Ideia é que células sejam recrutadas para combater a doença (Foto: Divulgação/Cynthia Goldsmith/CDC/Fotos Públicas)

Saúde

Pesquisadores do Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias (Crid) e da USP deram mais um passo para desvendar os mecanismos envolvidos na infecção por Trypanosoma Cruzi, protozoário que causa a doença de Chagas.

Eles identificaram uma molécula, a fosfatidilinositol 3-quinase (PI3K) gama, que tem papel importante no reconhecimento do parasita e também no recrutamento de células de defesa do organismo para combatê-lo. O estudo terá continuidade para aprofundar o entendimento do mecanismo de regulação do PI3K gama. “Agora estamos mostrando que existe uma molécula capaz de regular o PI3K gama e é possível modulá-la. Precisamos saber se o PI3K gama é dependente exclusivamente dessa molécula ou se há outras envolvidas.

É um estudo complexo, razoavelmente demorado e exige estudantes bem treinados para trabalharmos”, explicou o docente da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, João Santana da Silva.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

VEJA NOSSA EDIÇÃO DO DIA

Infantino afirmou que a Copa foi a melhor de todas por causa da arbitragem (Foto: Kin Saito/ CBF)

Copa 2018

França conquistou seu segundo título mundial em 20 anos (Foto: Reprodução/Instagram)

Copa 2018

Presidente da Fifa se esquivou de perguntas políticas (Foto: Fotos Públicas)

Copa 2018

Jogador admite que na Eurocopa havia um clima de "já ganhou" (Foto: Reprodução/Facebook)

Copa 2018
Ainda não possui um cadastro? Registre-se

ou

Articulistas

Colunistas

Pré-candidato à Presidência errou ao ofender promotora (Foto: JAÉLCIO SANTANA/Fotos Públicas)

Opinião

União em São Paulo ajudou Centrão a se decidir em nível nacional. Agora, partidos que fazem parte deste grupo vão apoiar Alckmin (Foto: Renato S. Cequeira/Futura Press/AE)

Opinião

Jardim Botânico de Curitiba é um dos mais famosos do Brasil (Foto: Daniel Castellano/SMCS/Fotos Públicas)

Opinião

Ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles não está bem nas pesquisas, mas ele se mantém otimista (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABR)

Opinião