15.2 C
São Paulo
quinta-feira, julho 7, 2022

Paulo Cupertino passou por três países antes de ser preso

Responsável pelo assassinato do ator Rafael Miguel e os pais do garoto, o empresário Paulo Cupertino foi capturado pela Polícia Civil. No entanto, até ser identificado em São Paulo, ele teria vivido em mais de 100 endereços em, pelo menos, três países distintos.

A estimativa foi declarada pelo delegado Wendel Luís Pinto Sousa Silva, do 98° Distrito Policial (Jardim Miriam) na última quarta-feira (18).

“Aqui, por esta delegacia, nós verificamos tranquilamente mais de cem endereços. Se bobear, foram mais de 300 lugares”, informou.

Foragido nos últimos três anos, Cupertino teria frequentado, além do Brasil, outros dois países sul-americanos: Argentina e Paraguai.

Para ser preso, uma denúncia anônima foi feita assegurando que o criminoso estaria no bairro de Interlagos, zona sul de São Paulo. Até o momento da prisão, o tempo de preparo para a captura de Paulo Cupertino durou 10 dias.

Do contrário, a Polícia Civil não sabe a razão que motivou o retorno de Cupertino à capital paulista.
Além do autor do crime bárbaro que matou o ator Rafael Miguel, outras duas pessoas, amigas de Cupertino, ganharam títulos de réus por auxiliá-lo.
O assassinato de Rafael e dos pais dele aconteceu em 2019. Desde então, o procurado utilizava nome falso por onde frequentava.

LEIA MAIS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS