19
Sex, Out

Novelas

16/7, segunda

Rosa volta para casa e discute com Agenor. Ionan descobre o esquema de Remy e passa mal ao saber que Dodô está sendo chantageado por ele. Valentim avisa a Luzia/Ariella que divulgou a música composta por ela em parceria com Marçal, o novo nome artístico de Beto Falcão. Laureta briga com os funcionários do bordel. Ícaro procura Luzia/Ariella e fica atordoado.

 

17/7, terça

Remy procura Ionan, que o expulsa de sua casa. Beto/Miguel altera a música de Clóvis e Gorete. Evandro e Rochelle descobrem o novo esconderijo de Severo e avisam a Roberval, que denuncia o pai. Maura volta para a delegacia. O policial Guedes leva o dinheiro apreendido de Severo para a delegacia. Laureta revela o segredo de Rosa para Agenor e Nice.

 

18/7, quarta

Valentim se desculpa com Luzia/Ariella por ter divulgado sua música. Zefa visita Severo na cadeia e deixa Roberval revoltado. Agenor escorraça Rosa, e Nice se desespera. Doralice conta para Ionan sobre Rosa e ele sai apressado de casa. Valentim se desespera ao saber da humilhação sofrida pela namorada e vai atrás dela. Luzia flagra Manuela vendendo drogas.

 

19/7, quinta

Manuela foge de Luzia. Cacau mente para Roberval para justificar sua ausência. Maura e Rosa descobrem o segredo de Galdino. Valentim critica Laureta para Karola e encoraja Beto/Miguel a revelar seu segredo publicamente. Rosa consegue o endereço da mãe de Galdino e o surpreende. Manuela questiona Narciso sobre sua família. Galdino atenta contra a vida de Rosa.

 

20/7, sexta

Rosa escapa de Galdino e volta para o casarão. Ícaro e Luzia/Ariella procuram Manuela, que sofre uma crise de abstinência. Karola pensa em cobrar direitos autorais para Clóvis e Gorete. Ionan troca agressões com Remy, e Beto/Miguel fica intrigado. Maura tenta convencer a irmã a denunciar Galdino. Laureta decide ajudar Karola e faz uma proposta para Rosa.

 

Sábado, 21/7

Rosa termina o namoro com Valentim após considerar a proposta de Laureta. Narciso usa drogas com Manuela. Rosa vai ao restaurante de Cacau e humilha Agenor. Manuela pede para Acácio permitir que ela fique no casarão. Cacau pede para adiar seu casamento com Roberval. Ionan conta para Beto/Miguel o que esconde. Rosa volta para a casa de Laureta, agora como sua sócia.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Segunda-feira 28/05

Luzia observa Ícaro e Manuela juntos. Ícaro afirma a Manuela que irá morar com ela. Rosa e Ícaro se amam, e a moça teme a reação de Laureta caso descubra o envolvimento dos dois. Luzia e Cacau se unem e pedem perdão uma a outra. Selma se declara para Maura, quando Lourival chega. Karola humilha Beto. Beto vê Luzia na rua.

 

Terça-feira 29/05

Roberval se declara para Cacau e afirma que nunca a esqueceu. Karola pede ajuda a Laureta. Beto volta a compor e Dodô se preocupa quando o filho menciona seu amor por Luzia. Selma diz a Maura que deseja se separar de seu marido. Cacau revela a Zefa que Roberval está de volta ao Brasil. Beto anuncia que não voltará para a casa de Karola. Beto revela a Valentim que é Beto Falcão.

 

Quarta-feira 30/05

Valentim se revolta contra Beto e a família por terem mentido para ele. Roberval rejeita Zefa e Cacau desconfia das intenções dele. Valentim decide sair de casa. Dodô afirma a Clóvis que o filho não tem talento para a música, e Naná repreende o marido. Maura fala com Rosa sobre seus sentimentos em relação à Selma. Luzia decide marcar um encontro com Ícaro.

 

Quinta-feira 31/05

Luzia explica a Ícaro que deseja apenas conversar com o rapaz. Valentim reafirma a Beto que se afastará caso o pai não desfaça a mentira sobre sua morte. Doralice descobre que Beto Falcão está vivo e se revolta contra Ionan e a família. Embriagado, Clóvis grava uma versão da nova música de Beto para Remy. Karola acredita que Beto esteja apaixonado.

 

Sexta-feira 01/06

Beto hesita em subir ao palco e Valentim maldiz Beto Falcão diante da plateia. Karola tenta confortar Valentim, que sofre por não ter conseguido desfazer a farsa sobre a morte de seu pai. Maura inicia seu trabalho na delegacia, e Viana insinua que Ionan acabará envolvido com a policial. Instigado por Rochelle, Narciso agride Acácio e Valentim no show de Luzia.

 

Sábado 02/06

Rochelle furta joias de Karen e esconde um anel nos pertences de Dinah, uma nova funcionária da casa. Katiandrea registra Edgar subornando Zeca. Karen acusa Dinah de roubo, mas Manuela revela a farsa de Rochelle. Severo exige que Rochelle peça perdão a Dinah. Beto parte para Boiporã. Laureta descobre que seu cliente misterioso é Roberval.

 

Segunda-feira, 21

Karola provoca Luzia, que acaba detida pela polícia com Groa. Cacau explica a situação de Luzia para Ícaro e Manuela e pede que as crianças decidam se querem ficar com ela ou com Karen e Edgar. Karola fica com Remy na frente de Beto, que está paralisado. Antes de morrer, Claudine revela que Roberval é filho de Severo. Jurema convoca Luzia para um esquema de fuga do presídio

 

Terça-feira, 22

Beto pergunta por Luzia. Roberval confronta Severo sobre sua paternidade e Zefa se desespera. Roberval revela a Karen que Edgar tem um envolvimento com Cacau. Karen se revolta contra Edgar e Cacau é demitida da mansão. Na prisão, uma detenta ameaça a vida de Luzia, que é salva por Jurema. Beto identifica Luzia entre as detentas fugitivas.

 

Quarta-feira, 23

Beto chama por Luzia, mas Jurema a apressa na fuga. Groa sugere que Luzia fuja com ele para a Islândia. Roberval foge com as joias de Alda e Laureta se enfurece. Beto se casa com Karola. Luzia foge com Groa. Passam­se 18 anos. Rochelle chantageia Manuela. Caracterizada como Ariella, Luzia afirma a Groa que voltará para o Brasil.

 

Quinta-feira, 24

Luzia explica a Groa como fará para vir ao Brasil e afirma que seus filhos precisam dela. Ícaro discute com Cacau e garante à tia que viverá junto de Manuela. Luzia/Ariella e Groa chegam ao Brasil. Agenor maltrata Nice e Rosa defende a mãe. Rosa conhece Laureta. Ícaro furta o dinheiro de Cacau. Luzia/Ariella dedica seu show em Salvador a Manuela.

 

Sexta-feira, 25

Cacau confronta Ícaro e exige que ele devolva o dinheiro roubado. Manuela expulsa Cacau do show e acusa a tia e Luzia pelo estado do irmão. Valentim conversa com Dodô sobre Beto. Ionan revela que Remy está sendo perseguido por um agiota e Dodô exige que a família não ajude o filho banido. Beto/Miguel apoia Valentim diante de Karola.

 

Sábado, 26

Remy tenta seduzir Karola. Ícaro se interessa por Rosa. Luzia/Ariella presenteia Manuela, que fica encantada. Ícaro e Rosa se beijam e prometem manter seu envolvimento em segredo. Laureta decide investigar a vida de Ícaro. Luzia/Ariella incentiva Manuela a não desistir de seu novo trabalho. Beto impede que Karola e Clóvis gravem uma música fingindo sua autoria.

 

Segunda-feira 14/05

Dodô revela a Beto que Remy acabou com o patrimônio da família e o cantor decide fazer um show em Aracaju. Ele não consegue embarcar no avião, que cai em um acidente. Remy e Karola convencem Beto a fingir sua morte para recuperar o patrimônio da família. Luzia e Beto se amam e ele decide acabar com a farsa. Ela está grávida, mas encontra Karola procurando o noivo, para contar que está esperando um filho dele.

 

Terça-feira 15/05

Beto se irrita ao ver Karola, mas desiste de mandar a ex­namorada embora ao saber de sua suposta gravidez. Luzia se consola com Groa. Luzia não deixa Beto se explicar e os dois acabam se separando. Ela pede ajuda a Januária para interromper sua gravidez. Laureta descobre que Beto está vivo e chantageia Karola. Groa convence Luzia a conversar com Beto. Ele encontra Edilei na casa de Luzia.

 

Quarta-feira 16/05

Luzia inventa uma desculpa para justificar a Edilei a presença de Beto. Ela leva o ex­marido ao médico e descobre que ele tem uma doença grave. Beto encontra Clóvis ao chegar ao estúdio e descobre que Remy o enganou. Luzia se sente mal na frente de Karola, que desconfia da gravidez da rival. Karola parabeniza Edilei pela gravidez de Luzia. Beto questiona Luzia sobre a paternidade do filho.

 

Quinta-feira 17/05

Luzia afirma a Beto que o bebê não é seu filho. Groa convence Luzia a contar a verdade para Edilei e Beto. Laureta sugere que Karola acabe com a vida de Beto. Roberval descobre o caso de Edgar e Cacau. Ionan descobre que o irmão está vivo e obriga Clóvis a contar a verdade à família. Beto e Luzia se encontram. Edilei vê o casal e acerta a cabeça de Beto, que desmaia. Luzia empurra o ex­marido, que se desequilibra.

 

Sexta-feira 18/05

Edilei morre e Karola convence Luzia a fugir. A família de Beto descobre que ele está em coma e Karola convence todos a manter o segredo do cantor. Karola diz a Luzia que Beto morreu. Laureta denuncia Luzia à polícia e a obriga a fugir com Karola. Karola visita Beto com uma falsa barriga de gravidez e intriga Remy. Luzia tenta sair do esconderijo, mas passa mal e entra em trabalho de parto.

 

Sábado 19/05

Karola mente para Luzia e diz que o bebê não sobreviveu. A vilã avisa à família de Beto que seu filho nasceu. Laureta vai à delegacia e denuncia o esconderijo de Luzia. Groa descobre que a polícia irá capturar Luzia e vai ao encontro da amiga. Groa chega com Luzia a seu bar e pede que a amiga permaneça escondida. Karola se assusta ao encontrar Luzia em casa com o bebê nos braços.

Apesar do crime, ainda não se sabe quem vai matar o malandro (João Cotta-TV Globo)

Fora dos Trilhos

O irmão de Beto (Emilio Dantas) em Segundo Sol, Remy (Vladimir Brichta), será assassinado em um quarto de hotel, depois de marcar um encontro com Luzia (Giovanna Antonelli). O amante de Karola (Deborah Secco) será surpreendido em um quarto de hotel, segundo a colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

O malandro vai dopar a mocinha, que ficará desacordada e não verá o crime. Pela segunda vez na história, ela será acusada de um assassinato que não cometeu, já que, quando acorda, vê o corpo do homem estendido ao seu lado. Vale lembrar que na primeira fase da trama, ela empurrou seu ex-marido Edilei (Paulo Borges) e o viu cair de um penhasco.

Os principais suspeitos serão Karola, que é chantageada pelo amante por conta dos golpes que eles aplicaram em Beto, e Ionan (Armando Babaioff), que foi pego traindo a mulher e também está nas mãos do rapaz.

No caso da personagem de Deborah Secco, o embate principal foi ao ar no sábado, 26, quando o malandro informou a ela que estava sendo perseguido por um agiota. Ele ameaçou contar a Beto que os dois tiveram um affair e ficou ainda mais interessado quando viu a luxuosa cobertura em que o casal vive.

Adriana Esteves é uma das apostas de João Emanuel Carneiro para a novela Segundo Sol (Foto: Paulo Belote/TV Globo)

Fora dos Trilhos

Hoje eu inicio a minha coluna comentando a nova novela das 21h da Globo, Segundo Sol, de João Emanuel Carneiro, que estreou anteontem. A trama é alvo de críticas por ter poucos negros no elenco, muito embora a emissora pretenda rever este quadro.

Os protagonistas são Giovanna Antonelli e Emilio Dantas. Eles interpretam o casal principal da história. A novela substitui O Outro Lado do Paraíso, que terminou na última sexta-feira. A história se passa na Bahia, Estado com o maior percentual de população negra do País. O elenco da novela, porém, é predominantemente branco.

Na última sexta-feira, o Ministério Público do Trabalho (MPT), por meio da Coordenadoria Nacional de Promoções de Igualdade e Oportunidade e Eliminação da Discriminação no Trabalho, enviou à Rede Globo uma notificação recomendando a devida representação racial na novela.

A direção da Globo tem conhecimento de que descumprir a solicitação do MPT pode resultar em uma ação judicial. Porém, sobre as críticas, a comunicação da emissora afirma que respeita a diversidade e repudia qualquer tipo de preconceito e discriminação, inclusive de ordem racial.

Segundo Sol significa segunda chance. Esse é o ideal do autor João Emanuel Carneiro. A trama começa em 1990, em Salvador, que vai contar com Arlete Salles, Emílio Dantas e José de Abreu, entre os destaques do elenco. O folhetim ainda marca a volta da atriz Adriana Esteves para as produções de Carneiro.

A atriz, que interpretou a inesquecível Carminha em Avenida Brasil, fará novamente uma vilã. Segundo o escritor, uma atriz como Adriana Esteves traz elementos que te alimentam no processo da novela. Ela é, sem dúvida nenhuma, um grande talento. 

Como já é de praxe em seus romances, o escritor promete uma reviravolta no meio da trama, fazendo diversas mudanças na interpretação dos personagens para dar mais impacto na história e mais emoção para os telespectadores.

A novela Segundo Sol foi estudada minuciosamente, não só para impactar mais, mas para manter a audiência do horário, que vem crescendo a cada trama. A direção da Globo se reúne com seus autores uma vez por ano para manter esse padrão.

Frase Final: “Assim que você confiar em si mesmo, você saberá como viver”. (Johan Goethe)

Emilio Dantas e Giovanna Antonelli são os protagonistas da nova novela da Globo (Foto: João Cotta/TV Globo)

Fora dos Trilhos

A Globo se posicionou a respeito das críticas que vem recebendo sobre uma suposta falta de diversidade no elenco de sua próxima novela das nove, Segundo Sol.

"De fato, ainda temos uma representatividade menor do que gostaríamos e vamos trabalhar para evoluir com essa questão", afirmou a emissora, em nota.

No esclarecimento, a Globo ainda ressalta que "pelo fato de se passar na Bahia", a trama traz oportunidades para abordar as questões da diversidade, que "serão abordadas ao longo da novela, que está estruturada em duas fases".

O posicionamento da emissora surgiu após o colunista Leo Dias ter publicado uma nota afirmando que o elenco da futura novela teria reclamado da falta de atores negros entre os escalados para os personagens - fato negado pela emissora.

Alguns telespectadores também usaram as redes sociais para reclamar sobre a questão da representatividade.

Não é a primeira vez que as novelas da emissora sofrem críticas deste tipo. Em 2016, Sol Nascente recebeu críticas por trazer poucos atores de origem nipônica à trama, que era focada na cultura japonesa. 

Confira a íntegra da nota enviada pela Comunicação da Globo:

"Uma história como a de Segundo Sol, também pelo fato de se passar na Bahia, nos traz muitas oportunidades e, sem dúvida, reflexões sobre diversidade na sociedade, que serão abordadas ao longo da novela, que está estruturada em duas fases. As manifestações críticas que vimos até agora estão baseadas sobretudo na divulgação da primeira fase da novela, que se concentra na trama que vai desencadear as demais. Estamos atentos, ouvindo e acompanhando esses comentários, seguros de que ainda temos muita história pela frente. De fato, ainda temos uma representatividade menor do que gostaríamos e vamos trabalhar para evoluir com essa questão."

