Escovar os dentes é fundamental para evitar inflamação na gengiva (Foto: Divulgação)

Saúde

Durante a gravidez, é natural que alterações hormonais na gestante provoquem mudanças físicas e emocionais. Essas alterações também interferem na saúde bucal. O aumento da produção de alguns hormônios, por exemplo, pode facilitar a inflamação da gengiva, principalmente quando já existe uma tendência a ter o problema. Sangramentos e infecções também costumam acometer a gengiva da grávida pela mesma razão.

“O ideal é que o acompanhamento com um odontologista seja iniciado quando a gravidez ainda está em fase de planejamento”, explicou Rosane Menezes Faria, dentista da Odonto Empresas. Para evitar a inflamação gengival, que é comum na gravidez, é preciso que a mulher se atente a eventuais sangramentos no local. “Caso aconteçam com certa frequência, é necessário ir ao dentista o quanto antes para que o problema seja tratado e complicações mais sérias sejam evitadas”.  

Ciclo menstrual irregular é normal?

Muitas mulheres apresentam menstruações irregulares, com longos atrasos ou que se repetem em curto intervalo de tempo. Mas, se o fenômeno é comum, não significa que seja normal.

Ciclo Menstrual irregular DIVULGAÇÃO

Ciclo menstrual irregular (Foto: Divulgação)

O ginecologista Renato de Oliveira, da Criogênesis, alerta que o quadro pode ser sinal de várias doenças que, quando não tratadas adequadamente, podem trazer consequências graves à saúde. “Desde a primeira menstruação, a mulher deve criar o hábito de registrar a data que tem início as suas menstruações e quantos dias duram. Assim, é possível verificar se os ciclos mantêm sempre um mesmo intervalo sendo, então, considerado regular ou não. Se o intervalo dos ciclos for muito irregular, pode ser sinal de comprometimento da ovulação”, explica.  Segundo ele, o normal é que ocorra no período de 21 a 35 dias, contando o primeiro dia de um ciclo ao primeiro dia do outro. Quando não há padrão, o ciclo é tido como irregular.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Vacina pode ajudar a imunizar as pessoas contra o zika vírus (Foto: Divulgação)

Saúde

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP está recrutando voluntários para testar vacina contra o vírus da zika, desenvolvida pelo Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos.

O estudo terá duração de dois anos. Os voluntários não receberão pagamentos, só reembolso para alimentação e transporte nos dias de consulta. Para participar é preciso ter entre 15 e 35 anos, não ter tido zika, ser saudável e residente em área endêmica ou potencialmente endêmica. As mulheres não podem engravidar no período. Inscrições pelo Tel. 2661-7214

Dieta rica em proteínas pode causar osteoporose

Pesquisa da USP de Ribeirão Preto identificou que mulheres em período de menopausa, diferente das mulheres mais jovens, têm sofrido perda óssea com dietas que focam em proteína.

A pesquisa, feita com ratas, tem aplicabilidade humana. Mesmo com a associação de exercícios nos animais que tiveram ovários removidos e cessaram a produção de hormônio, ficou demonstrado que a combinação da dieta hiperproteica e exercícios não minimizaram os efeitos da osteoporose.  “No máximo, o exercício físico impacta na força”, explicou Roberta Carminati Shimano, doutora pela USP.    

Higiene bucal exige cuidados especiais

A atividade da boca está conectada ao funcionamento de diversos órgãos do corpo humano. Segundo a dentista Isabella Mendes, existem quatro dicas que certamente facilitarão a vida de quem busca uma plena saúde bucal e evitar problemas no futuro. A primeira é limpar o espaço entre os dentes com produtos específicos. Outra é escovar os dentes três vezes por dia. “O ideal é escovar os dentes durante dois minutos, três vezes por dia, com uma escova macia e de cabeça arredondada, capaz de remover a placa e não machucar os dentes e gengivas.” Manter a limpeza da língua e ingerir alimentos com fibras também contribuem.

Jovem precisam ser alertados e educados em relação à gestação (Foto: Reprodução/Facebook)

Opinião

Um Relatório da Organização Pan-Americana da Saúde e Organização Mundial divulgou que, no Brasil, as mulheres ficam gestantes cada vez mais cedo. Em cada grupo de mil meninas com idade entre 15 e 19 anos, 68 engravidam. O Brasil ocupa o quarto lugar no número de adolescentes grávidas da América do Sul.

A gravidez na adolescência é uma realidade e um assunto delicado. É comum que a gravidez não seja planejada, o que traz consequências psicológicas e físicas para a jovem. O corpo vai mudar. Os hormônios irão interferir na gestação, como alteração do sono, náusea e humor e também sentimentos como estresse, ansiedade e insegurança podem surgir.

Com tantos métodos contraceptivos, porque será que as adolescentes engravidam cada vez mais cedo? Os especialistas acreditam que a falta de informação e o acesso a uma educação sexual, em casa e na escola, têm relação com as gestações. Há também uma liberação sexual acompanhada da falta de limites. Os adolescentes tendem a agir por impulso e não pensam nas consequências.

Uma vez grávida, o que fazer? Primeiro, é importante o apoio da família. Do pai do futuro bebê e dos pais da adolescente grávida. A jovem não pode ter medo de contar para eles. Se isto for muito difícil, encontre uma terceira pessoa. Uma tia, uma irmã mais velha, ou seja, alguém de confiança da adolescente. A notícia é impactante, sim, mas a realidade está aí para ser encarada.

O amparo familiar e a orientação médica vão fazer toda a diferença para dar estrutura a essa jovem e seu filho. Se ela tiver com quem conversar, tirar dúvidas e perceber que não esta sozinha, até um aborto induzido pode ser evitado. O mesmo relatório destaca que é alto o número de mortes entre meninas de 15 a 24 anos por aborto ou durante o parto.

A jovem precisa ter consciência da importância do pré-natal para o desenvolvimento do bebê e zelar pela própria saúde. Uma alimentação saudável é necessária. Vamos alertar os nossos jovens. Falar com eles hoje sobre a sexualidade é educar. É ajudá-los para que tenham um futuro com mais oportunidades. Depende de todos nós!

*Sandra Tadeu é vereadora pelo DEM/SP

Sabrina está grávida de uma menina (Foto: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

A apresentadora Sabrina Sato recebeu alta nesta quarta-feira, 9, e pôde sair do hospital onde estava internada há algumas semanas em São Paulo.

"Tô aqui na poltroninha, sentadinha, porque não posso fazer muita força. Mas olha a bagunça que tá aqui, que estão arrumando pra gente poder ir embora", contou nos stories de seu Instagram, mostrando diversas malas, roupas e objetos espalhados pelo local.

Seu noivo, Duda Nagle, já havia dito que o casal havia transformado o quarto do hospital em um "hotel" para uma estadia mais confortável.

"Amor, você tem que avisar que você ainda não tá autorizada a receber visita, hein?", ressaltou Duda.

"O Duda falou que eu ainda não tô autorizada a receber visita", repetiu Sabrina, em sequência.

Sabrina havia sido inicialmente internada para tratar um machucado no joelho. Posteriormente, com a revelação de sua gestação, aproveitou para fazer exames, que constataram que trata-se de uma gravidez de risco de uma menina.

"Quando cheguei aqui o risco de perder o bebê era de 70%. Mas tenho fé que será por um período pequeno. Todo dia é um dia de vitória pra mim", contou, em entrevista à Hora do Faro.

Na última terça-feira, 8, Sabrina também mostrou aos seus seguidores um presente que ganhou do time de seu coração: um enxoval infantil do Corinthians, com dezenas de produtos.

Ex-apresentador da Record, Britto Jr. criticou exposição de gravidez da Sabrina Sato (Fotos: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

Impossibilitada de fazer o "Programa da Sabrina" no estúdio por conta de uma gravidez de risco, a apresentadora Sabrina Sato foi entrevistada por Rodrigo Faro no hospital para o seu programa do sábado, 5, e revelou que está esperando uma menina.

Sabrina também recebeu R$ 150 mil de uma empresa para anunciar sua gravidez no Instagram, o que dividiu os seus seguidores nas redes sociais. Por conta deste excesso de exposição, o apresentador Britto Jr. fez duras críticas em seu Twitter à ex-colega de Record TV.


"Tudo por dinheiro! Nem que seja preciso passar vergonha e correr o risco de revelar ao público que não há neurônios na caixola", disparou o apresentador, concordando com um artigo que dizia a mesma coisa. Britto também chegou a responder seguidores que responderam ao tuíte.

Pensadores, já devem ter ouvido a piada do negociante que, de tão ganancioso, seria capaz de vender a própria mãe. Acontece que a piada já foi amplamente superada pela realidade. Há inúmeros casos de famosos que vendem tudo, incluindo a intimidade no intuito de faturar mais e mais com divulgação e propaganda. Você vai argumentar que isso é legal. E eu digo que pode ser legal e lucrativo, mas considero, acima de tudo, patético e constrangedor. E muitas vezes chega a ser até ridículo para marcas e produtos. O que dizer, então, sobre o caso da futura mãe, que atravessa gravidez de risco, usar a imagem do bebê que ainda vai se desenvolver no ventre, em nome do marketing e da propaganda? Devo achar normal, já que vivemos na Era midiática? Considero, isso sim, um absurdo! Até mesmo desrespeito ao próprio bebê, que não tem a menor possibilidade de escolha, uma vez que precisaria ter nascido para isso. Vou além: artistas que fazem propaganda de produtos que todos duvidam que eles usem na vida real, artistas que aparecem em campanhas publicitárias fazendo coisas que normalmente não fazem, artistas em pseudo-reportagens elogiosas que não passam de propaganda disfarçada de jornalismo, enfim, artistas que “enganam” não são artistas de verdade. Atuar é bem diferente de enganar. Recentemente, estrelas da televisão se arrependeram de fazer propaganda para marcas envolvidas em corrupção. Abafa o caso!? Quero deixar bem claro que não sou contra a publicidade, mas creio que chegou a hora dos publicitários e dos artistas que vivem da imagem se darem conta dos exageros e da exploração de situações totalmente fora da lógica, da ética e do bom senso. Quem vende a credibilidade está fazendo um péssimo negócio. Pior até do que vender a mãe ou outro membro da família. Obs.: não adianta alguns virem com “mimimi”, defendendo esse ou aquele só porque é fã e condenando o conteúdo da minha crônica. Escrevo para “reflexão” dos leitores sobre assuntos e questões da atualidade. E não tenho “rabo preso” com ninguém.

Uma publicação compartilhada por Britto_oficial (@brittojr_oficial) em

Japa vai ser mãe pela primeira vez (Foto: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

Sabrina Sato compartilhou um vídeo no Instagram para anunciar que está grávida, na última segunda-feira, 30 . Por trás disso, há um faturamento de R$ 150 mil, segundo informou o site Notícias da TV.

A apresentadora negociou com um empresa para tornar pública a gravidez. O valor foi estipulado por ela ter se envolvido com a marca no vídeo, que tem grande apelo de audiência.

O vídeo foi gravado no hospital em que ela está internada, em São Paulo, por ter sofrido uma lesão no joelho esquerdo. Esse caso somado ao fato de que ela estava negociando a publicidade fez que o anúncio da gravidez demorasse um pouco.

Sabrina está grávida de sete semanas e gravou o vídeo ao lado do noivo, Duda Nagle. O casal ficou noivo em janeiro deste ano. Além desse material, também foi feito um ensaio fotográfico.

Sabrina Sato ficou noiva do ator Duda Nagle em janeiro. A reportagem tentou entrar em contato com a assessoria de imprensa da apresentadora nesta segunda-feira, mas não obteve resposta. O espaço está aberto para manifestação.

Bailarina afirma que está ansiosa para retornar ao trabalho (Foto: Neto Soares / MF Press Global)

Fora dos Trilhos

A bailarina Ivi Pizzott, do "Domingão do Faustão", fez seu primeiro ensaio fotográfico após o nascimento de sua filha Kali, fruto do relacionamento com o ator Luís Navarro, que, recentemente, participou da novela "Pega Pega", na Globo.

Exibindo uma ótima forma, mesmo dando à luz há apenas um mês, Ivi recusou o uso de Photoshop para melhorar a aparência. "Foi o meu primeiro ensaio depois da gravidez, um mês pós-parto, e não quis usar Photoshop e nenhuma edição", destacou. 

"Quero mostrar como estou, de verdade, sem mascarar nada. Mostrar a maternidade real", exaltou a bailarina.

Ivi declarou que agora pode dar uma atenção maior ao seu corpo. Porém, a prioridade é a bebê. Ela ainda admitiu que está ansiosa para voltar ao palco do programa dominical na Globo. 

"Agora já posso cuidar do corpo pois saí do resguardo, mas as prioridades mudam. Vou cuidar dela sempre em primeiro lugar. Não vou negar que estou ansiosa para voltar ao trabalho, mas agora penso mais em ter saúde do que ter corpão. Até porque ainda não posso fazer dietas pois estou amamentando", finalizou a bailarina que está de licença do "Domingão do Faustão".

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Plataforma da Justiça Eleitoral garante o anonimato de denunciantes (Foto: Ivo Lindbergh)

Cidade

Desde a disponibilização do aplicativo Pardal pela Justiça Eleitoral em agosto, o sistema recebeu, no Estado de São Paulo, 953 comunicações. Desse total, 69% referem-se à propaganda eleitoral e as demais denúncias se relacionam a crimes eleitorais, uso da máquina pública, compra de votos, entre outras. As informações foram divulgadas pela Assessoria de Comunicação Social do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP). Além da opção de download do Pardal para uso em dispositivos móveis, eleitores podem acessá-lo também em sua versão web no site do TRE paulista, que atua no maior colégio do País, com 33 milhões de eleitores. O sistema Pardal, ferramenta de fiscalização e denúncia, possibilita ao eleitor denunciar diferentes irregularidades durante as eleições de 2018, como propagandas eleitorais, compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais, doações e gastos de campanha. Infrações nas propagandas veiculadas em emissoras de TV e rádio e na internet não serão processadas pelo sistema. Para realizar a denúncia, o autor deve inserir elementos que indiquem a existência do fato, como vídeos, fotos ou áudios, além do nome e CPF. As denúncias são encaminhadas ao Ministério Público Eleitoral, que é uma das partes legítimas para ajuizar representações perante o TRE-SP contra supostas infrações eleitorais. Além do Pardal, o eleitor pode denunciar irregularidades no sistema de Denúncia online. Entretanto, por meio desse sistema, é possível denunciar somente propagandas de rua consideradas fixas, ou seja, veiculadas por meio de outdoors, balões, bonecos, cavaletes, pichações e de inscrições a tinta em muros e fachadas. A denúncia enviada por esse sistema é encaminhada diretamente ao juiz eleitoral que, caso constate a irregularidade, notificará o responsável para retirar a propaganda irregular no prazo de 48 horas. Se a ordem for cumprida, o procedimento será arquivado, mas se persistir a irregularidade, o expediente será encaminhado ao Ministério Público Eleitoral. O sistema recebeu, desde a sua implementação em junho, 461 denúncias.

Fala do General Mourão, vice na chapa de Bolsonaro, causou polêmica (Foto: Henrique Barreto/AE)

Opinião

Nesta semana, a polêmica da vez foi a declaração de um militar acerca dos malefícios de uma criança crescer longe da figura do pai ou do avô. De acordo com ele, jovens nesta condição ficam mais vulneráveis à criminalidade, principalmente se viverem em áreas dominadas pelo tráfico. Sinceramente, não entendi o porquê de tanta celeuma para uma afirmação tão óbvia. Ao contrário do que a grande mídia propagou por aí, a assertiva do tal general não constitui qualquer ofensa às mulheres e às mães em geral. Trata-se, apenas e tão somente, de uma constatação empírica. Crescer em uma família desestruturada (sem pai ou mãe) contribui, sim, para que o jovem venha a trilhar no mundo do crime, bastando para tanto analisar os estudos e pesquisas sobre o tema. O fato de o militar ter feito referência somente à ausência da figura masculina não significa que o contrário não seja também verdadeiro. Isso só não foi explicitado porque a grande maioria dos jovens com famílias cindidas vive na companhia da mãe e da avó, e não do pai ou do avô. E, na ausência destes últimos, surge então a necessidade de um referencial paterno, de uma figura masculina, que, infelizmente, pode vir a ser o traficante do morro, vez que dotado de autoridade, poder e dinheiro. Alguma incoerência em tal discurso? Creio que não! No ano de 2007, inclusive, um grande jornal do país divulgou um trabalho com esta mesma conclusão. No entanto, ninguém reclamou de nada. Já em 2008, foi a vez de Barack Obama dizer que crianças sem pai têm 20 vezes mais chances de acabarem na prisão. Todavia, mais uma vez o silêncio foi sepulcral. Por fim, em 2016, um estudo de minha instituição revelou não só que dois em cada três jovens infratores vêm de lares sem pai, como também que 60% deles não professam nenhuma religião. Em outras palavras, Deus e família (pai e mãe) são sim inibidores do crime, não havendo como se negar o óbvio. Na realidade, o problema não foi o conteúdo do que foi dito, mas sim por quem foi dito. E isso já bastou para se dar início a um verdadeiro assassinato de reputações. Lamentável! Hoje em dia, creio que tão ou mais grave que a corrupção material e financeira, é a corrupção espiritual, intelectual e de personalidade de alguns. Definitivamente, o maior problema do Brasil é a corrupção da inteligência! Rodrigo Merli Antunes é Promotor de Justiça do Tribunal do Júri de Guarulhos e pós-graduado em Direito Processual Penal*

157 candidatos já foram barrados pela Justiça com base na Ficha Limpa, incluindo Lula (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é o único barrado pela Lei da Ficha Limpa para as eleições deste ano. Até agora, foram 157 candidatos impedidos de prosseguirem na disputa com base em dados ainda parciais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número representa 6% de todas as 2.599 candidaturas rejeitadas pela Justiça Federal. Restam 27.402 consideradas aptas, entre presidenciáveis, governadores, senadores e deputados federais e estaduais. Em 2014, foram 250 nomes tirados da lista, cerca de 60% a mais do que neste pleito. Ainda assim, não conseguiu barrar Paulo Maluf como deputado federal, que, em 2013, fora condenado em segunda instância por improbidade administrativa. Já se vão mais de oito anos desde que a Lei Complementar 135/10, mais conhecida como Ficha Limpa, entrou em vigor, em 4 de junho de 2010. Passou a valer já nas eleições de 2012, proibindo candidaturas de condenados em segunda instância e sentenciando a oito anos de inelegibilidades aqueles que renunciassem ao cargo para evitar processo de cassação. O texto, que revolucionou a história eleitoral brasileira, é de uma clareza singular, embora ainda não falte quem ouse questioná-lo. Mas esta lei segue viva e atual, cumprindo o seu papel de depuração e ajudando a separar o joio do trigo. Pode até parecer pouco que apenas 6% do total de candidatos seja retido. Mas, sem a Lei da Ficha Limpa, o número de fichas sujas seria certamente bem maior. Cientes das restrições legais, os próprios partidos já fazem sua triagem, impedindo inscrições daqueles que seriam enquadrados pela legislação. Assim, a lei de iniciativa popular, nascida a partir da assinatura de mais de 1,6 milhão de cidadãos, vai mostrando sua importância no processo eleitoral. Seus efeitos são limitados no que diz respeito aos resultados finais, mas é um sopro de esperança para que os eleitores tenham opções de mais qualidade na disputa.

Candidato do PT foi atacado em debate da TV Aparecida (Foto: Reprodução/TV Aparecida)

Nacional

Com a ausência de Jair Bolsonaro (PSL), o candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, foi o alvo principal dos adversários durante o debate realizado na noite desta quinta-feira, 20, pela TV Aparecida, na cidade do interior paulista. Estreante num encontro entre os presidenciáveis, Haddad foi questionado sobre denúncias de corrupção envolvendo petistas e a crise econômica originada no governo da presidente cassada Dilma Rousseff. Haddad assumiu a candidatura presidencial do PT somente no dia 11 deste mês, em substituição a Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso na Lava Jato e barrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Conforme as mais recentes pesquisas, ele está em segundo lugar nas intenções de voto, atrás do líder Bolsonaro - o candidato do PSL permanece internado se recuperando de uma facada. O debate desta quinta-feira foi promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) no Santuário Nacional de Aparecida. O Ibope, em sua mais recente pesquisa, mediu as intenções de voto entre os católicos. Jair Bolsonaro lidera e, no dia 18, tinha 25%. Fernando Haddad estava com 21%, mas tinha 9% na pesquisa anterior. A transferência dos votos do ex-presidente Lula lhe deu 12 pontos entre os católicos. Ciro Gomes oscilou para cima, com 13% do eleitorado desta religião. 
Ainda não possui um cadastro? Registre-se

ou

Articulistas

Colunistas

Fala do General Mourão, vice na chapa de Bolsonaro, causou polêmica (Foto: Henrique Barreto/AE)

Opinião

157 candidatos já foram barrados pela Justiça com base na Ficha Limpa, incluindo Lula (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Luiza Trajano, do Magazine Luiza, é uma das maiores representantes do empoderamento feminino no Brasil (Foto: Reprodução/Instagram)

Opinião

Mesmo no hospital, presidenciável mantém declarações em tom de campanha (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião