14
Qua, Nov

Novelas

Segunda, 13/8

Jesus enfrenta o Satanás no deserto. O Messias recebe alimento e roupas limpas das mãos do anjo Gabriel. Herodíade exige a morte de João Batista e Antipas não a obedece. Nicodemos procura Tiago Justo e avisa que seu pai está muito doente. Maria e Yoná choram a morte de José. Joana convence Pilatos a retirar os estandartes romanos da cidade. Jesus retorna do deserto e encontra Batista.

Terça, 14/08

Maria chama Mirian e Tiago Menor para morarem com ela. Adela é extorquida por Zaqueu, um cobrador de impostos.  Antipas teme que Batista tenha lhe jogado uma maldição. Arimatéia flagra Caius beijando Deborah e a proíbe de sair de casa. Antipas é aconselhado a recuar na guerra, mas não aceita. Batista diz que André e Filipe deverão seguir Jesus.

Quarta, 15/08

Batista pergunta se Jesus foi tentando pelo Satanás. Maria ora a Deus. Zaqueu conta para Barrabás sobre a irmã leprosa de Petronius. Jesus convida André e Filipe para partirem com ele. Salomé pede para Deborah solicitar a ajuda de Caius para irem até Batista. Jesus diz que sua família lhe espera em Nazaré. Pedro questiona a presença do centurião Cornélius em sua casa.

Quinta, 16/08

André diz que os samaritanos não gostam de judeus. Jesus avisa que irão ao encontro deles. Antipas é avisado sobre a aproximação de tropas inimigas. Bina é batizada por Batista e rouba um fio de cabelo dele. Salomé se revolta contra as palavras de Batista sobre sua mãe. Heitor e Judas Iscariotes ajudam Antipas a fugir do palácio. Maria se emociona ao reencontrar Jesus.

Sexta, 17/08

Jesus descobre sobre a morte de José. Petronius descobre que Caius beijou Salomé. Instruídos por Barrabás, Dimas e Gestas procuram Petronius e mentem dizendo que têm informações sobre Cassandra. Petronius chega até a caverna de leprosos e é enganado. Maria mostra preocupação com o tempo em que Jesus passou no deserto. Jesus, os amigos e familiares seguem para o casamento do filho de Mirian.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Craque está se recuperando de lesão para jogar a Copa do Mundo (Foto: Pedro Martins/ MoWa Press)

Copa 2018

De acordo com o atacante Neymar, os brasileiros Philippe Coutinho e Gabriel Jesus, além do egípcio Mohamed Salah, os belgas Eden Hazard e Kevin De Bruyne, além do uruguaio Luis Suárez, têm grandes chances de surpreenderem e serem os melhores jogadores da Copa do Mundo da Rússia, que começa em 14 de junho. Por isso, o Metrô News mostra onde estão os craques e os motivos de Neymar tê-los escolhido como possíveis destaques do torneio.

Philippe é ponta-esquerda e atua no Barcelona. Começou sua carreira no Vasco e teve grande destaque no Liverpool, da Inglaterra. Sua cláusula de rescisão com a equipe espanhola é de 400 milhões de euros. Tem 25 anos. Um pouco mais novo, com 21 anos, Gabriel Jesus joga pelo Manchester City, onde já foi campeão do Campeonato Inglês em sua primeira temporada. Foi jogador do Palmeiras e chamou a atenção do mundo do futebol ao comandar o Verdão no título brasileiro de 2016.

Eden Hazar defende o Chelsea, é um meia e grande driblador. Tem 27 anos. Seu companheiro De Bruyne joga pelo Manchester City, tem 26 anos, é ambidestro e marcou 34 gols nessa temporada.

Os dois artilheiros da lista são Mohamed Salah e Luis Suáres. Com grande destaque nos últimos meses, o primeiro é o goleador do Liverpool. Tem 25 anos, é canhoto e marcou 37 gols em 45 jogos pelo time inglês nesta temporada. Suárez joga no Barcelona e é mais experiente: tem 31 anos, mas marcou “apenas” 27 gols em 48 partidas até aqui.

Jesus sinaliza para pedir gol em amistoso (Foto: Pedro Martins/MoWA Press)

Copa 2018

O próprio Brasil não considerou uma revanche em relação aos 7 a 1 da Copa do Mundo de 2014. No entanto, os jogadores e o técnico Tite celebraram a vitória por 1 a 0  sobre a Alemanha, em Berlim, na tarde desta terça-feira. Este foi o último amistoso da Seleção antes da convocação oficial para a Copa. O gol foi marcado por Gabriel Jesus, aos 37 minutos do primeiro tempo,

“Houve respeito entre os dois técnicos e entre os jogadores. Não percebi se a Alemanha não encarou a partida como nós”, disse Tite após a partida.

“É um momento de confiança. Não tem nada a ver com o que aconteceu em 2014. O mais importante é a vitória. Soubemos nos defender no final”, afirmou Paulinho, que entrou no segundo tempo da semifinal da Copa, quando o jogo estava 5 a 0 para os alemães.

“Eu acho que o que está acontecendo é extraordinário. Porque nem momentos de dificuldades e nem momentos bons são permanentes.  Temos capacidade de nos superar e reerguer.  O grupo está de parabéns.  Estamos no caminho certo, com humildade.  Com todo respeito à Alemanha. A nossa camisa merece mais respeito”, avaliou o zagueiro Thiago Silva, que não atuou na semi da Copa, mas estava no grupo do Mundial. Inclusive, como capitão.

“Hoje não estava nos melhores dias. Errei passes bobos e finalizações que não costumo errar. Não estava bem técnica. Troquei a técnica pela raça. O gol foi de raça. Fiquei muito feliz pela vitória e pela atuação da equipe.  Sofremos quando tínhamos que sofrer. A equipe vem jogando bem e treinado bem. Estes jogos que a gente vem vencendo é o resultado dos treinos”, disse Gabriel Jesus, que marcou o gol da vitória e, há quatro anos, pintava as ruas do Jardim Peri para o Mundial de 2014.

O JOGO

As duas equipes começaram a partida com muito estudo. Enquanto a Seleção Brasileira tentava jogadas pela esquerda, a Alemanha fazia boa marcação. Aos 8 minutos, Toni Kroos cobrou falta de fora da área e a bola sobrou para Mário Gómez cabecear. Alisson fez boa defesa.

A primeira boa chegada do Brasil foi após Philippe Coutinho roubar a bola e invadir a área pela esquerda. A bola sobrou para Paulinho, que quase mandou de cabeça para o gol. Os alemães também continuaram buscando o gol, mas a Seleção estava atenta.

Aos 17 minutos, Willian achou Paulinho na área. O volante, no entanto, foi travado na hora da finalização. Pressionando a saída de bola, a equipe de Tite quase marcou aos 36, quando Gabriel Jesus recebeu passe de Willian, driblou Boateng e chutou por cima do gol de Trapp.

 No minuto seguinte, o camisa 9 não deixou a chance passar. Fernandinho roubou a bola, Willian cruzou da direita e Jesus cabeceou forte para fazer 1 a 0.

Na volta do intervalo, o Brasil continuou com boas investidas e ficou perto de ampliar o marcador logo aos 9, após boa triangulação na área. Marcelo roubou a bola no ataque, Coutinho tocou para Paulinho, que fez o corta luz para Willian. O meia pegou de primeira e viu Trapp espalmar. No rebote, Paulinho finalizou, mas a bola saiu para escanteio.

Dois minutos depois, Gabriel Jesus deu passe para Coutinho, que chutou da entrada da área e viu a bola passar muito perto do travessão do goleiro adversário.

O Brasil ainda teve a chance de ampliar aos 22, quando a bola sobrou para Jesus após cobrança de escanteio, porém a finalização de cabeça do camisa 9 acabou indo para fora.

A partida voltou a ficar bem disputada nos minutos finais, mas o marcador não foi alterado. No último lance, o goleiro Alisson ainda defendeu a finalização de Draxler e confirmou a vitória brasileira.

Brasil: Alisson, Daniel Alves, Miranda, Thiago Silva e Marcelo; Casemiro, Fernandinho e Paulinho; Philippe Coutinho (Douglas Costa), Willian e Gabriel Jesus.

*Com informações da Agência Estado

 

 

Pastor teve grande influência sobre Bill Clinton e Geoge W. Bush (Foto: Reprodução/Facebook)

Mundo

O pastor americano Billy Graham morreu na manhã desta quarta-feira, 21, aos 99 anos, em sua casa na cidade de Montreat, nos EUA. A causa não foi revelada.

Graham foi um dos mais importantes conselheiros espirituais do século XX. Inclusive, ele foi guru de ex-presidentes americanos, como Bill Clinton e George W. Bush.

De acordo com o site oficial do pastor, ele pregou o evangelho de Jesus Cristo para cerca de 215 milhões de pessoas, em 185 país, durante quase sete décadas de atuação.

"Eu tenho uma mensagem que Jesus Cristo veio, morreu em uma cruz, ressuscitou e nos pediu para nos arrepender de nossos pecados e recebê-lo pela fé como Senhor e Salvador. E, se o fizermos, nós temos perdão de todos dos nossos pecados ", disse durante evento em 2005, em Nova York.

O atual presidente dos EUA, Dnald Trump, utilizou as redes sociais para lamentar a morte do líder religioso. “O GRANDE Billy Graham está morto. Não havia ninguém como ele. Sua ausência será sentida por cristãos e todos os religiosos. Um homem muito especial”, escreveu Trump em seu Twitter.

 

Salah (à dir.) marca mais um gol contra o City e ajuda Liverpool avançar para a semifinal (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

O Liverpool voltará a disputar uma semifinal de Liga dos Campeões após dez anos. Contendo o ímpeto ofensivo do Manchester City, nesta terça-feira, o time de Jürgen Klopp voltou a vencer a equipe de Josep Guardiola, desta vez de virada, por 2 a 1, no Etihad Stadium, e despachou um dos grandes favoritos ao título europeu. O tradicional clube inglês entrara em campo com ampla vantagem após aplicar 3 a 0 no City no jogo de ida.

O Manchester City havia entrado na competição como um dos fortes candidatos a levar o troféu inédito que tanto sonha em conquistar. Vinha de grandes apresentações na fase de grupos e lidera o Campeonato Inglês com ampla vantagem. Mas a boa fase parou no rival inglês, a começar pelo jogo de ida.

Nesta terça, o City abriu o placar logo no primeiro minuto de jogo, com Gabriel Jesus, e parecia disposto a anular toda a vantagem do Liverpool antes do intervalo. Chegou a ter um gol anulado por impedimento. Mas os visitantes se defenderam bem e mantiveram a desvantagem no placar somente até os 10 do segundo tempo.

Foi, então, que o Liverpool finalmente "entrou" no jogo. Salah decretou o empate e Roberto Firmino anotou o gol da virada, acabando com qualquer chance de classificação dos anfitriões. O Liverpool não disputava não disputava a semifinal da Liga dos Campeões desde a temporada 2007/2008.

De volta a uma semifinal da Liga dos Campeões após dez anos, o Liverpool vai conhecer seu próximo adversário na competição na sexta-feira, quando será realizado o sorteio dos confrontos. A Roma também está garantida nas semifinais. Real Madrid x Juventus e Bayern de Munique x Sevilla brigam pelas outras duas vagas.

O JOGO - Após levar o surpreendente 3 a 0 na ida, o City entrou em campo com uma formação mais ofensiva. Guardiola escalou apenas três homens na defesa, com Fernandinho, único volante da equipe em campo, dando apoio. Dali para frente, só jogadores com pegada mais ofensiva, como Sterling, que entrou no lugar de Gündogan. Gabriel Jesus foi titular, enquanto Agüero começou no banco de reservas.

Pelo Liverpool, Salah foi titular, apesar de desfalcar a equipe, no fim de semana, porque se recuperava de lesão. Ele formou trio de ataque com Mané e o brasileiro Roberto Firmino. A escalação do trio, contudo, não evitou a retranca dos visitantes nos primeiros minutos de jogo.

O primeiro tempo foi marcado por um duelo franco entre o ataque do City e a defesa do Liverpool, que tinha praticamente todos os seus 11 jogadores atrás da linha da bola durante a maior parte da etapa. A posse de bola dos anfitriões se aproximava de 70% ao longo da etapa.

A postura mais agressiva do City deu resultado logo no primeiro minuto de jogo. Após erro do Liverpool na saída de bola, com Van Dijk, Sterling descolou rapidamente cruzamento rasteiro para Gabriel Jesus, que bateu na saída do goleiro Karius. Era tudo o que o City queria para decretar de vez a pressão sobre o Liverpool.

Bernardo Silva, pela direita, e Sané, pela esquerda, eram as maiores apostas de Guardiola. O português tentou três vezes a finalização quase na pequena área e parou na marcação, aos 29, no primeiro grande susto da defesa do Liverpool após o gol. Aos 40, ele acertou a trave.

Na sequência, Karius saiu mal do gol e a espalmada rebateu em Milner e voltou contra o próprio gol. No meio do caminho, Sané fez o desvio, o que configurou o impedimento, aos 41.

Pelo Liverpool, foram raras as investidas no ataque. Em uma delas, aos 40, Chamberlain tentou de fora da área, sem maior perigo. Ederson fez a defesa com tranquilidade. E, no último lance da etapa, o mesmo Chamberlain tabelou com Salah dentro da área, driblou o goleiro, mas ficou sem ângulo e bateu para fora.

Após conter o ritmo alucinante do City no primeiro tempo, o Liverpool passou a equilibrar as ações na segunda etapa. Mais calmo em campo, o time visitante buscou o empate aos 10 minutos, quando Mané disparou pela entrada da área, driblou o marcador por entre as pernas e foi derrubado por Ederson. No rebote, Salah bateu para o gol vazio e praticamente decretou a eliminação do City.

Com a igualdade no placar, o time de Guardiola precisaria marcar mais quatro gols para avançar na competição, em razão da vantagem obtida pelo Liverpool no jogo de ida e também pelo gol marcado fora de casa, nesta terça.

Expulso de campo antes do fim da etapa inicial, o treinador do City tentou deixar a equipe ainda mais ofensiva ao trocar David Silva por Agüero. Mas já era tarde demais para os anfitriões tentarem a reação no confronto. Depois Gündogan entrou no lugar de Bernardo Silva.

Nada disso mudou o panorama da partida. Diante de torcida agora silenciosa, o City não escondeu o abatimento e o Liverpool passou a jogar mais solto. Tanto que chegou ao gol da virada aos 32 minutos. Firmino roubou a bola de Otamendi pela esquerda, entrou na área e bateu na saída de Ederson, dando números finais ao jogo.

Atacante quebra jejum de 13 jogos (Foto: Reprodução/Twitter)

Futebol

O atacante Gabriel Jesus estava há 13 partidas sem marcar até esta quarta-feira, 7, quando fez o gol do Manchester City na derrota por 2 a 1 para o Basel, na Inglaterra, em jogo válido pela volta das oitavas de final da Champions League.

Apesar do revés, o time inglês avançou às quartas, já que havia derrotado o rival suíço, fora de casa, por 4 a 0. Assim, a equipe de Pep Guardiola se junta a Real Madrid, Liverpool e Juventus na próxima fase do torneio continental. Os outros quatro classificados serão definidos na próxima semana. 

Juventus

Depois de ceder o empate por 2 a 2 ao Tottenham, em Turim, a Juve foi buscar a classificação em Londres.

Nesta quarta, o time italiano saiu atrás, quando o sul-coreano Son abriu o placar para os mandantes. O resultado dava a vaga ao Tottenham. Porém, com dois gols de atletas argentinos - Dybala e Higuaín –, a Vecchia Signora manteve vivo o sonho da terceira Champions. Nas últimas três temporadas, o clube chegou a duas decisões e perdeu ambas para Barcelona e Real Madrid, respectivamente.

Brasileiro está longe dos gramados desde dezembro

Futebol

O técnico Pep Guardiola deu uma ótima notícia para a torcida do Manchester City e para a seleção brasileira. O espanhol anunciou a volta do atacante Gabriel Jesus aos treinos da equipe nesta sexta-feira, um mês e meio após a lesão sofrida no joelho esquerdo.

"Gabriel Jesus estará treinando conosco hoje. Esta é uma boa notícia", declarou o treinador em entrevista coletiva nesta sexta, momentos antes da atividade no CT do City.

O próprio treinador, no entanto, rechaçou fazer uma previsão para o retorno do atacante brasileiro aos gramados. "Eu não sei quando ele estará pronto para jogar. O primeiro passo era fazer uma ou duas semanas de treinos sozinho. Agora, será seu primeiro treinamento com a equipe."

Gabriel Jesus lesionou o ligamento colateral do joelho esquerdo durante o empate do City com o Crystal Palace por 0 a 0, em 31 de dezembro do ano passado. A princípio, chegou-se a temer que a contusão fosse grave e colocasse em risco até sua ida à Copa do Mundo, mas após a realização de exames, foi diagnosticado um problema mais leve, que sequer exigiu intervenção cirúrgica.

A tendência é que Jesus volte aos campos nas próximas semanas, mas ele ainda não terá condições de reforçar sua equipe na próxima segunda-feira, quando o City encara o Wigan, fora de casa, pela Copa da Inglaterra.

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Doria é um dos governadores eleitos que já declararam apoio a Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião

A solução dos problemas começa com um diálogo franco e aberto. Daí ser louvável a reunião agendada para hoje, em Brasília, entre o presidente eleito Jair Bolsonaro e os 27 novos governadores do País. Todos eles têm um grande desafio pela frente, mas, evidentemente, se trabalharem em parceria, e não boicotando o que pode ser bom para o Brasil, haverá grande chance de que os remédios necessários sejam encontrados e o trabalho seja bem feito. Os futuros chefes do Executivo estadual têm muito a contribuir com o presidente eleito. E, politicamente, também têm muito a ganhar, quando o projeto deste novo Brasil der certo. Percebe-se que, aos poucos, as nuvens negras de uma campanha desgastante vão se dissipando, a razão começa a prevalecer e, ao invés de torcer contra, é cada vez maior o número daqueles que preferem alimentar a esperança que a descrença. Aliás, uma célebre frase do escritor latino Públio Siro, diz que “quem perdeu a confiança não tem mais o que perder.” A hora não é para isso. Na verdade, o momento pede que se dê crédito aos novos condutores da Nação e que se guardem as pedras previamente preparadas para serem jogadas na vidraça. E muitos dos novos governadores estão dispostos a ajudar Bolsonaro, inclusive na aprovação da reforma da Previdência, essencial para o ajuste das contas públicas do País. Por sua vez, a maioria das Unidades da Federação também está com suas contas no vermelho, por gastarem mais do que arrecadam, e esperam suporte da União para manter a máquina funcionando. Relatório do Tesouro Nacional, por exemplo, apontou que 16 Estados mais o DF descumpriram a Lei de Responsabilidade Fiscal no ano passado, ao destinar mais de 60% da receita para o pagamento de salários e aposentadorias. Assim, sobra cada vez menos para serviços básicos, como segurança e educação. Os problemas são complexos, daí a necessidade do diálogo e da busca por novas perspectivas. E a reunião de hoje em Brasília, com Bolsonaro e os governadores, oferece exatamente esta oportunidade. Desde agora, a capacidade de cada um deles estará colocada à prova, mas já começam bem, buscando o apoio e o entendimento mútuo, ao invés da divisão pura e simples. No final, quem ganha mesmo com isso é o Brasil e os brasileiros. Ainda bem!

Futuro do Ministério do Trabalho ainda é incerto (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Nacional

O ministro extraordinário da Transição, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), disse nesta quarta-feira, em entrevista à Rádio Gaúcha, que a equipe do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) trabalha com duas propostas para o futuro do Ministério do Trabalho. Em uma delas, parte das atribuições da pasta será transferia para o futuro ministério da Produção, como deverá se chamar o atual Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em outra, essas funções seriam herdadas pelo futuro ministério da Cidadania. No primeiro modelo, o atual MDIC, que deve ceder a parte de comércio exterior para o futuro ministério da Economia, abrigaria as funções do Trabalho e também a secretaria de politicas públicas para o emprego. Já a concessão das cartas sindicais, que têm sido um "foco permanente de corrupção", para o futuro ministério da Justiça e da Segurança Pública, que será assumido pelo juiz Sérgio Moro no ano que vem. No segundo modelo, as funções do Trabalho vão para o ministério chamado Cidadania, que vai congregar desenvolvimento social, direitos humanos e ações para recuperar os dependentes de drogas. "Para sair de 30 ministérios para 15 ou 17, tem que fazer essa estruturação, e isso é bem complexo", comentou Lorenzoni.

"Não foi uma indicação de Toffoli. Eu ouço nessa área o general Heleno", disse Bolsonaro (Foto: Jose Cruz /Agencia Brasil)

Nacional

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), disse na tarde desta terça-feira, 13, que não consultou o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, sobre a escolha do general da reserva Fernando Azevedo e Silva para ocupar a vaga de ministro da Defesa. Azevedo e Silva é um dos assessores de Toffoli no Supremo. "Não foi uma indicação de Toffoli. Eu ouço nessa área o general Heleno", disse Bolsonaro, referindo-se ao general Augusto Heleno Ribeiro, que será chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). Bolsonaro anunciou Azevedo e Silva para a Defesa hoje cedo pelo Twitter. O novo indicado é amigo do presidente eleito desde os tempos do Exército. Governadores O presidente eleito confirmou presença amanhã no encontro que reunirá governadores dos Estados em Brasília. "Vou amanhã ao encontro dos governadores. O que eles querem eu também quero: dinheiro", disse ao chegar nesta tarde ao Tribunal Superior do Trabalho (TST). Bolsonaro, no entanto, reclamou que o convite para a reunião não foi acertado com ele. "Essa reunião não foi tratada comigo e nem com Paulo Guedes (futuro ministro da Economia). Não sei quem teve a ideia. Acho que foi o governador Doria (João Doria, governador eleito do Estado de São Paulo), mas nós não vamos decepcionar os governadores". O presidente eleito disse que a equipe econômica de seu governo trabalhará pedidos de renegociação de dívida dos Estados, porém destacou que a situação é difícil. "O Orçamento está complicado, mas vamos ver o que for possível fazer nessa questão de renegociação", disse.

Célia será a secretária da Pessoa com Deficiência (Foto: Roberto Casimiro/Fotoarena/AE)

Cidade

O governador eleito de São Paulo João Doria (PSDB) anunciou ontem o primeiro nome tucano de seu secretariado: a deputada estadual Célia Leão (PSDB), da região de Campinas. Ela será secretária da Pessoa com Deficiência na administração estadual a partir de 2019. Célia foi colunista do Metrô News no ano passado, mas se afastou devido à Legislação Eleitoral. Além dela, que encerra seu sétimo mandato na Assembleia Legislativa de São Paulo (não foi reeleita), Doria anunciou que o desembargador Paulo Dimas Mascaretti, ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, será o secretário de Justiça. Dos nomes escolhidos até então para o secretariado de Doria, nenhum era do PSDB, o que gerou críticas do presidente da sigla em São Paulo, Pedro Tobias. “Acho estranho ele não ter indicado ninguém do PSDB. Doria precisa tratar o partido com mais carinho. O PSDB esteve ao lado dele na campanha”, disse o presidente estadual da legenda. Vinte e quatro anos depois de o PSDB chegar ao poder em São Paulo, o governador eleito está montando sua equipe sem consultar o partido, que já está fora dos principais cargos políticos do Palácio dos Bandeirantes.  A sigla tucana deixará de comandar, a partir de 2019, pastas estratégicas como a Casa Civil, que terá como titular Gilberto Kassab, presidente do PSD, e Secretaria de Governo, que terá suas atribuições absorvidas por Rodrigo Garcia (DEM). Na semana passada, Doria anunciou o médico José Henrique Germann, diretor Superintendente do Instituto de Consultoria e Gestão Albert Einstein, como secretário de Saúde, e Gustavo Junqueira, presidente da Sociedade Rural Brasileira, para Agricultura. *Com informações da Agência Estado
or
or

Sucesso do agronegócio é fundamental para a economia brasileira e a geração de empregos (Foto: Antonio Costa/Fotos Públicas)

Opinião

Doria é um dos governadores eleitos que já declararam apoio a Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião

Tentaram boicotar até um programa que visa a ajudar crianças com deficiência física, o Teleton, apenas por que Sílvio Santos agradeceu e enalteceu o presidente eleito (Foto: Reprodução/SBT)

Opinião

O uso de bicicletas reduz problemas na Mobilidade e na Saúde, como a diminuição da poluição (Foto: Rovena Rosa/Ag Brasil/Fotos Públicas)

Opinião

Sao Paulo Brazil Parcialmente nublado (dia), 30 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:14 am   |   Pôr do sol: 7:28 pm
53%     37.0 km/h     30.882 atm
Previsão
QUA Baixa: 20 °C Alta: 29 °C
QUI Baixa: 17 °C Alta: 26 °C
SEX Baixa: 15 °C Alta: 21 °C
SáB Baixa: 13 °C Alta: 25 °C
DOM Baixa: 17 °C Alta: 28 °C
SEG Baixa: 13 °C Alta: 20 °C
TER Baixa: 13 °C Alta: 17 °C
QUA Baixa: 14 °C Alta: 17 °C
QUI Baixa: 14 °C Alta: 23 °C
SEX Baixa: 17 °C Alta: 23 °C
Guarulhos Brazil Parcialmente nublado (dia), 29 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:14 am   |   Pôr do sol: 7:27 pm
50%     30.6 km/h     30.749 atm
Previsão
QUA Baixa: 20 °C Alta: 28 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 25 °C
SEX Baixa: 15 °C Alta: 21 °C
SáB Baixa: 13 °C Alta: 26 °C
DOM Baixa: 17 °C Alta: 28 °C
SEG Baixa: 13 °C Alta: 20 °C
TER Baixa: 13 °C Alta: 16 °C
QUA Baixa: 13 °C Alta: 17 °C
QUI Baixa: 14 °C Alta: 23 °C
SEX Baixa: 18 °C Alta: 23 °C
Osasco Brazil Parcialmente nublado (dia), 29 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:15 am   |   Pôr do sol: 7:29 pm
53%     37.0 km/h     30.849 atm
Previsão
QUA Baixa: 20 °C Alta: 29 °C
QUI Baixa: 17 °C Alta: 26 °C
SEX Baixa: 15 °C Alta: 21 °C
SáB Baixa: 14 °C Alta: 25 °C
DOM Baixa: 17 °C Alta: 28 °C
SEG Baixa: 14 °C Alta: 20 °C
TER Baixa: 13 °C Alta: 17 °C
QUA Baixa: 14 °C Alta: 17 °C
QUI Baixa: 14 °C Alta: 25 °C
SEX Baixa: 17 °C Alta: 25 °C