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Verdade já não basta para formar a opinião pública, nem é antídoto à desinformação (Foto: Allan White/ Fotos Públicas)

Opinião

Desde 2013, o Ibope realiza a Pesquisa Brasileira de Mídia, a pedido do governo federal. O objetivo é saber por quais meios os brasileiros se informam. Desde o início, o estudo – que é feito nacionalmente e com uma amostra de cerca de 15 mil pessoas, distribuídas por todas as Unidades da Federação – revela a prevalência da TV sobre os demais meios. Mas, desde 2016 (último ano da análise, publicada em 2017) há evidências do avanço da Internet, que se consolidou como o segundo meio de comunicação mais usado (49% da amostragem), ameaçando inclusive a soberania televisiva (89%). A soma é superior a 100% porque se pode indicar mais de uma opção. E as eleições deste ano reforçam o poder da internet e dos meios digitais. Para o bem ou para o mal, estas formas se cristalizaram como o caminho preferido de muitos brasileiros para o consumo de notícias. E não são poucos aqueles que fazem isso de modo exclusivo, bebendo apenas na fonte de sites, blogues, aplicativos e redes sociais. E, ainda que estes não sejam maioria, dedicam mais tempo nestes acessos. Enquanto o tempo médio em frente à TV é de três horas e 21 minutos, entre aqueles que utilizam a web (segundo a mesma pesquisa Ibope) é de quatro horas e 40 minutos, superando seis horas entre o público de 16 a 24 anos. Mais importante que a quantidade de informação disponível na web e redes sociais são a relevância e qualidade do conteúdo oferecido. Evidentemente, no universo digital há muitas empresas e grupos sérios, que primam pela credibilidade do que oferta. No entanto, há um sem número de virulentos guetos, que servem de fábrica para as fake news. Assim, nunca é demais ressaltar que estar na internet, Facebook ou WhatsApp não representa selo de veracidade. Ainda são os meios tradicionais que têm o compromisso com a verdade, por não sair noticiando o que não foi confirmado. Falta isso nos rincões digitais. E até que se separe o joio do trigo, esta revolução representará não um avanço, mas um retrocesso. Nesta nova era, a verdade já não basta para a formação da opinião pública, nem é antídoto à manipulação. Agora se consome aquilo em que se quer acreditar, acriticamente e ainda que falso, desprezando o que vai contra as próprias convicções. A isso se convencionou chamar de “pós-verdade”.

Mais uma pesquisa dá empate técnico entre os dois oponentes (Fotos: Klaus Silva /TJSP/ Fotos Públicas e Reprodução/Twitter)

Cidade

Os candidatos ao governo do Estado de São Paulo João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB) estão tecnicamente empatados na disputa para o segundo turno, aponta a mais recente pesquisa Ibope/TV Globo/Estadão divulgada nesta quarta-feira, 17. Doria tem 52% dos votos válidos - quando são excluídos os brancos, nulos e indecisos - e Márcio França, 48%. A margem de erro é de três pontos porcentuais. É a primeira pesquisa Ibope para o governo de São Paulo neste segundo turno das eleições 2018. Se considerados os votos totais, Doria tem 46% das menções e França, 42%. Eleitores que declaram a intenção de votar em branco ou nulo são 10%; 2% não sabem ou preferiram não responder. A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 17 de outubro. Na intenção de voto espontânea, na qual os eleitores manifestam sua preferência antes de ler a lista de candidatos, Doria aparece com 28% das intenções de voto, também empatado tecnicamente com França, que tem 26%. Neste caso, os indecisos são um quarto dos entrevistados. Outros 15% manifestam a intenção de votar branco ou nulo, e 6% disseram nomes diferentes, que não estão na disputa. A rejeição de Doria é a maior - 32% apontaram que não votariam nele de jeito nenhum. A de França, que vinha se mantendo baixa no primeiro turno - subiu e agora está em 20%. No dia 6 de outubro, véspera do primeiro turno, era de 9%. Também chama a atenção a quantidade de eleitores que não os conhecem - 18% disseram não conhecer Doria o suficiente para opinar. No caso de França, o número é de 28%. A pesquisa ouviu 1.512 votantes e a margem de erro estimada é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95% - esta é a chance de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo sob o protocolo Nº SP-07777/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-BR-07265/2018.

Vice de Haddad, Manuela d'Ávila é uma critica do machismo (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Confesso que essa batalha do #elenão e #elesim algumas vezes me deixa confuso. Afinal, quem é o seu “ele não”? Ou o “ele sim”? Parece que as pessoas têm medo de falar esse nome que supostamente não pode ser dito. Vejo um enorme questionamento sobre machismo. Geralmente, quem fala isso é uma mulher. Vi, inclusive, a vice do Haddad criticando o machismo e em uma certa frase ela usou a palavra feminismo três vezes. Eu fico confuso: o machismo é proibido, errado, questionado, uma coisa que deve ser totalmente excluída da sociedade, mas o feminismo radical pode? Sempre fui a favor dos direitos iguais. Há dez anos, quando ganhei a guarda definitiva do meu filho, defendia essa postura sem hipocrisia. Eu acho que não existe nenhuma diferença entre homem e mulher. Se fosse há 2 mil anos, quando tudo era à base da força física, faria sim diferença em uma caça, batalha, onde era necessário usar espada, ou armadura pesada para defender uma civilização. Mas hoje, você precisa de uma espada para decidir alguma coisa? Não, uma caneta decide. As mulheres são atuantes nas universidades e ocupam altos cargos. Sei que ainda existe diferenciação, fruto de uma cultura absurda, subdesenvolvida. Afinal, a mulher é tão capaz quanto o homem, e o contrário também, e ambos podem sozinhos gerir uma família, assim como aconteceu comigo. Eu administro as tarefas de ser pai, empresário, profissional e empreendedor. Fiquei com nosso filho porque chegamos a um acordo, o que não significa que eu, naquela situação, era melhor ou pior do que a mãe dele. Quem questiona o machismo, assim como quem questiona o feminismo ou a homossexualidade é tão preconceituoso ou mais do que aquele que está só externando a sua possibilidade ou vontade política. Essa campanha #elesim e #elenão, vou fazer isso ou vou fazer aquilo, é desgastante. Meu filho tem 12 anos e eu o criei sem a ajuda de ninguém, absolutamente sozinho, nem minha família tão pouco a da mãe dele. Sempre eu e ele a vida inteirinha. Basta a gente querer, e deixar o preconceito de lado. Daniel Toledo é Advogado especializado em direito internacional, consultor de negócios e sócio fundador da Loyalty Miami

Em uma disputa acirrada, França e Doria tentam colar suas imagens a Bolsonaro (Fotos: Klaus Silva /TJSP, Fernando Frazão/ABR e Marcos Corrêa/PR

Opinião

Bolsonaro nada de braçada no Estado de São Paulo onde, segundo a última sondagem do instituto Paraná Pesquisas tem quase 70% das intenções de voto do eleitorado local. Daí não ser surpresa o fato de tanto João Doria (PSDB) quanto Márcio França (PSB) desejarem e precisarem dos votos dos correligionários do capitão reformado para vencer a disputa ao Palácio dos Bandeirantes. França até que saiu na frente nesta disputa particular, ao obter de primeiro momento o apoio do futuro senador Major Olímpio (PSL), simplesmente o mais bem votado para o cargo em todo o País. Também obteve a preferência do Major Costa e Silva (DC), aliado de Bolsonaro e quinto colocado na disputa estadual. Mas Doria reagiu rápido. Primeiro atraiu o PRTB, partido do general Hamilton Mourão, vice de Bolsonaro, e, em seguida, buscou uma aproximação direta com o próprio presidenciável, ao tentar um encontro com ele no Rio de Janeiro. Embora não tenha sido recebido, o ex-prefeito paulistano saiu de lá com um excelente recorte de uma declaração mais ampla do pesselista, que logo passou a ser usada na campanha do tucano. “Eu sei que ele (Doria) é uma oposição ao PT. Somos oposição ao PT. E eu sei que o outro lado, o França, tem o apoio velado do PT. Então, no momento eu desejo boa sorte ao Doria”, disse Bolsonaro, depois de destacar sua neutralidade na disputa paulista. França até que tentou descolar a eleição no Estado da polarização nacional, mas sem sucesso. Mas, por fim pode ser sugado pelo sentimento anti-PT que varre o País. Enquanto busca se afastar do seu vínculo histórico, seu adversário faz questão de explorá-lo. Com isso, as propostas vão ficando em segundo plano, mascaradas por ataques e tentativas de defesa de ambos os lados. Desta forma, segundo o Paraná Pesquisas, os dois estão em situação de empate técnico (52,3% de Doria contra 47,7% de França), inclusive com rejeição similar (39,8% contra 37%). Diante de linha tão tênue entre a vitória e a derrota, pode ganhar mais votos aquele que mais endurecer o discurso, ainda que, contraditoriamente, em um momento em que o presidenciável do PSL busca mais equilíbrio em suas falas. Ainda assim, quem conseguir convencer essa parte do eleitorado paulista que pode jogar no mesmo time do ex-militar do Exército certamente não ficará de urnas vazias.
or
or

Decisão do STF preserva direito de trabalho à grávida, mesmo se ela desconhecer a gestação (Foto: André Borges/Agência Brasília/Fotos Públicas)

Opinião

Verdade já não basta para formar a opinião pública, nem é antídoto à desinformação (Foto: Allan White/ Fotos Públicas)

Opinião

Vice de Haddad, Manuela d'Ávila é uma critica do machismo (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Em uma disputa acirrada, França e Doria tentam colar suas imagens a Bolsonaro (Fotos: Klaus Silva /TJSP, Fernando Frazão/ABR e Marcos Corrêa/PR

Opinião
Sao Paulo Brazil Trovoadas isoladas, 20 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 5:30 am   |   Pôr do sol: 6:13 pm
95%     11.3 km/h     30.882 atm
Previsão
SEX Baixa: 15 °C Alta: 22 °C
SáB Baixa: 12 °C Alta: 18 °C
DOM Baixa: 11 °C Alta: 21 °C
SEG Baixa: 11 °C Alta: 25 °C
TER Baixa: 15 °C Alta: 27 °C
QUA Baixa: 17 °C Alta: 19 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 18 °C
SEX Baixa: 16 °C Alta: 21 °C
SáB Baixa: 16 °C Alta: 22 °C
DOM Baixa: 13 °C Alta: 19 °C
Guarulhos Brazil Trovoadas isoladas, 20 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 5:30 am   |   Pôr do sol: 6:12 pm
95%     8.0 km/h     30.749 atm
Previsão
SEX Baixa: 14 °C Alta: 21 °C
SáB Baixa: 11 °C Alta: 18 °C
DOM Baixa: 10 °C Alta: 21 °C
SEG Baixa: 11 °C Alta: 25 °C
TER Baixa: 16 °C Alta: 27 °C
QUA Baixa: 17 °C Alta: 19 °C
QUI Baixa: 15 °C Alta: 18 °C
SEX Baixa: 15 °C Alta: 20 °C
DOM Baixa: 13 °C Alta: 19 °C
SEG Baixa: 15 °C Alta: 22 °C
Osasco Brazil Trovoadas isoladas, 20 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 5:31 am   |   Pôr do sol: 6:14 pm
95%     11.3 km/h     30.849 atm
Previsão
SEX Baixa: 16 °C Alta: 22 °C
SáB Baixa: 12 °C Alta: 18 °C
DOM Baixa: 11 °C Alta: 21 °C
SEG Baixa: 11 °C Alta: 25 °C
TER Baixa: 15 °C Alta: 27 °C
QUA Baixa: 17 °C Alta: 19 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 18 °C
SEX Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
SáB Baixa: 16 °C Alta: 22 °C
DOM Baixa: 14 °C Alta: 19 °C