22
Seg, Out

Novelas

Segunda, 17/09

Jesus diz que a Mulher Samaritana não terá mais sede. Joana descobre que Jesus fez Judas Tadeu voltar a enxergar. Antipas fica furioso ao saber que Iscariotes lhe abandonou. Herodíade sugere que ele mate João Batista. Lázaro e as irmãs vendem seus produtos na hospedaria. Pilatos pergunta o que Claudia sabe sobre a cura de Judas Tadeu. Jesus chega até a casa de Pedro.

Terça, 18/09

Sara é curada, milagrosamente, por Jesus. Em conversa com Pilatos, Claudia finge acreditar que Judas Tadeu esteja morto. Shabaka evita um confronto com Barrabás, mas Susana o defende. Iscariotes procura por Jesus. Diana fica perturbada com algumas lembranças e tenta cortar o próprio braço. Deborah se abre com Helena e diz que pode estar grávida. Judas Iscariotes conhece Jesus. 

Quarta, 19/09

Petronius flagra Madalena deitada com Barrabás. Ela não entende como foi parar ali. Madalena é perturbada pelos Sete Demônios e ofende Kesiah. Petronius treina com ódio. Caifás incrimina Levi, que é condenado ao apedrejamento. Joana e Hélio veem Maria Madalena possuída pelo demônio. Livona é expulsa de casa e diz estar grávida. Um leproso que foi expulso da cidade implora pela ajuda de Jesus.

Quinta, 20/09

Possuída, Maria Madalena levanta da piscina e incentiva Diana a se matar. A mando de Caifás, Malco confisca os bens da viúva de Levi. Caius e Longinus capturam Barrabás. Livona se abre com Adela e diz que inventou a gravidez. A viúva de Levi vai até a casa de Caifás. Petronius questiona Barrabás sobre o sumiço de Maria Madalena. Caleb pede a ajuda de Cornélius para se aproximar do Messias. Jairo enfrenta Jesus.

Sexta, 21/09

Jesus faz Caleb voltar a andar. A viúva de Levi é morta por Judite. Petronius ordena a prisão de Barrabás. Ela e Caifás decidem esconder o corpo, mas Livona vê os dois se desfazendo do defunto. Diana se revolta contra Adela. José de Arimatéia questiona o choro de Deborah. Susana encontra Petronius e revela que Madalena está possuída. Mateus convida Jesus para comer em sua casa.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Craque está se recuperando de lesão para jogar a Copa do Mundo (Foto: Pedro Martins/ MoWa Press)

Copa 2018

De acordo com o atacante Neymar, os brasileiros Philippe Coutinho e Gabriel Jesus, além do egípcio Mohamed Salah, os belgas Eden Hazard e Kevin De Bruyne, além do uruguaio Luis Suárez, têm grandes chances de surpreenderem e serem os melhores jogadores da Copa do Mundo da Rússia, que começa em 14 de junho. Por isso, o Metrô News mostra onde estão os craques e os motivos de Neymar tê-los escolhido como possíveis destaques do torneio.

Philippe é ponta-esquerda e atua no Barcelona. Começou sua carreira no Vasco e teve grande destaque no Liverpool, da Inglaterra. Sua cláusula de rescisão com a equipe espanhola é de 400 milhões de euros. Tem 25 anos. Um pouco mais novo, com 21 anos, Gabriel Jesus joga pelo Manchester City, onde já foi campeão do Campeonato Inglês em sua primeira temporada. Foi jogador do Palmeiras e chamou a atenção do mundo do futebol ao comandar o Verdão no título brasileiro de 2016.

Eden Hazar defende o Chelsea, é um meia e grande driblador. Tem 27 anos. Seu companheiro De Bruyne joga pelo Manchester City, tem 26 anos, é ambidestro e marcou 34 gols nessa temporada.

Os dois artilheiros da lista são Mohamed Salah e Luis Suáres. Com grande destaque nos últimos meses, o primeiro é o goleador do Liverpool. Tem 25 anos, é canhoto e marcou 37 gols em 45 jogos pelo time inglês nesta temporada. Suárez joga no Barcelona e é mais experiente: tem 31 anos, mas marcou “apenas” 27 gols em 48 partidas até aqui.

Jesus sinaliza para pedir gol em amistoso (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)

Copa 2018

O próprio Brasil não considerou uma revanche em relação aos 7 a 1 da Copa do Mundo de 2014. No entanto, os jogadores e o técnico Tite celebraram a vitória por 1 a 0  sobre a Alemanha, em Berlim, na tarde desta terça-feira. Este foi o último amistoso da Seleção antes da convocação oficial para a Copa. O gol foi marcado por Gabriel Jesus, aos 37 minutos do primeiro tempo,

“Houve respeito entre os dois técnicos e entre os jogadores. Não percebi se a Alemanha não encarou a partida como nós”, disse Tite após a partida.

“É um momento de confiança. Não tem nada a ver com o que aconteceu em 2014. O mais importante é a vitória. Soubemos nos defender no final”, afirmou Paulinho, que entrou no segundo tempo da semifinal da Copa, quando o jogo estava 5 a 0 para os alemães.

“Eu acho que o que está acontecendo é extraordinário. Porque nem momentos de dificuldades e nem momentos bons são permanentes.  Temos capacidade de nos superar e reerguer.  O grupo está de parabéns.  Estamos no caminho certo, com humildade.  Com todo respeito à Alemanha. A nossa camisa merece mais respeito”, avaliou o zagueiro Thiago Silva, que não atuou na semi da Copa, mas estava no grupo do Mundial. Inclusive, como capitão.

“Hoje não estava nos melhores dias. Errei passes bobos e finalizações que não costumo errar. Não estava bem técnica. Troquei a técnica pela raça. O gol foi de raça. Fiquei muito feliz pela vitória e pela atuação da equipe.  Sofremos quando tínhamos que sofrer. A equipe vem jogando bem e treinado bem. Estes jogos que a gente vem vencendo é o resultado dos treinos”, disse Gabriel Jesus, que marcou o gol da vitória e, há quatro anos, pintava as ruas do Jardim Peri para o Mundial de 2014.

O JOGO

As duas equipes começaram a partida com muito estudo. Enquanto a Seleção Brasileira tentava jogadas pela esquerda, a Alemanha fazia boa marcação. Aos 8 minutos, Toni Kroos cobrou falta de fora da área e a bola sobrou para Mário Gómez cabecear. Alisson fez boa defesa.

A primeira boa chegada do Brasil foi após Philippe Coutinho roubar a bola e invadir a área pela esquerda. A bola sobrou para Paulinho, que quase mandou de cabeça para o gol. Os alemães também continuaram buscando o gol, mas a Seleção estava atenta.

Aos 17 minutos, Willian achou Paulinho na área. O volante, no entanto, foi travado na hora da finalização. Pressionando a saída de bola, a equipe de Tite quase marcou aos 36, quando Gabriel Jesus recebeu passe de Willian, driblou Boateng e chutou por cima do gol de Trapp.

 No minuto seguinte, o camisa 9 não deixou a chance passar. Fernandinho roubou a bola, Willian cruzou da direita e Jesus cabeceou forte para fazer 1 a 0.

Na volta do intervalo, o Brasil continuou com boas investidas e ficou perto de ampliar o marcador logo aos 9, após boa triangulação na área. Marcelo roubou a bola no ataque, Coutinho tocou para Paulinho, que fez o corta luz para Willian. O meia pegou de primeira e viu Trapp espalmar. No rebote, Paulinho finalizou, mas a bola saiu para escanteio.

Dois minutos depois, Gabriel Jesus deu passe para Coutinho, que chutou da entrada da área e viu a bola passar muito perto do travessão do goleiro adversário.

O Brasil ainda teve a chance de ampliar aos 22, quando a bola sobrou para Jesus após cobrança de escanteio, porém a finalização de cabeça do camisa 9 acabou indo para fora.

A partida voltou a ficar bem disputada nos minutos finais, mas o marcador não foi alterado. No último lance, o goleiro Alisson ainda defendeu a finalização de Draxler e confirmou a vitória brasileira.

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Miranda, Thiago Silva e Marcelo; Casemiro, Fernandinho e Paulinho; Philippe Coutinho (Douglas Costa), Willian e Gabriel Jesus.

*Com informações da Agência Estado

 

 

Pastor teve grande influência sobre Bill Clinton e Geoge W. Bush (Foto: Reprodução/Facebook)

Mundo

O pastor americano Billy Graham morreu na manhã desta quarta-feira, 21, aos 99 anos, em sua casa na cidade de Montreat, nos EUA. A causa não foi revelada.

Graham foi um dos mais importantes conselheiros espirituais do século XX. Inclusive, ele foi guru de ex-presidentes americanos, como Bill Clinton e George W. Bush.

De acordo com o site oficial do pastor, ele pregou o evangelho de Jesus Cristo para cerca de 215 milhões de pessoas, em 185 país, durante quase sete décadas de atuação.

"Eu tenho uma mensagem que Jesus Cristo veio, morreu em uma cruz, ressuscitou e nos pediu para nos arrepender de nossos pecados e recebê-lo pela fé como Senhor e Salvador. E, se o fizermos, nós temos perdão de todos dos nossos pecados ", disse durante evento em 2005, em Nova York.

O atual presidente dos EUA, Dnald Trump, utilizou as redes sociais para lamentar a morte do líder religioso. “O GRANDE Billy Graham está morto. Não havia ninguém como ele. Sua ausência será sentida por cristãos e todos os religiosos. Um homem muito especial”, escreveu Trump em seu Twitter.

 

Salah (à dir.) marca mais um gol contra o City e ajuda Liverpool avançar para a semifinal (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

O Liverpool voltará a disputar uma semifinal de Liga dos Campeões após dez anos. Contendo o ímpeto ofensivo do Manchester City, nesta terça-feira, o time de Jürgen Klopp voltou a vencer a equipe de Josep Guardiola, desta vez de virada, por 2 a 1, no Etihad Stadium, e despachou um dos grandes favoritos ao título europeu. O tradicional clube inglês entrara em campo com ampla vantagem após aplicar 3 a 0 no City no jogo de ida.

O Manchester City havia entrado na competição como um dos fortes candidatos a levar o troféu inédito que tanto sonha em conquistar. Vinha de grandes apresentações na fase de grupos e lidera o Campeonato Inglês com ampla vantagem. Mas a boa fase parou no rival inglês, a começar pelo jogo de ida.

Nesta terça, o City abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo, com Gabriel Jesus, e parecia disposto a anular toda a vantagem do Liverpool antes do intervalo. Chegou a ter um gol anulado por impedimento. Mas os visitantes se defenderam bem e mantiveram a desvantagem no placar somente até os 10 do segundo tempo.

Foi, então, que o Liverpool finalmente "entrou" no jogo. Salah decretou o empate e Roberto Firmino anotou o gol da virada, acabando com qualquer chance de classificação dos anfitriões. O Liverpool não disputava não disputava a semifinal da Liga dos Campeões desde a temporada 2007/2008.

De volta a uma semifinal da Liga dos Campeões após dez anos, o Liverpool vai conhecer seu próximo adversário na competição na sexta-feira, quando será realizado o sorteio dos confrontos. A Roma também está garantida nas semifinais. Real Madrid x Juventus e Bayern de Munique x Sevilla brigam pelas outras duas vagas.

O JOGO - Após levar o surpreendente 3 a 0 na ida, o City entrou em campo com uma formação mais ofensiva. Guardiola escalou apenas três homens na defesa, com Fernandinho, único volante da equipe em campo, dando apoio. Dali para frente, só jogadores com pegada mais ofensiva, como Sterling, que entrou no lugar de Gündogan. Gabriel Jesus foi titular, enquanto Agüero começou no banco de reservas.

Pelo Liverpool, Salah foi titular, apesar de desfalcar a equipe, no fim de semana, porque se recuperava de lesão. Ele formou trio de ataque com Mané e o brasileiro Roberto Firmino. A escalação do trio, contudo, não evitou a retranca dos visitantes nos primeiros minutos de jogo.

O primeiro tempo foi marcado por um duelo franco entre o ataque do City e a defesa do Liverpool, que tinha praticamente todos os seus 11 jogadores atrás da linha da bola durante a maior parte da etapa. A posse de bola dos anfitriões se aproximava de 70% ao longo da etapa.

A postura mais agressiva do City deu resultado logo no primeiro minuto de jogo. Após erro do Liverpool na saída de bola, com Van Dijk, Sterling descolou rapidamente cruzamento rasteiro para Gabriel Jesus, que bateu na saída do goleiro Karius. Era tudo o que o City queria para decretar de vez a pressão sobre o Liverpool.

Bernardo Silva, pela direita, e Sané, pela esquerda, eram as maiores apostas de Guardiola. O português tentou três vezes a finalização quase na pequena área e parou na marcação, aos 29, no primeiro grande susto da defesa do Liverpool após o gol. Aos 40, ele acertou a trave.

Na sequência, Karius saiu mal do gol e a espalmada rebateu em Milner e voltou contra o próprio gol. No meio do caminho, Sané fez o desvio, o que configurou o impedimento, aos 41.

Pelo Liverpool, foram raras as investidas no ataque. Em uma delas, aos 40, Chamberlain tentou de fora da área, sem maior perigo. Ederson fez a defesa com tranquilidade. E, no último lance da etapa, o mesmo Chamberlain tabelou com Salah dentro da área, driblou o goleiro, mas ficou sem ângulo e bateu para fora.

Após conter o ritmo alucinante do City no primeiro tempo, o Liverpool passou a equilibrar as ações na segunda etapa. Mais calmo em campo, o time visitante buscou o empate aos 10 minutos, quando Mané disparou pela entrada da área, driblou o marcador por entre as pernas e foi derrubado por Ederson. No rebote, Salah bateu para o gol vazio e praticamente decretou a eliminação do City.

Com a igualdade no placar, o time de Guardiola precisaria marcar mais quatro gols para avançar na competição, em razão da vantagem obtida pelo Liverpool no jogo de ida e também pelo gol marcado fora de casa, nesta terça.

Expulso de campo antes do fim da etapa inicial, o treinador do City tentou deixar a equipe ainda mais ofensiva ao trocar David Silva por Agüero. Mas já era tarde demais para os anfitriões tentarem a reação no confronto. Depois Gündogan entrou no lugar de Bernardo Silva.

Nada disso mudou o panorama da partida. Diante de torcida agora silenciosa, o City não escondeu o abatimento e o Liverpool passou a jogar mais solto. Tanto que chegou ao gol da virada aos 32 minutos. Firmino roubou a bola de Otamendi pela esquerda, entrou na área e bateu na saída de Ederson, dando números finais ao jogo.

Atacante quebra jejum de 13 jogos (Foto: Reprodução/Twitter)

Futebol

O atacante Gabriel Jesus estava há 13 partidas sem marcar até esta quarta-feira, 7, quando fez o gol do Manchester City na derrota por 2 a 1 para o Basel, na Inglaterra, em jogo válido pela volta das oitavas de final da Champions League.

Apesar do revés, o time inglês avançou às quartas, já que havia derrotado o rival suíço, fora de casa, por 4 a 0. Assim, a equipe de Pep Guardiola se junta a Real Madrid, Liverpool e Juventus na próxima fase do torneio continental. Os outros quatro classificados serão definidos na próxima semana. 

Juventus

Depois de ceder o empate por 2 a 2 ao Tottenham, em Turim, a Juve foi buscar a classificação em Londres.

Nesta quarta, o time italiano saiu atrás, quando o sul-coreano Son abriu o placar para os mandantes. O resultado dava a vaga ao Tottenham. Porém, com dois gols de atletas argentinos - Dybala e Higuaín –, a Vecchia Signora manteve vivo o sonho da terceira Champions. Nas últimas três temporadas, o clube chegou a duas decisões e perdeu ambas para Barcelona e Real Madrid, respectivamente.

Brasileiro está longe dos gramados desde dezembro

Futebol

O técnico Pep Guardiola deu uma ótima notícia para a torcida do Manchester City e para a seleção brasileira. O espanhol anunciou a volta do atacante Gabriel Jesus aos treinos da equipe nesta sexta-feira, um mês e meio após a lesão sofrida no joelho esquerdo.

"Gabriel Jesus estará treinando conosco hoje. Esta é uma boa notícia", declarou o treinador em entrevista coletiva nesta sexta, momentos antes da atividade no CT do City.

O próprio treinador, no entanto, rechaçou fazer uma previsão para o retorno do atacante brasileiro aos gramados. "Eu não sei quando ele estará pronto para jogar. O primeiro passo era fazer uma ou duas semanas de treinos sozinho. Agora, será seu primeiro treinamento com a equipe."

Gabriel Jesus lesionou o ligamento colateral do joelho esquerdo durante o empate do City com o Crystal Palace por 0 a 0, em 31 de dezembro do ano passado. A princípio, chegou-se a temer que a contusão fosse grave e colocasse em risco até sua ida à Copa do Mundo, mas após a realização de exames, foi diagnosticado um problema mais leve, que sequer exigiu intervenção cirúrgica.

A tendência é que Jesus volte aos campos nas próximas semanas, mas ele ainda não terá condições de reforçar sua equipe na próxima segunda-feira, quando o City encara o Wigan, fora de casa, pela Copa da Inglaterra.

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Na capital, tucano tem rejeição de quase 40% (Fotos: Reprodução/Twitter e Carlos Bassan/Fotos Públicas)

Cidade

De acordo com levantamento divulgado nesta segunda, 22,  pelo Instituto Paraná Pesquisas, o candidato tucano ao governo do Estado, João Doria, cresceu quase dois pontos percentuais na disputa contra Márcio França (PSB). O ex-prefeito da Capital tem 54,1% das intenções de voto (antes, eram 52,3%). Já o atual governador caiu de 47,7% para 45,9%. Dentre o eleitorado paulistano, 37,6% afirmaram que votariam com certeza em Doria, enquanto 21,7% poderiam votar nele. O índice de rejeição do tucano é de 38,9%. No caso de Márcio França, 31,7% contaram que têm convicção na escolha por ele, 25,8% disseram que poderiam votar e 40% não votariam de jeito nenhum. Ainda segundo a pesquisa, a grande maioria dos paulistas acredita que João Doria será o próximo governador do Estado: 58,5% dos entrevistados têm essa percepção. Apenas 31,6% imaginam que França pode ganhar a eleição.No caso da opção de voto para presidente, Jair Bolsonaro (PSL) tem 69,1% do eleitorado paulista, enquanto Fernando Haddad (PT) te, 30,9%. Foram entrevistados 2.010 eleitores, entre os dias 18 e 21 de outubro, em 88 municípios do Estado.

Ex-capitão lidera em todas as pesquisas (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Nacional

Nova pesquisa do BTG/FSB, divulgada nesta segunda-feira, 22,  mostra que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) aumentou sua vantagem dentro da margem de erro contra Fernando Haddad (PT). Segundo o levantamento, o ex-capitão conta com 60% dos votos válidos, contra 40% do adversário. A margem de erro continua sendo de dois pontos percentuais. No último estudo, publicado em 14 de outubro, Bolsonaro aparecia com 59% das intenções de voto, contra 41% do petista. No cenário espontâneo, quando o nome dos candidatos não é dito ao entrevistado, o ex-militar caiu um ponto percentual, ficando com 48%, enquanto Haddad cresceu um ponto, chegando a 31%. Os votos brancos e nulos atingem 6%, enquanto 5% responderam “nenhum” e 11% não souberam opinar. Na intenção de voto estimulada, porém, o candidato do PSL cresceu um ponto percentual, de 51 para 52%. Haddad permaneceu com 35%. Votos brancos e nulos somaram 4%, não souberam 4% e 5% responderam que não escolheriam nenhum dos dois. A pesquisa também abordou a decisão definitiva de votos de cada eleitor. Neste momento, 94% dos que votariam em Bolsonaro afirmaram que estão convictos da decisão. Nos eleitores do petista, o índice é de 90%. A rejeição dos candidatos ficou em 52% para Fernando Haddad e 38% para Bolsonaro. Foram entrevistados 2 mil eleitores, entre 20 e 21 de outubro.

Há propostas para reduzir o desemprego? Ao menos 13 milhões de pessoas querem saber (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Em 2017, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que é a soma de toda a riqueza produzida no País, foi de 1%. O avanço parece pequeno, mas foi muito comemorado depois de dois anos seguidos de queda. Talvez isso tenha contaminado os especialistas, que começaram 2018 otimistas, apostando que este importante marcador da economia chegaria a 2,7%. Essa percepção foi se atenuando ao longo dos meses e, atualmente, a previsão é de que, ao fechar dezembro, alcance 1,5%, o que não seria desprezível. Até lá, isso é um problema para a equipe econômica de Michel Temer. Mas, e para 2019, com qual margem de crescimento trabalham o estafe dos dois presidenciáveis? O leitor já perguntou isso para o seu candidato? Em meio a campanhas empobrecidas, até aqui os postulantes à Presidência da República não têm dado muita importância à difícil tarefa de oferecer soluções factíveis para os problemas reais da Nação. Certamente um tópico que interessa diretamente a pelo menos 13 milhões de brasileiros é saber qual a meta de criação de emprego para o ano que vem ou para os próximos quatro? Henrique Meirelles, por exemplo, saiu da disputa, mas tornou célebre a promessa de abrir 10 milhões de postos de trabalho durante seu mandato, se fosse eleito. Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, por enquanto, não externaram um número, mas devem saber que esta é uma questão central. Se o tema preocupa a eles, então deveriam responder qual é a receita deles para combater o desemprego. Para isso, não é segredo, vão precisar movimentar a economia novamente. Mas não em marcha lenta, que é o estado em que se encontra atualmente. O País precisa de um motor de crescimento poderoso, e alguém precisará vir a público e explicar se este será o próprio governo, por intermédio de investimento público, principalmente em infraestrutura; o setor privado, apostando no agronegócio ou na indústria nacional; ou simplesmente as famílias, que com uma injeção de otimismo se sentiriam mais confiantes em consumir e, assim, dariam início a um círculo virtuoso, de mais compra, mais fabricação, mais necessidade de mão de obra. E se o assunto é trabalho formal, porque não falar em salário mínimo. A previsão inicial para 2019 é de aumento dos atuais R$ 954 para R$ 1.006. Será confirmada? Tantas perguntas mais importantes para discutir e por enquanto ficamos na sessão de perfumaria.

Candidato do PSL mantém grande vantagem sobre adversário (Fotos: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABR e Ricardo Stucket/Fotos Públicas)

Nacional

A segunda pesquisa Datafolha do segundo turno da eleição presidencial mostra que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) se manteve à frente de Fernando Haddad (PT). O capitão reformado do Exército passou de 58% para 59% das intenções de voto válidas em relação ao levantamento da semana passada, enquanto o petista foi de 42% para 41%. Considerando os votos totais, Bolsonaro tem 50%, contra 35% de Haddad. Brancos e nulos somaram 10% e indecisos, 5%. A pesquisa Datafolha foi realizada a pedido da TV Globo e do jornal Folha de São Paulo. Ela tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 9.137 eleitores em 341 municípios entre ontem e hoje. O levantamento foi registrado no TSE com o código BR-07528/2018. Rejeição A rejeição ao candidato Fernando Haddad (PT) superou a de Jair Bolsonaro (PSL) no último levantamento realizado pelo Datafolha para o segundo turno das eleições deste ano. Segundo a pesquisa, 54% dos entrevistados não votaria de jeito nenhum no petista, contra 41% para o capitão do Exército.Considerando os votos por região, Bolsonaro continua vencendo em todas, exceção feita ao Nordeste, onde Haddad tem 53% das intenções de voto, contra 31% do capitão reformado do Exército. No Sudeste, região mais populosa do País, o presidenciável do PSL bate o petista por 55% a 29%. No sul, a diferença chega a 61% contra 27%.A pesquisa Datafolha foi realizada a pedido da TV Globo e do jornal Folha de São Paulo. Ela tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 9.137 eleitores em 341 municípios entre ontem e hoje. O levantamento foi registrado no TSE com o código BR-07528/2018. 
or
or

Apesar de constar no ordenamento jurídico pátrio, o Princípio da Isonomia quase não é observado e aplicado (Foto: Nelson Jr./SCO/STF )

Opinião

Crescimento do número de suicídios revela que sociedade brasileira está doente. Campanha Setembro Amarelo alertou para os riscos (Foto: Leonardo Sá/Agência Senado)

Opinião

Nem o diabo, que é o pai da mentira (Jo 8:44), deve acreditar que existam socialistas cristãos (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Há propostas para reduzir o desemprego? Ao menos 13 milhões de pessoas querem saber (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião
Sao Paulo Brazil Parcialmente nublado (dia), 19 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:28 am   |   Pôr do sol: 7:14 pm
82%     27.4 km/h     30.983 atm
Previsão
SEG Baixa: 12 °C Alta: 26 °C
TER Baixa: 14 °C Alta: 28 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
SEX Baixa: 17 °C Alta: 23 °C
SáB Baixa: 17 °C Alta: 25 °C
DOM Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
SEG Baixa: 14 °C Alta: 19 °C
TER Baixa: 13 °C Alta: 21 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 27 °C
Guarulhos Brazil Parcialmente nublado (dia), 20 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:27 am   |   Pôr do sol: 7:14 pm
74%     19.3 km/h     30.816 atm
Previsão
SEG Baixa: 12 °C Alta: 27 °C
TER Baixa: 15 °C Alta: 28 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 21 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
SEX Baixa: 17 °C Alta: 23 °C
SáB Baixa: 17 °C Alta: 25 °C
DOM Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
SEG Baixa: 14 °C Alta: 19 °C
TER Baixa: 13 °C Alta: 21 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 27 °C
Osasco Brazil Parcialmente nublado (dia), 20 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:29 am   |   Pôr do sol: 7:15 pm
77%     25.7 km/h     30.949 atm
Previsão
SEG Baixa: 12 °C Alta: 27 °C
TER Baixa: 13 °C Alta: 28 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
SEX Baixa: 17 °C Alta: 23 °C
SáB Baixa: 17 °C Alta: 25 °C
DOM Baixa: 16 °C Alta: 20 °C
SEG Baixa: 14 °C Alta: 23 °C
TER Baixa: 13 °C Alta: 21 °C
QUA Baixa: 15 °C Alta: 27 °C