23
Ter, Out

Novelas

17/9, segunda 

Luca Tuber faz um vídeo em seu canal na internet e finge que levou um soco no olho de Guilherme. Jeferson diz que viu a bolsa cheia de dinheiro e pergunta se ele é o Rato. Ciro fica ofendido por sua família achar que ele poderia ser o chefe do tráfico, revela que ganhou um prêmio na loteria e com a quantia deu entrada no carro para poder trabalhar como motorista de aplicativo.

 

18/9, terça 

Mário, Gael e Benicio investigam o passado de Sr. Pendleton pelo que ouviram e descobrem que Stella significa Estrela. Iuri se disfarça de idoso para visitar o grupo de Sophie novamente. Brenda e Raquel discutem na escola. Nadine repete para Roger que acha que Sérgio é amante de Joana e que Claudia sabe de tudo. Filipa diz que aceita ser amiga de Yasmin novamente.

 

19/9, quarta  

Sophie revela para Iuri que foi abandonada no altar. Jeferson ajuda Waldisney a guardar uma encomenda na moto e vê uma máscara de Rato. Sozinho, o rapaz passa a achar que o chefão da comunidade é Waldisney e conta isso para Vini. Mário e Luigi decidem investigar o lugar que o pai e a mãe trabalham. Guilherme beija Raquel e os dois são filmados sem que percebam.

 

20/9, quinta 

Poliana pergunta para Sr. Pendleton quem foi o grande amor dele do passado. Ruth pergunta para João como ele entrou na escola e em seguida pede os telefones dos pais.. Helô suspende Luca, dá um trabalho para ele fazer e pede para o garoto fazer um vídeo pedindo desculpa para Guilherme na internet. Após muita insistência, Sr. Pendleton conta que sua esposa morreu.

 

21/9, sexta

Débora conversa com Glória sobre Marcelo pedir um tempo no relacionamento. Poliana ensina para Sr. Pendleton o que é e como jogar o Jogo do Contente para ver o lado bom da vida. Arlete pede um motorista de aplicativo e Ciro é quem aparece. Glória diz que Marcelo deveria terminar o relacionamento com Débora de vez e procurar Luísa. Marcelo vai atrás de Luísa.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

16/7, segunda

Filipa e Yasmin brigam com Éric e dizem que ele não deveria ter assumido seu lugar no debate da chapa. Marcelo vê Afonso sendo mulherengo e se incomoda. Kessya e Luigi ensinam para Poliana o que é rede social e como utilizar a ferramenta. Gael, Mário e Benício decidem que Lorena está se interferindo demais no clube e por isso deve ser expulsa.

 

17/7, terça

Helô anuncia que a chapa de Gabi é mais uma vez eleita. Roger humilha Claudia por ela não fazer uma planilha do jeito que ele gosta e chega a chamar ela de burra. Débora avisa que os alunos devem preparar uma coreografia para a festa de 50 anos da escola. Poliana leva Lorena até a casa de Luísa para animar a menina. Guilherme é atropelado por um carro.

 

18/7, quarta 

Sr. Pendleton descobre a câmera que os meninos colocaram em seu cachorro e quebra o equipamento. Iuri começa a espionar Sophie por desconfiar que ela não tem um noivo. Gleyce discute com Ciro por ele não ter pago a conta de luz, que é cortada. Luísa, Claudia e Joana se deparam com Marcelo e Iuri em um restaurante e acabam sentando todos juntos.

 

19/7, quinta 

Luísa lembra de quando Marcelo terminou o namoro com ela no passado por um desentendimento deles, uma armação de Débora. Éric e Hugo mostram seu projeto contra o bullying com a ajuda de Helô. Luísa recebe flores com um convite de Afonso e resolve enviar uma mensagem dizendo que aceita sair com ele. Afonso conta a novidade para Durval.

 

20/7, sexta

Iuri pergunta o motivo de Sophie mentir para ele. João consegue andar pelos corredores da escola por estar vestido de uniforme. Poliana presenteia Lorena com um gato. Durval não aceita que Lorena fique com o gato e Poliana decide levar o animal para casa. Vini e Jeferson convidam Guilherme para voltar ao grupo de samba e ele aceita.

 

Terça, 10/7

Guilherme toca violão e canta com Raquel. Mirela escuta e vai falar com os dois e revela que criaram um perfil na rede social que chama "Branca Bolada". Raquel e Mirela tentam fazer Jeferson e Vini repensar a decisão de tirar Guilherme do grupo. Afonso diz para Poliana que está apaixonado por Luísa e pede para a menina ajudá-lo.

 

Quarta, 11/7

Joana vai até a escola falar com Helô sobre os meninos que estão perseguindo Luigi, mas não percebe que esses meninos são Éric e Hugo. Guilherme descobre que foi Brenda quem fez a página falsa de "Branca Bolada" e faz a garota apagar a página. Luigi e Poliana ajudam Gabi a gravar o programa de eleição da sua chapa. Débora tenta desmotivar Kessya na escola.

 

Quinta, 12/7

Raquel manda Brenda deletar a página e diz que está fora da chapa dela. João faz uma produção com ajuda de Poliana para que as crianças acreditem que é um fantasma na sala de teatro. Poliana tira foto de Luísa para o trabalho da escola. Guilherme tira uma foto de Raquel para o trabalho de Marcelo. Claudia e Durval dão “like” no aplicativo de namoro que os dois estão.

 

Sexta, 13/7

Luísa leva Poliana para a escola. Elas descobrem que Hugo é sobrinho de Afonso. Poliana vai conversar com a diretora Ruth, que diz que não pode abrigar João na escola. João e Poliana conseguem impedir que Gabi caia na armadilha do balde de tinta. O mesmo cai sob a cabeça de Filipa, que grita. Salvador vê o novo nariz de Verônica e fica chocado.

Segunda, 02/07

Mário, Gael e Benício decidem aceitar Lorena no clube deles. Durval diz para João que ele não precisa mais trabalhar na padaria, mas sempre que estiver com fome pode ir até lá. Claudia leva Yasmin até a casa de Luísa para pedir desculpa e devolver o celular de Poliana. Filipa tenta humilhar Kessya e expulsar ela do local onde está na aula de dança.

 

Terça, 03/07

Mário, Gael e Benício caçam o fantasma na escola com ajuda de Poliana e Lorena. João resolve assustar os cinco que pensam que ele é um fantasma. Jeferson tira uma foto de Dona Branca para fazer um perfil dela na internet no FriendBook. Luísa descobre que Poliana conversa com Lorena e Raquel na escola, mas sem saber que são primas.

 

Quarta, 04/07

Nanci diz para Waldisney que sabe que ele mora na comunidade e não se importa com isso. Luísa diz para Poliana que vai mudar ela de escola. A menina chora. Brenda cria uma chapa para o grêmio estudantil com Mirela como vice. Poliana chora ao falar com Marcelo sobre Luísa querer tirá-la da escola. Filipa também lança uma chapa. 

 

Quinta, 05/07

Mário, Gael e Benício deixam uma câmera ligada na escola para tentar filma o fantasma. Ruth chama Filipa até a diretoria, conversa com ela e faz uma carta de reclamação que ela deve trazer assinada pelos pais. Raquel diz que Mirela é interesseira e a expulsa de sua casa. Luísa diz para Poliana que não vai mais tirar ela da escola. Poliana e seus amigos comemoram.

 

Sexta, 06/07

Poliana ajuda João a escrever uma carta para a mãe, Josefa. Joana diz para Claudia que ela e Durval terão um encontro sim. Durval leva os filhos de Claudia e Joana para que Raquel cuide. Guilherme avisa Jeferson e Vinicius que não poderá ir ao show, pois aconteceu um problema com a mãe. Mirela canta sozinha, como grande novidade.

 

Segunda, 25/06

Luísa presenteia Poliana com um celular para que possam se comunicar com mais facilidades. Claudia presenteia Yasmin com um celular, mas a menina despreza o aparelho por achar que ele não é moderno. Yasmin vê o celular de Poliana e diz que é de última geração. A garota então convence Poliana a trocar com o aparelho dela.

Terça, 26/06

Filipa derruba a bolsa de Kessya com os pães de mel que a garota estava vendendo. Filipa ainda pisa em cima dos doces. Poliana intervém e diz que não é correto o que ela fez. João chega em seu esconderijo e descobre que Feijão está lá. Ruth fala com Kessya e Gleyce para não venderem mais os doces na escola. Yasmin e Filipa descobrem que Kessya é filha da faxineira da escola.

Quarta, 27/06

Poliana pergunta para Durval se ele não quer revender os pães de mel de Kessya na padaria. A menina convence Durval a fazer ao menos um período de experiência com os doces feitos por Gleyce. Verônica entra na reunião do comitê usando o nome de Luísa, é desmascarada por Glória e expulsa. Luísa pede para sair do Laço Azul.

Quinta, 28/06
Glória surpreende a todos e anuncia que Luísa acaba de ser promovida como membro honorária do comitê. Verônica diz para Roger que desistiu de fazer a nova cirurgia plástica no nariz. Lorena entra no cemitério a pedido dos meninos para fazer parte do clube. Acaba se assustando com Mário, Gael e Benício fantasiados de zumbis.

Sexta, 29/06

Os alunos assistem um filme sobre bullying com objetivo de conscientizar as crianças. Filipa e Yasmin jogam lixo pela escola para prejudicar Gleyce. Luísa descobre que Poliana está com outro celular. A menina revela que uma menina da escola se ofereceu para trocarem o aparelho por ser mais fácil. Luísa manda Poliana desfazer a troca do celular.

Segunda, 18/06

Dona Branca pergunta para Waldisney quais são as intenções dele com Nanci. João aprende sozinho a tocar outras músicas. Luísa fica encantada com uma fotografia feita por Marcelo de quando namoravam. Filipa coloca gelo nas costas de Poliana sem que ela perceba. Poliana pula e acaba empurrando Débora, que cai em cima de uma obra de arte.

Terça, 19/06

Raquel diz que sabe que o perfil na rede social misterioso é de Guilherme. O rapaz acaba confessando. João espia Poliana na aula de música. A menina desafina no vocalize. Guilherme sai com Raquel até uma cafeteria e canta para ela uma das canções de Cartola. Filipa sugere para que Poliana pegue as joias de Luísa para ela usar na peça, atividade da escola.

Quarta, 20/06

Raquel chega na padaria com casaco de Guilherme, que lhe acompanha. Durval fica irritado e manda a filha para casa após dizer para ela ficar afastada do garoto. Filipa estoura um colar de Luísa e vai embora com Yasmim. Luísa chama a atenção de Poliana após descobrir o que aconteceu. Yasmim é assaltada na rua e fica assustada.

Quinta, 21/06

Luísa lembra de um reencontro que teve com Marcelo há alguns anos, aonde acabaram ficando antes dele retornar para a Europa. Kessya revela para Poliana e Luigi que Gleyce é sua mãe. Poliana e as colegas terminam de se arrumar para apresentarem a peça sobre o antigo Egito. Guilherme tenta fazer Raquel e Mirela fazerem as pazes, mas piora a situação.

Sexta, 22/06

Salvador faz um molde do nariz de Verônica. Éric e Hugo trancam Luigi em uma sala. Filipa diz para Yasmin que irá se vingar de Kessya. Lorena invade a casa de Sr. Pendleton. O cachorro Feijão é visto na escola, de onde é retirado. Kessya tenta ensinar Poliana a aprender dançar como ela. Gleyce devolve para Arlete o dinheiro que Ciro havia pego emprestado com Lindomar.

Segunda, 11/06

Afonso insiste que Durval deveria arrumar uma namorada. João conta para Antônio e Poliana que sente saudade da mãe, JosefaVinicius dança com Mirela para tentar chamar a atenção de Guilherme. Raquel fica sozinha, só observando. Guilherme precisa ir embora e apresenta Jeferson para Brenda, que desdenha do rapaz. Marcelo se depara com Luísa na rua.

 

Terça, 12/06

Roger contrata um segurança, Celso, para acompanhar Guilherme aonde quer que ele vá. Poliana acorda toda picada e Luísa decide que a pequena não pode continuar a dormir no mesmo quarto. Feijão é roubado por um dos meninos da comunidade e deixa João preocupado. Marcelo conta para Débora que quer saber de onde surgiu o falso boato de que havia sido traído por Luísa.

 

Quarta, 13/06

Poliana canta a música Jogo do Contente em seu quarto todo decorado. Luísa espia a sobrinha e fica satisfeita com a alegria da menina. João é chantageado a conseguir dinheiro em troca do seu cachorro Feijão. Poliana encontra a caixinha do tesouro em seu quarto e diz para Luísa que perdeu a chave da caixa. João consegue resgatar Feijão.

 

Quinta, 14/06

João começa a trabalhar na padaria Ora Pães Pães. Glória vai até a casa de Luísa para insistir que ela vá até a exposição das fotografias de Marcelo na galeria. Na escola, Marcelo flagra Luigi sofrendo bullying de Éric e Hugo. Os dois são levados para a coordenação. Filipa e Yasmin encontram a chave de Poliana e fogem com a mesma.

 

Sexta, 15/06

Luísa diz que não ficará e dá para Poliana os dois pingentes. Poliana vai com a tia para o evento das fotografias de Marcelo Dona Branca pergunta para Waldisney quais são as intenções dele com Nanci. João aprende sozinho a tocar outras músicas. Luísa fica encantada com uma fotografia feita por Marcelo de quando namoravam.

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Bolsonaro é um fenômeno que boa parte da imprensa insiste em ignorar, mas que a população tem como única solução (Foto: Tânia Rêgo/ABR)

Opinião

No último domingo, apesar de boa parte da mídia ignorar, por questões de interesse, milhões de pessoas foram às ruas, por vontade própria, num admirável gesto de democracia, apoiar o candidato que, de forma extremamente inovadora, com praticamente custo zero perto do que se gastam com campanhas políticas, lidera as pesquisas. Ao que parece, o povo se desprendeu das garras do quarto poder e democraticamente exige mudança. Se esta será boa ou não, o tempo vai dizer, mas uma coisa é fato: a alternância de poder é saudável em qualquer democracia e por aqui já se passou da hora de mudar. A dita esquerda no Brasil tentou a todo custo um projeto criminoso de poder que, graças à Operação Lava Jato, resultou na prisão de diversos políticos poderosos e apresentou ao Brasil os bastidores sujos e asquerosos da política que desviou trilhões da educação, segurança, saúde, etc... A todo custo tentam ainda agarrar-se ao poder com mentiras, ataques e o velho jogo sujo da política sifilítica. Culpar o aplicativo de mensagem WhatsApp pelas atrocidades que o próprio partido cometeu é tão estúpido e absurdo quanto tentar comparar Bolsonaro com Trump. O norte-americano venceu apenas no colégio eleitoral, mas Bolsonaro pode vir a vencer na maioria absoluta de votos, o que numa democracia é literalmente a voz e o desejo do povo. Se você não enxerga isto, precisa urgente sair da bolha, e se não respeita, está muito próximo do palavrão que costuma xingar os colegas que discordam de você. Trump é bilionário e teve total apoio da máquina do Partido Republicano na campanha. Bolsonaro está em um partido anão e possuía oito segundos na TV. Trump tem as nuances e vícios de todo gênio comunicador, pois por anos liderou a audiência na TV americana. Bolsonaro é um sujeito simples com discurso coloquial, por vezes até rasteiro, mas que vai ao encontro das massas, sem esforço para tal.Goste você ou não, é um fenômeno popular maior ainda até do que Lula, que diferentemente do “capitão” foi programado e produzido por esquemas publicitários, a custo de ouro do dinheiro público, para transformá-lo num “mito”. Bolsonaro é um fenômeno que boa parte da imprensa insiste em ignorar, mas que a população tem como única solução, como comprovou a manifestação gigantesca no domingo. Isto chama-se democracia, senhores. Aprendam com isto e deixem o País seguir. Bolsonaro foi o primeiro brasileiro, em campanha, a sofrer um atentado político; o primeiro a não fazer os velhos acordos; o primeiro a ter um nome (até aqui) limpo, algo que nem sonharíamos existir na política; e pode vir a ser o primeiro presidente a vencer uma eleição com o menor investimento já feito em campanha, comprovando que o tal fundo partidário é desnecessário e deveria ser direcionado para o que importa à população. O sujeito com uma caneta Bic nas mãos, um relógio Cassio e roupas simples, sozinho, sem verba, peitou a maior emissora do País, desafiou a imprensa e toda turma arrogante que se diz intelectual sem nunca ter produzido nada que valha o adjetivo. Amigos, se isto não é, no mínimo, uma expressiva revolução política e total quebra de paradigmas do status quo, você realmente precisa sair do jardim da infância e viver no mundo real.

Na capital, tucano tem rejeição de quase 40% (Fotos: Reprodução/Twitter e Carlos Bassan/Fotos Públicas)

Cidade

De acordo com levantamento divulgado nesta segunda, 22,  pelo Instituto Paraná Pesquisas, o candidato tucano ao governo do Estado, João Doria, cresceu quase dois pontos percentuais na disputa contra Márcio França (PSB). O ex-prefeito da Capital tem 54,1% das intenções de voto (antes, eram 52,3%). Já o atual governador caiu de 47,7% para 45,9%. Dentre o eleitorado paulistano, 37,6% afirmaram que votariam com certeza em Doria, enquanto 21,7% poderiam votar nele. O índice de rejeição do tucano é de 38,9%. No caso de Márcio França, 31,7% contaram que têm convicção na escolha por ele, 25,8% disseram que poderiam votar e 40% não votariam de jeito nenhum. Ainda segundo a pesquisa, a grande maioria dos paulistas acredita que João Doria será o próximo governador do Estado: 58,5% dos entrevistados têm essa percepção. Apenas 31,6% imaginam que França pode ganhar a eleição.No caso da opção de voto para presidente, Jair Bolsonaro (PSL) tem 69,1% do eleitorado paulista, enquanto Fernando Haddad (PT) te, 30,9%. Foram entrevistados 2.010 eleitores, entre os dias 18 e 21 de outubro, em 88 municípios do Estado.

Ex-capitão lidera em todas as pesquisas (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Nacional

Nova pesquisa do BTG/FSB, divulgada nesta segunda-feira, 22,  mostra que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) aumentou sua vantagem dentro da margem de erro contra Fernando Haddad (PT). Segundo o levantamento, o ex-capitão conta com 60% dos votos válidos, contra 40% do adversário. A margem de erro continua sendo de dois pontos percentuais. No último estudo, publicado em 14 de outubro, Bolsonaro aparecia com 59% das intenções de voto, contra 41% do petista. No cenário espontâneo, quando o nome dos candidatos não é dito ao entrevistado, o ex-militar caiu um ponto percentual, ficando com 48%, enquanto Haddad cresceu um ponto, chegando a 31%. Os votos brancos e nulos atingem 6%, enquanto 5% responderam “nenhum” e 11% não souberam opinar. Na intenção de voto estimulada, porém, o candidato do PSL cresceu um ponto percentual, de 51 para 52%. Haddad permaneceu com 35%. Votos brancos e nulos somaram 4%, não souberam 4% e 5% responderam que não escolheriam nenhum dos dois. A pesquisa também abordou a decisão definitiva de votos de cada eleitor. Neste momento, 94% dos que votariam em Bolsonaro afirmaram que estão convictos da decisão. Nos eleitores do petista, o índice é de 90%. A rejeição dos candidatos ficou em 52% para Fernando Haddad e 38% para Bolsonaro. Foram entrevistados 2 mil eleitores, entre 20 e 21 de outubro.

Há propostas para reduzir o desemprego? Ao menos 13 milhões de pessoas querem saber (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Em 2017, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que é a soma de toda a riqueza produzida no País, foi de 1%. O avanço parece pequeno, mas foi muito comemorado depois de dois anos seguidos de queda. Talvez isso tenha contaminado os especialistas, que começaram 2018 otimistas, apostando que este importante marcador da economia chegaria a 2,7%. Essa percepção foi se atenuando ao longo dos meses e, atualmente, a previsão é de que, ao fechar dezembro, alcance 1,5%, o que não seria desprezível. Até lá, isso é um problema para a equipe econômica de Michel Temer. Mas, e para 2019, com qual margem de crescimento trabalham o estafe dos dois presidenciáveis? O leitor já perguntou isso para o seu candidato? Em meio a campanhas empobrecidas, até aqui os postulantes à Presidência da República não têm dado muita importância à difícil tarefa de oferecer soluções factíveis para os problemas reais da Nação. Certamente um tópico que interessa diretamente a pelo menos 13 milhões de brasileiros é saber qual a meta de criação de emprego para o ano que vem ou para os próximos quatro? Henrique Meirelles, por exemplo, saiu da disputa, mas tornou célebre a promessa de abrir 10 milhões de postos de trabalho durante seu mandato, se fosse eleito. Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, por enquanto, não externaram um número, mas devem saber que esta é uma questão central. Se o tema preocupa a eles, então deveriam responder qual é a receita deles para combater o desemprego. Para isso, não é segredo, vão precisar movimentar a economia novamente. Mas não em marcha lenta, que é o estado em que se encontra atualmente. O País precisa de um motor de crescimento poderoso, e alguém precisará vir a público e explicar se este será o próprio governo, por intermédio de investimento público, principalmente em infraestrutura; o setor privado, apostando no agronegócio ou na indústria nacional; ou simplesmente as famílias, que com uma injeção de otimismo se sentiriam mais confiantes em consumir e, assim, dariam início a um círculo virtuoso, de mais compra, mais fabricação, mais necessidade de mão de obra. E se o assunto é trabalho formal, porque não falar em salário mínimo. A previsão inicial para 2019 é de aumento dos atuais R$ 954 para R$ 1.006. Será confirmada? Tantas perguntas mais importantes para discutir e por enquanto ficamos na sessão de perfumaria.
or
or

Bolsonaro é um fenômeno que boa parte da imprensa insiste em ignorar, mas que a população tem como única solução (Foto: Tânia Rêgo/ABR)

Opinião

Profissionais consagram suas vidas ao serviço da humanidade (Foto: ASCOM SUSIPE/Fotos Públicas)

Opinião

O último bastião do PT ainda é o Nordeste, mas este já não é tão inexpugnável (Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/ Fotos Públicas)

Opinião

Apesar de constar no ordenamento jurídico pátrio, o Princípio da Isonomia quase não é observado e aplicado (Foto: Nelson Jr./SCO/STF )

Opinião
Sao Paulo Brazil Justo (dia), 25 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:27 am   |   Pôr do sol: 7:15 pm
60%     14.5 km/h     31.016 atm
Previsão
TER Baixa: 14 °C Alta: 27 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 22 °C
QUI Baixa: 17 °C Alta: 22 °C
SEX Baixa: 17 °C Alta: 24 °C
SáB Baixa: 18 °C Alta: 24 °C
DOM Baixa: 12 °C Alta: 23 °C
SEG Baixa: 11 °C Alta: 18 °C
TER Baixa: 12 °C Alta: 22 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 25 °C
QUI Baixa: 18 °C Alta: 25 °C
Guarulhos Brazil Justo (dia), 25 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:27 am   |   Pôr do sol: 7:14 pm
57%     14.5 km/h     30.882 atm
Previsão
TER Baixa: 15 °C Alta: 26 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 22 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 21 °C
SEX Baixa: 16 °C Alta: 24 °C
SáB Baixa: 18 °C Alta: 23 °C
DOM Baixa: 12 °C Alta: 23 °C
SEG Baixa: 11 °C Alta: 20 °C
TER Baixa: 11 °C Alta: 22 °C
QUA Baixa: 15 °C Alta: 25 °C
QUI Baixa: 18 °C Alta: 25 °C
Osasco Brazil Ensolarado, 25 °C
Condições atuais
Nascer do sol: 6:28 am   |   Pôr do sol: 7:16 pm
57%     16.1 km/h     31.016 atm
Previsão
TER Baixa: 13 °C Alta: 26 °C
QUA Baixa: 16 °C Alta: 22 °C
QUI Baixa: 16 °C Alta: 22 °C
SEX Baixa: 17 °C Alta: 24 °C
SáB Baixa: 18 °C Alta: 24 °C
DOM Baixa: 12 °C Alta: 23 °C
SEG Baixa: 11 °C Alta: 19 °C
TER Baixa: 12 °C Alta: 21 °C
QUA Baixa: 15 °C Alta: 25 °C
QUI Baixa: 18 °C Alta: 25 °C