar contrato válido até o fim de 2019 com o jogador, mesmo período do vínculo que ele tem com o time gaúcho.

A diretoria do Corinthians busca por um centroavante desde a saída de Jô para o futebol japonês. O clube chegou a contratar Júnior Dutra, mas ele não se adaptou à posição, e ainda trouxe o jovem Matheus Matias, do ABC, mas na visão da comissão técnica, o menino de 19 anos ainda não está pronto para ser aproveitado.

Roger, de 33 anos, iniciou a carreira na Ponte Preta e teve passagens por São Paulo, Palmeiras, Ponte Preta, Al-Nassr, Sport, Fluminense, Vitória, Guarani, Kashiwa Reysol, Ceará, Sport, Atlético-PR, Suwon Bluewings, Chapecoense, Bahia, Red Bull, Botafogo e Internacional.

No ano passado, quando estava no Botafogo, ele deixou o clube após a diretoria alvinegra se recusar a pagar sua cirurgia. No Internacional, ele teve passagem discreta. Foram dois gols em 13 jogos.

Maycon

Por outro lado, o Timão deve mesmo vender o volante Maycon, que nem joga contra o Fluminense, neste domingo. Autor do gol decisivo nos pênaltis contra o Palmeiras, o atleta está próximo do Shaktar Donetsk, da Ucrânia.

 

Meia fez quatro gols nos últimos quatro jogos do Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)


Futebol

Veja como Rodriguinho levou o Corinthians à vitória contra o Flu

Na estreia do Corinthians na edição de 2018 do Campeonato Brasileiro, a festa foi completa na arena em Itaquera. Com dois gols de Rodriguinho – o que dá uma marca de quatro gols em três jogos ao meia -, o time venceu o Fluminense por 2 a 1 e somou os três primeiros pontos no torneio. No final do jogo, os atletas permaneceram no gramado e deram a volta olímpica pela conquista do bicampeonato paulista.

Na semana passada, o título foi assegurado no Allianz Parque, sem a presença da torcida corintiana. A festa fez ainda referência ao título brasileiro do ano passado. Antes da partida, o ex-jogador Marcelinho Carioca, campeão brasileiro em 1998 e 1999, entrou no gramado e apresentou a taça do ano passado para a festa da torcida.



O técnico Fábio Carille fez mudanças na equipe e escalou os volantes Ralf e Renê Junior, deixando Maycon e Gabriel no banco de reservas. A principal razão foi o estilo de jogo do rival. Ralf e Renê são mais altos e levam vantagem no jogo aéreo. O treinador corintiano estava preocupado com os cruzamentos do rival, especialmente para Gum e Renato Chaves.

O caminho escolhido pelo Corinthians para chegar ao gol do Fluminense foi o lado direito, com Fagner e Romero. Por ali, o time realizou a costumeira pressão inicial, com vários cruzamentos para a área. O termo “pressão” significou apenas que o time paulista rondava a área do rival e ficava bastante com a bola (63%), mas os lances de perigo foram raros. O time conseguiu apenas duas finalizações de longe na etapa inicial. Bem equilibrado defensivamente, no esquema 5-4-1. o Fluminense ficou devendo na parte ofensiva. A estratégia era claramente segurar pelo menos um ponto. A tática funcionou até o final do primeiro tempo. Mas foi novamente pelo lado direito que o Corinthians conseguiu o gol.

Romero conseguiu driblar o seu marcador e cruzou na cabeça de Rodriguinho, que desviou para o gol. Detalhe: no lance, o corintiano de 1,77m ganhou a disputa com o zagueiro Gum, que tem um 1,89m de altura. Depois de fazer o gol decisivo na semifinal do Campeonato Paulista diante do São Paulo, Rodriguinho voltou a marcar um gol importante de cabeça.

A preocupação de Carille com o jogo aéreo se justificou no início do segundo tempo. O Fluminense saiu para buscar no empate. Fez isso encostando Sornoza nos atacantes. E apostando no jogo aéreo. Após cobrança de lateral de Ayrton, Pedro escorou e Richard encheu o pé na frente de Cássio: 1 a 1.

Mesmo com o empate do rival e as dificuldades para criar jogadas, uma falha recorrente do campeão paulista em alguns jogos, a torcida continuou apoiando o time. No embalo de 28 mil corintianos, o time avançou. O jogo melhorou, tornou-se mais dinâmico e veloz.

Carille sentiu o momento ruim da equipe e mudou o time. Trocou Renê Junior por Maycon e colocou Emerson Sheik no lugar de Mateus Vital. O treinador do Corinthians mostrou que tem estrela: o gol da vitória do Corinthians saiu exatamente dos jogadores que saíram do banco reservas. Aos 40 minutos, Maycon tocou para Sheik na linha de fundo. Ele cruzou e Rodriguinho completou, desta vez, com o pé esquerdo, de primeira. Assim, Rodriguinho foi o grande protagonista da primeira festa corintiana do Brasileirão.

