12.4 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022

Ronaldinho Gaúcho cria sua própria coleção NFT; Confira como conseguir

Lenda do futebol brasileiro e mundial, Ronaldinho Gaúcho entrou para o universo das NFTs. O “Bruxo”, em parceria com a plataforma Blockchain ‘Shirtum’, criaram a coleção de tokens não fungíveisDinho‘. São mais de 10 mil “peças” personalizadas e exclusivas de grandes momentos da carreira e trajetória no futebol do craque de times como Barcelona, Milan, Flamengo, Atlético-MG e, claro, seleção brasileira.

O anúncio foi feito pelo próprio Ronaldinho, em seu Twitter que conta com mais de 20 milhões de seguidores. O Gaúcho também revelou a parceria com o argentino Saviola no projeto. O meia e Saviola atuaram juntos no Barcelona na geração que deu a Ronaldinho a projeção mundial no esporte, rendendo também uma bola de ouro ao atleta.

As utilidades do NFT de Ronaldinho Gaúcho

Os Dinhos já podem ser adquiridos na plataforma da Shirtum, como foi divulgado pelo próprio Ronaldinho, sendo comprados com a cripto $SHI.

“Você pode colecionar os momentos mais icônicos da minha carreira, apenas com $SHI no #Shirtum”, divulgou o craque.

As NFTs de Ronaldinho são as consideradas PFP, ou, Profile Pictures, que tem o estilo dos famosos Bored Apes, uma imagem centralizada do rosto do personagem, com características e fundos únicos.

Esse estilo de NFT é famoso no meio da web3 por conta da exposição que recebe, já que a maioria que possui, usa como imagem de perfil nas principais redes sociais, como forma de divulgação visando atrair compradores.

Assim como prometem a maioria dos tokens não fungiveis, os Dinhos também tem sua utilidade desde o metaverso até o mundo real.

A Shirtum diz que quem possui algum dos Dinhos, poderão viver experiências interativas envolvendo a carreira do R10.

“Os Dinhos são utilitários únicos no Metaverso, assim como online e IRL (In real life [na vida real]) com Ronaldinho e a comunidade de Dinhos. Como titular, você poderá vivenciar a história de Ronaldinho como nunca antes”, afirmou a empresa.

A decadência dos Dinhos

Após meses do lançamento da NFT, os tokens não se mostraram um grande sucesso apesar do apelo que Ronaldinho tem no âmbito futebolístico e midiático.

A cripto $SHI aparece muito desvalorizada, custando literalmente centavos de reais segundo plataformas de negócio de criptomoedas.

Recentemente buscando salvar os Dinhos, a plataforma de Blockchain, Gate.io, em parceria com a Shirtum, divulgou no Twitter o ‘giveaway’, de 100 peças da coleção de tokens, que valeriam o equivalente a 4000 reais.

Mesmo com a atitude, o negócio não foi para frente e hoje o site se encontra com pouco mais de 2.000 das 10.000 peças disponíveis compradas.

Esse lançamento contabiliza mais um fracasso de tentativas de Ronaldinho em entrar no web3.

Em 2021, o Bruxo apareceu como garoto propaganda de duas corretoras de cripto ativos e NFTs, que logo foram descobertas como um esquema de pirâmide. Ambas inclusive com peças e coleções estampando o nome do ex-jogador, como a Ronaldinho colections, feita pela Ronaldinho 18k e com participação LBLV, a outra indiciada no esquema de pirâmide.

O serviço das duas empresas foi suspenso pelo governo no Brasil, tendo Ronaldinho ficado manchado desde então no âmbito.

 

 

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS