Equipamento acoplado a óculos auxilia deficientes visuais (Foto: Reprodução)

Saúde

A tecnologia nunca esteve tão presente na vida dos deficientes visuais quanto agora. Dispositivos, softwares, livros digitais acessíveis e aplicativos inteligentes auxiliam e dão maior autonomia a esta parcela da população.

As ferramentas são de uso simples e têm sido primordiais para auxiliar na elaboração de muitas tarefas do dia a dia. E não são poucos os que podem se beneficiar delas. De acordo com o último censo, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui 6,5 milhões nesta condição, sendo 506 mil cegos e 6 milhões de pessoas com baixa visão – com 30%  ou menos de visão no melhor olho, depois das correções.

“Os aplicativos estão ganhando um espaço bastante grande nesse processo. Hoje, existem apps para ampliação, que fazem o reconhecimento de notas, que tiram a foto daquilo que esta no papel e, depois, falam para a pessoa, entre outros. Além disso, temos os softwares e uma série de recursos tecnológicos que possibilitam que os deficientes visuais tenham acesso à educação e desenvolvam suas habilidades. O NVDA, software que realiza a leitura dos conteúdos é gratuito. Há também os de ampliação, mas que já envolvem um investimento econômico”, diz a professora Eliana Cunha, coordenadora da área de educação inclusiva da Fundação Dorina Nowill para cegos.

Outra ferramenta que acaba de chegar ao Brasil é o Orcan 2.0MyEye, dispositivo que pode ser acoplado na haste de qualquer óculos. Apesar de ser do tamanho de um dedo, o equipamento conta com câmera fotográfica, escâner, áudio e microfone. Com estas funcionalidades, é capaz de  capturar a imagem de letras em qualquer plataforma – livro, jornal, computador, placas – e transformar o texto em áudio. Este dispositivo também realiza o escaneamento digital e faz o reconhecimento de pessoas, oferecendo ao usuário o armazenamento em sua memória interna da identificação de até 150 faces.  “Todas as vezes que alguma dessas faces passarem pelo usuário o aparelho informa, automaticamente”, explica Doron Sadka, diretor da Mais Autonomia, empresa que comercializa o dispositivo no Brasil por R$ 14,9 mil, valor que também pode ser financiado pelo Crédito Acessibilidade do Banco do Brasil.

A professora Eliana ressalta que mais importante que a utilização dessas ferramentas é o processo de reabilitação, que junto à pessoa adulta ocorre em cerca de um ano. Vale lembrar que 80% das pessoas que se tornam deficientes visuais acabam perdendo a visão ao longo da vida, devido a doenças como glaucoma, retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade e retinose pigmentar.

Aplicativos úteis

Aipoly Vision: descreve, em áudio, a imagem assim que o aparelho é apontado para o objeto. Consegue identificar 954 cores. Conta com versão gratuita e paga.

Detector de cor: identifica a informa a cor capturada. Grátis.

Fonte grande: altera o tamanho da letra exibida no celular em até 240%. Grátis.

Orcan 2.0MyEye: tipo de olho virtual, que fotografa, escaneia e verbaliza o que está ao redor, incluindo a identificação de pessoas, produtos, dinheiro e cores. Pago: R$ 14,9 mil, valor que pode ser financiado pelo Crédito Acessibilidade do Banco do Brasil.

ViaOpta Nav: ajuda na mobilidade. Como um GPS, indica coordenadas, pontos de referência, melhores caminhos e entraves que o usuário terá para chegar ao seu destino. Nem a pavimentação das calçadas escapa das observações do aplicativo. Grátis.

VE Money Reader: leitor de cédulas de dinheiro para deficientes visuais. A leitura do valor é feita em inglês. Grátis.   

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

VEJA NOSSA EDIÇÃO DO DIA

Ator, cantor e compositor, Will Smith foi chamado pela Fifa para encerrar mundial (Foto: Reprodução/Youtube)

Copa 2018

Alemanha não tomou conhecimento da Seleção (Foto: Clayton de Souza/AE)

Copa 2018

Coutinho também poderia estar na final da Champions, mas foi para o Barcelona e já se apresentou a Tite (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Copa 2018

Mesmo com queda na Copa de 2010, Dunga ainda teve mais uma oportunidade na Seleção, mas decepcionou novamente (Foto: Rodolfo Buhrer/AE)

Copa 2018
Ainda não possui um cadastro? Registre-se

ou

Articulistas

Colunistas

Animais são tratados como membros de família e merecem toda a atenção (Foto: Diogo Moreira / A2img/Fotos Públicas)

Opinião

Preço do frete não acompanhou o aumento do valor do diesel (Foto: Marcelo Camargo/ABR/Fotos Públicas)

Opinião

Como advogado-geral da União, Dias Toffoli defendeu que denúncias duvidosas não fossem incorporadas formalmente ao processo (Foto: Reprodução/Flickr)

Opinião

Paulistas criticam parlamentares, mas não mudam voto nas eleições (Foto: Elza Fiúza/ABR)

Opinião