Na próxima quarta, o time estará na Argentina, onde enfrentará o Independiente, em Avellaneda, pela terceira rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores. O Fluminense só voltará a jogar no domingo, pelo Brasileirão, contra o Cruzeiro, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 2 x 1 FLUMINENSE

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Renê Junior (Maycon), Mateus Vital (Emerson Sheik) e Rodriguinho; Clayson e Romero (Pedrinho). Técnico: Fabio Carille.

FLUMINENSE – Júlio César; Renato Chaves, Gum e Ibañez (Frazan); Gilberto, Richard, Jadson, Ayrton Lucas e Sornoza; Pedro (João Carlos) e Pablo Dyego. Técnico: Abel Braga

GOLS – Rodriguinho, aos 45 minutos do primeiro tempo; Richard, aos três, e Rodriguinho, aos 40 minutos do segundo tempo

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS)

RENDA – R$ 1.372.018,07.

PÚBLICO – 28.777.

LOCAL – Arena Corinthians, em São Paulo.

 

Corinthians, Palmeiras, Grêmio e Flamengo começam a competição como favoritos (Foto: Reprodução/Facebook)


Futebol

Brasileirão começa neste sábado: veja as apostas do Metrô News

A espera finalmente está terminando e, a partir deste sábado, às 16h, começa um dos principais torneios de futebol do mundo: o Campeonato Brasileiro. Novamente, como no ano passado, alguns times despontam como grandes favoritos ao título por conta do respeitável poder financeiro ou pela manutenção da espinha dorsal do elenco.

Um caso emblemático é o do surpreendente campeão Corinthians, apontado como a quarta força paulista em 2017. Mesmo não empolgando a torcida no início do ano, o Timão se sagrou bicampeão Paulista neste ano, contra o Palmeiras. O Verdão, aliás, foi também vice do Brasileirão no ano passado e deve vir com tudo para conquistar o certame em 2018.

O Flamengo, apesar de ainda buscar um treinador de peso, manteve bons jogadores, como Éverton Ribeiro e Diego, o que deve dar fôlego para disputar o torneio com afinco.

Campeão da Libertadores do ano passado, o Grêmio, obviamente, não poderia ser deixado de fora da lista. A equipe começou o ano dando susto no Gauchão, mas conquistou a competição com certa facilidade, inclusive vencendo o Internacional por 3 a 0 nas quartas de final.

Na briga pela Libertadores, as apostas do Metrô News são o campeão mineiro Cruzeiro, seu maior rival Atlético, os paulistas São Paulo e Santos, além do Atlético Paranaense, campeão estadual em 2018.

Sul-Americana deve ser alvo de cariocas

Os cariocas Vasco, Botafogo e Fluminense não iniciam a competição entre os favoritos, assim como Internacional e Chapecoense. A expectativa é que estes clubes figurem no meio da tabela, com direito à participação na Copa Sul-Americana. Representantes do Nordeste brasileiro, Ceará, Sport e Vitória não empolgam e devem brigar com Paraná e América-MG para não cair.

Bahia pode ser surpresa e sonhar alto

Campeão baiano em cima do maior rival, o Bahia tem chances de surpreender no Brasileirão. O Esquadrão de Aço tem na Arena Fonte Nova uma forte arma contra os adversários, além de ser treinado pelo bom técnico Guto Ferreira e ter nomes como o goleiro Douglas e os meias Allione e Zé Rafael no elenco.

CONFIRA A PRIMEIRA RODADA DO BRASILEIRÃO:

SÁBADO

 16h

 Cruzeiro x Grêmio – Mineirão

 19h

 Vitória x Flamengo –Barradão

 21h

 Santos x Ceará – Pacaembu

DOMINGO

 11h

 América-MG x Sport – Independência

 16h

 Corinthians x Fluminense – Arena Corinthians

Inter x Bahia – Beira-Rio

Vasco x Atlético-MG – São Januário

 19h

Atlético – PR x Chapecoense – Arena da Baixada

 20h

Botafogo x Palmeiras – Engenhão

 

SEGUNDA-FEIRA

20h

São Paulo x Paraná – Morumbi

 

Palmeiras tenta recorrer ao TJD para anular a final do Campeonato Paulista (Foto:Reprodução/ Facebook))


Futebol

Após Palmeiras pedir anulação, Corinthians usa Twitter para alfinetar rival

A final do Paulistão, no domingo, 8, ainda está nos holofotes do mundo da bola. Isto porque o Palmeiras não engoliu a reversão da marcação do pênalti que poderia dar o título estadual ao clube. O Verdão, inclusive, sabotou a premiação do campeonato e pediu a anulação da partida, pois considera que houve interferência externa na decisão do árbitro Marcelo Aparecido de Souza.

Depois do pedido do rival, o Corinthians provocou a equipe alviverde nas redes sociais.“Estamos em 2018 e ainda tem gente que usa fax”, postou o clube no Twitter na manhã desta quarta, 11.

O tweet faz alusão à unificação dos títulos brasileiros promovida pela CBF, em 2010, e à Copa Rio de 1951, considerada por muitos palmeirenses como o primeiro Mundial de Clubes da história – algo que nem a própria Fifa tem uma posição clara. Ora diz uma coisa, ora outra.

Brasileirão

Antes de 2010, apenas os times que conquistaram nacionais de 1971 em diante eram considerados campeões do Brasileirão. Após a decisão da CBF, equipes campeãs entre 1959 e 1970 também passaram a fazer parte da lista.

Tal medida transformou Palmeiras e Santos nos maiores vencedores do campeonato (oito conquistas para cada). Com a taça de 2016, o Verdão se isolou na liderança com nove troféus do Brasileiro.

Confira a postagem: 

 

Ralf e Dudu protagonizaram lance polêmico no clássico (Foto: Reprodução/Facebook)


Futebol

Palmeiras diz que “imagens indiscutíveis” comprovam interferência externa na arbitragem

O Palmeiras divulgou uma nota oficial em seu site para dizer que houve “clara e evidente interferência externa na arbitragem, comprovada por imagens indiscutíveis” durante a final do Campeonato Paulista, contra o Corinthians, no último domingo, no Allianz Parque.

 A interferência alegada pelo clube teria acontecido em uma disputa de bola entre o palmeirense Dudu e o volante corintiano Ralf. Na ocasião, o árbitro Marcelo Aparecido de Souza chegou a marcar o pênalti, mas recuou e deu escanteio para o Verdão. O ato gerou revolta na delegação e na torcida do Palmeiras.

Por conta do ocorrido, o presidente do clube, Maurício Galiotte, também disse que o Palmeiras está rompido com a Federação Paulista de Futebol. Além disto, exigiu que a entidade adote três medidas para o Campeonato Paulista de 2019. Veja a carta na íntegra:

 A Sociedade Esportiva Palmeiras entende que a instituição e seus torcedores sofreram um duro e irremediável prejuízo por uma atuação desastrosa, incompetente e irregular da comissão de arbitragem que trabalhou na partida deste domingo entre Palmeiras e Corinthians.

 

Houve clara e evidente interferência externa na arbitragem, comprovada através de imagens indiscutíveis, e essa atribuição não consta na regra da competição. Assim sendo, visando a lisura e transparência durante as partidas de futebol, o Palmeiras entende ser inegociável que a Federação Paulista de Futebol adote as seguintes medidas:

 

  1. Implantação do árbitro de vídeo para todas as partidas do Campeonato Paulista a partir do ano de 2019;
  2. Criação de um sistema de gravação e divulgação, quando houver necessidade, de toda comunicação entre os integrantes da arbitragem durante os jogos;
  3. Reavaliação criteriosa de quem dirige o Departamento de Árbitros da FPF e avaliação mais rigorosa sobre aqueles que comandam as partidas.

 

Enquanto não houver uma manifestação oficial por parte da Federação Paulista de Futebol, de que essas medidas transparentes que prezam pelo bem do esporte serão adotadas, o Palmeiras irá se manter rompido com a FPF.

 Dentro de campo, o Palmeiras considera a partida deste domingo como uma lamentável página virada. Há outras competições pela frente e iremos fazer todo o esforço que estiver ao nosso alcance para conseguirmos conquistá-las. O torcedor palmeirense é peça fundamental nesse processo e seu conhecido engajamento será ainda mais importante.

 Avanti Palestra!

 

Atenciosamente,

SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS


Maurício Precivalle Galiotte
Presidente

 


VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

times paulistas

Corinthians

 

Palmeiras

 

Santos

 

São Paulo

 



 
  • Create an account
  • Forgot your username?
  • Forgot your password?
or
or




Articulistas

  • Sample avatar

    Cristiano Medina Rocha

    Articulista

  • Sample avatar

    Célia Leão

    Articulista

  • Sample avatar

    Edmilson Souza

    Articulista

  • Sample avatar

    Jorge Tadeu Mudalen

    Articulista

  • Sample avatar

    Leandro Cano

    Articulista

  • Sample avatar

    Rodrigo Merli Antunes

    Articulista

  • Sample avatar

    Sandra Tadeu

    Articulista

Colunistas

  • Sample avatar

    Mauricio Nunes

    Colunista

  • Sample avatar

    Tony Auad

    Colunista

 

A fila de desempregados no Centro de São Paulo revela o verdadeiro problema

O Brasil se converteu em um país de desempregados, infortúnio que, desde 2014, vem se acentuando


Opinião

 

Dia Internacional da Mulher: dia de luta

Militares das Forças Armadas distribuem rosas na comunidade da Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, no Dia Internacional da Mulher de 2018 (Foto: Tania Rego / Agência Brasil)


Opinião

 

STF

A histeria da sociedade tem transformado mentiras evidentes em verdades absolutas (Foto: José Cruz/Agência Brasil)


Opinião


Ponto de vista: Sociedade histérica

 

Bloco de carnaval

O Estado de São Paulo é o segundo que mais fatura com o Carnaval, atrás apenas do Rio de Janeiro (Foto: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO CONTEÚDO)


Opinião

LEIA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS