22
Seg, Out

Silvio Santos precisou acalmar sua filha (Foto: Reprodução/Instagram)

Fora dos Trilhos

Hoje eu inicio a minha coluna comentando a crise de choro e a recusa de entrar no ar feita por Silvia Abravanel, na última quarta-feira, no SBT. A filha de Silvio Santos disse que estava sendo vítima de um complô para ser tirada do comando do Bom Dia & Cia.

Inconsolável, se recusou a entrar no ar enquanto seu rosto não desinchasse. Ela só apareceu no programa quase uma hora depois da atração começar. A filha número dois de Silvio Santos só melhorou após falar com o pai por telefone durante quase 20 minutos.

Silvio a acalmou e disse que não planejava fazer novas mudanças no programa que ela apresenta, que perdeu uma hora de duração na última segunda-feira. Sílvia Abravanel foi alvo de protestos no SBT na semana passada, quando funcionários da emissora abordaram Silvio Santos.

Essa abordagem foi em decorrência de uma manifestação do Sindicato dos Radialistas na porta do SBT, que acusou Sílvia Abravanel de ter debochado dos protestos da categoria inclusive dando a sua opinião no ar.

O Homem do Baú solicitou um levantamento detalhado do programa Bom Dia & Cia e constatou que sua filha sempre chega atrasada e tem um extenso histórico de atritos com a equipe. A maior parte dos funcionários do SBT não gosta dela. Segundo informações, providências serão tomadas.

A família Camargo voltou a ser o centro de polêmicas. Desta vez, Luciano Camargo, que faz dupla com Zezé. A sua ex-mulher Cleo Loyola, utilizou o Instagram para defender o filho Wesley Camargo, preso por agredir a namorada. Luciano criticou veementemente o seu filho.

“Quero que ele fique preso para pagar pelo que fez”, disse Luciano. Cleo Loyola ficou brava e disse que o cantor não tinha moral, pois a traia com gays quando eram casados. Depois do bate-boca, Luciano achou melhor pagar a fiança e tirar seu filho da cadeia.

Carlos Alberto Spina apresenta pela Rádio Integração FM 87,5 o programa Toque de Classe, das 15h às 16h, com entrevistas e boa música. Grandes personalidades do esporte têm comparecido na emissora e prestigiado Spina, que tem uma boa audiência graças ao seu talento.

A Record TV seduziu diversos profissionais da concorrente Globo com ofertas salarias generosas. Agora sofre uma debandada massiva em seu casting. Mesmo dando oportunidades de protagonizar suas tramas e cachês substanciais, os atores alegam estar cansados de fazer somente novelas bíblicas.

Frase final: “O futuro dependerá daquilo que fizemos no presente.” (Mahatma Gandhi). 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Segunda, 26/02

Franciely surpreende Silvestre e o beija pela primeira vez na boca. Silvestre desmaia de emoção. Fátima conversa com Estefânia e diz que Cristóvão pediu demissão. Fabiana e Didi colocam o plano em ação para desmascarar Bárbara e Frida. A mãe de Juju convida Fátima para ser sua sócia na loja de bolos. Gustavo promove Leonardo ao cargo de assessor pessoal dele.

Terça, 27/02

Cassandra diz para Fernando que irá conseguir fazer Vitor se separar de Estefânia. Bárbara diz que a partir de agora não é mais amiga de Frida, que a dedurou para Fabiana e Didi. Leonardo conta para Silvana que foi promovido na Rey Café. Zé Felipe descobre que não passou no teste de futebol. Cassandra leva Fernando para jantar na casa do pai com Estefânia.

Quarta, 28/02

Fátima diz que Cristóvão precisa oficializar sua saída da Rey Café para pegar os seus direitos após tantos anos de trabalho. Vitor descobre que perdeu Fátima para Silvana. Cristóvão conta para Fátima como foi tratado na empresa e que Gustavo não quis nem recebê­lo. Madre Superiora anuncia a divisão de grupos na escola para participarem do concurso de talentos.

Quinta, 1o/03

Vitor diz para Cassandra que está pensando em fazer uma festa para tentar enturmar ela com as pessoas da cidade, como Juju e Zeca. Gustavo conta para Cecília que gostaria de ter um filho com ela. Leonardo revela que vai acabar com Gustavo atacando seus dois pontos fracos, a esposa e a filha. Estefânia fica enjoada com o cheiro da geladeira, mesmo que Franciely não ache.

Sexta, 02/03

Lulu passa o final de semana na casa de Fátima e Cristóvão. Dr. André pede vários exames para que Haydee faça após Flávio afirmar que a mulher está com graves esquecimentos. Fátima afirma que têm certeza que Cecília irá se arrepender de acreditar nessas mentiras e que Leonardo é o responsável por tudo isso. Gustavo sugere para Cecília se afastar de Fátima.

 

Protagonista nos anos 90, Will Smith nunca escondeu desejo de voltar com a série

Fora dos Trilhos

Será que a série "Um Maluco no Pedaço" (cujo nome original é "Fresh Prince of Bel-Air") pode voltar com uma garota como protagonista? A possibilidade foi levantada quando o site norte-americano TMZ descobriu que a F.P. Trademark Holdings, companhia que detém os direitos da icônica série dos anos 1990, registrou a marca "Fresh Princess" no Escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos para ser utilizada em produções televisivas e mercadorias como brinquedos, mochilas e roupas.

Isso aumentou as especulações sobre uma nova versão da série que fez muito sucesso aqui no Brasil ao ser transmitida pelo SBT. O ator Will Smith, que fez o protagonista na série original, nunca escondeu o desejo de retomar o projeto e os fãs sempre perguntam sobre o assunto quando ele posta alguma foto com o elenco da série.

O TMZ também descobriu que na renovação da marca "Fresh Prince of Bel-Air" a categoria de brinquedos foi incluída na proteção, o que aumentou rumores sobre a possibilidade de um desenho da série ser criado também.

Turma do Chaves passa por várias confusões no Natal e no Ano Novo (Foto: Roberto Nemanis/ SBT)

Fora dos Trilhos

A Globo comprou os direitos da série mexicana “Chaves”, no último mês de janeiro, para passar no canal Multishow, da TV fechada. Segundo a SBT, que historicamente transmitiu a atração no Brasil, os direitos para a TV aberta permanecem com a emissora de Silvio Santos – pelo menos até 2020.

Mesmo assim, o SBT anunciou uma versão brasileira do programa. A produção vai ao ar na madrugada de domingo, à 0h, com direção de Marcelo de Nóbrega. O humorista Alexandre Porpetone interpretará Chaves, personagem eternizado por Roberto Bolaños, morto no dia 28 de novembro em 2014.

Já o apresentador Celso Portiolli dará vida ao Professor Girafales, enquanto Lívia Andrade será Dona Florinda. Felipe Levoto (Sr. Madruga), Ratinho (Sr. Barriga), Chistina Rocha (Dona Clotilde), Marlei Cevada (Chiquinha0 e Zé Américo (Kiko) completam o elenco.

História de Natal e Ano Novo

Na noite de Natal, o Sr. Madrugada recebe a notícia de que a Vila está dando muito prejuízo. Sr. Barriga, então, diz que todos precisam se mudar. Diante deste cenário devastador, o Professor Girafales chega com a solução e salva a ceia da turma.

Já no Ano Novo, Sr. Madruga, achando que vai morrer, decide pagar o jantar para todos os seus vizinhos. No entanto, ele descobre que a notícia do óbito próximo era um alarme falso e toma um baita susto com a conta que precisa pagar.

Silvio tenta entrar em assunto polêmico, mas logo desiste (Foto: Lourival Ribeiro/SBT)

Fora dos Trilhos

Silvio Santos recebeu em seu programa o médico Marcos Harter e a modelo Monique Amin, que participaram tanto do BBB como da Fazenda, realities shows da Globo e da Record, respectivamente. A atração da SBT vai ao ar no próximo domingo, 25, a partir das 20h.

Durante o quadro “Jogo das 3 Pistas”, Silvio descobriu que Marcos é um cirurgião plástico e brincou: “Eu vou lá na sua clínica e quero sair parecido com o Tom Cruise”. O apresentador também conversou sobre as polêmicas em que os dois convidados se envolveram nos confinamentos.

Inclusive, Monique contou que manteve um contrato de dois anos com uma emissora após sair de um reality show. “Pagaram para você dois anos sem você fazer nada? ”, indagou Silvio, que também questionou a modelo sobre relacionamentos e a polêmica acerca de um suposto estupro sofrido pela morena dentro do BBB, em 2012. “Você não pode falar, né?”, conformou-se o dono da SBT.

Além dos dois convidados, o apresentador recebeu as modelos Ju Isen, Jéssica Lopes e Erika Canela, bem como, as drag queens Penelopy Jean, Ikaro Kadoshi e Rita Von Hunty, que comandam o programa “Drag Me as a Queen”.

Ikaro aproveitou a participação no quadro “Não Erre a Letra” para agradecer a Silvio: “Se nós estamos apresentando um programa de TV hoje é porque muito tempo atrás um ser humano teve a ousadia de trazer o transformismo, as travestis e as drag queens para o palco de um programa chamado “Show de Calouros”, disse.

“Então, Silvio, muito, muito, muito obrigado! Se não fosse você mostrar para a população brasileira a nossa arte lá atrás, talvez a gente não estivesse aqui hoje”, completou.

 

 

 

"Quero conhecer o Silvio Santos", disse a atriz nas redes sociais

Fora dos Trilhos

A equipe de comunicação da Rede Globo confirmou ao E+ que Marina Ruy Barbosa não foi liberada para participar da premiação Troféu Imprensa, do SBT. O motivo seria o fato dela estar atualmente no ar como protagonista na novela Deus Salve o Rei.

A comunicação da emissora de Silvio Santos disse que "o SBT não vai se pronunciar por respeitar a decisão da direção da TV Globo, a qual sempre libera artistas para o Teleton e Troféu Imprensa".

Marina Ruy Barbosa gostaria de comparecer ao evento e recorreu aos seus seguidores do Twitter para tentar a liberação da emissora. "Globo, libera eu! Quero conhecer o Silvio Santos", escreveu em uma postagem com mais de 24 mil curtidas.

Seu pedido, porém, foi negado. Por outro lado, a comunicação da Globo disse que Cleo Pires, Sergio Chapelin e Vanessa Giácomo estão liberados a participar da premiação.

Ainda assim, a presença deles na cerimônia ainda não pode ser confirmada pelo SBT, uma vez que ainda é preciso verificar a disponibilidade das personalidades.

Atração seria exibida no horário do almoço (Foto: Reprodução/Facebook)

Fora dos Trilhos

Hoje eu inicio a minha coluna comentando a supersérie Onde Nascem os Fortes, de Geoge Moura e Sérgio Goldenberg, que estreia em abril, na faixa das 23h, na Globo. A emissora não  poupará gastos para realizar uma grande produção e atingir uma boa audiência nesse horário.

Para se ter uma ideia, o Departamento de Arte encomendou, junto ao Museu Histórico Nacional e ao Museu de História Nacional de Ingá, na Paraíba, réplicas de alguns fósseis de animais presentes nas unidades. A ideia, segundo Patrícia Kogut, é usar as peças nas cenas do paleontólogo Hermano, protagonista masculino da saga. A Globo pretende investir muito na produção.

Conforme a coluna já havia informado, já começaram  as mudanças na novela Deus Salve o Rei (Globo). O elenco recebeu, na semana passada, 15 novas cenas, que estão sendo filmadas e deverão começar a ir para o ar nos próximos dias. A emissora vai mudar totalmente a origem da história.

Entre os ajustes ordenados está a antecipação do triângulo amoroso entre Catarina (Bruna Marquezine), Amália (Marina Ruy Barbosa) e Afonso (Rômulo Estrela), medida que o autor da trama, Daniel Adjafre, já começou a trabalhar. A história não vinha causando expectativa nos telespectadores e a audiência começou a cair.

A época de vacas magras nas emissoras de televisão está atingindo até mesmo as antenas de transmissão. Um dos cartões postais da Avenida Paulista, principal corredor de São Paulo, a torre da Band perdeu a iluminação especial que tinha. A ordem da direção é economizar.

O programa humorístico Encrenca, da Rede TV!, vem se consolidando em terceiro lugar na faixa das 18h aos domingos, batendo inclusive a Record. A atração, muito bem produzida, mostra um humor diferente, sem cansar os telespectadores e apresentando textos inteligentes. O programa tem uma equipe pequena, mas de qualidade.

O cantor Fábio Júnior poderá comandar na Globo um programa musical aos domingos, ao meio-dia. A coluna apurou que as conversas já estão bem adiantadas com a diretoria da emissora. O impasse está sendo o acerto de salário entre o cantor e a Globo. A estreia está prevista para maio deste ano.

Frase final: “Os maiores inimigos declarados não fazem tanto mal quanto os pequenos ocultos.”

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

Na capital, tucano tem rejeição de quase 40% (Fotos: Reprodução/Twitter e Carlos Bassan/Fotos Públicas)

Cidade

De acordo com levantamento divulgado nesta segunda, 22,  pelo Instituto Paraná Pesquisas, o candidato tucano ao governo do Estado, João Doria, cresceu quase dois pontos percentuais na disputa contra Márcio França (PSB). O ex-prefeito da Capital tem 54,1% das intenções de voto (antes, eram 52,3%). Já o atual governador caiu de 47,7% para 45,9%. Dentre o eleitorado paulistano, 37,6% afirmaram que votariam com certeza em Doria, enquanto 21,7% poderiam votar nele. O índice de rejeição do tucano é de 38,9%. No caso de Márcio França, 31,7% contaram que têm convicção na escolha por ele, 25,8% disseram que poderiam votar e 40% não votariam de jeito nenhum. Ainda segundo a pesquisa, a grande maioria dos paulistas acredita que João Doria será o próximo governador do Estado: 58,5% dos entrevistados têm essa percepção. Apenas 31,6% imaginam que França pode ganhar a eleição.No caso da opção de voto para presidente, Jair Bolsonaro (PSL) tem 69,1% do eleitorado paulista, enquanto Fernando Haddad (PT) te, 30,9%. Foram entrevistados 2.010 eleitores, entre os dias 18 e 21 de outubro, em 88 municípios do Estado.

Ex-capitão lidera em todas as pesquisas (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Nacional

Nova pesquisa do BTG/FSB, divulgada nesta segunda-feira, 22,  mostra que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) aumentou sua vantagem dentro da margem de erro contra Fernando Haddad (PT). Segundo o levantamento, o ex-capitão conta com 60% dos votos válidos, contra 40% do adversário. A margem de erro continua sendo de dois pontos percentuais. No último estudo, publicado em 14 de outubro, Bolsonaro aparecia com 59% das intenções de voto, contra 41% do petista. No cenário espontâneo, quando o nome dos candidatos não é dito ao entrevistado, o ex-militar caiu um ponto percentual, ficando com 48%, enquanto Haddad cresceu um ponto, chegando a 31%. Os votos brancos e nulos atingem 6%, enquanto 5% responderam “nenhum” e 11% não souberam opinar. Na intenção de voto estimulada, porém, o candidato do PSL cresceu um ponto percentual, de 51 para 52%. Haddad permaneceu com 35%. Votos brancos e nulos somaram 4%, não souberam 4% e 5% responderam que não escolheriam nenhum dos dois. A pesquisa também abordou a decisão definitiva de votos de cada eleitor. Neste momento, 94% dos que votariam em Bolsonaro afirmaram que estão convictos da decisão. Nos eleitores do petista, o índice é de 90%. A rejeição dos candidatos ficou em 52% para Fernando Haddad e 38% para Bolsonaro. Foram entrevistados 2 mil eleitores, entre 20 e 21 de outubro.

Há propostas para reduzir o desemprego? Ao menos 13 milhões de pessoas querem saber (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Em 2017, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, que é a soma de toda a riqueza produzida no País, foi de 1%. O avanço parece pequeno, mas foi muito comemorado depois de dois anos seguidos de queda. Talvez isso tenha contaminado os especialistas, que começaram 2018 otimistas, apostando que este importante marcador da economia chegaria a 2,7%. Essa percepção foi se atenuando ao longo dos meses e, atualmente, a previsão é de que, ao fechar dezembro, alcance 1,5%, o que não seria desprezível. Até lá, isso é um problema para a equipe econômica de Michel Temer. Mas, e para 2019, com qual margem de crescimento trabalham o estafe dos dois presidenciáveis? O leitor já perguntou isso para o seu candidato? Em meio a campanhas empobrecidas, até aqui os postulantes à Presidência da República não têm dado muita importância à difícil tarefa de oferecer soluções factíveis para os problemas reais da Nação. Certamente um tópico que interessa diretamente a pelo menos 13 milhões de brasileiros é saber qual a meta de criação de emprego para o ano que vem ou para os próximos quatro? Henrique Meirelles, por exemplo, saiu da disputa, mas tornou célebre a promessa de abrir 10 milhões de postos de trabalho durante seu mandato, se fosse eleito. Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, por enquanto, não externaram um número, mas devem saber que esta é uma questão central. Se o tema preocupa a eles, então deveriam responder qual é a receita deles para combater o desemprego. Para isso, não é segredo, vão precisar movimentar a economia novamente. Mas não em marcha lenta, que é o estado em que se encontra atualmente. O País precisa de um motor de crescimento poderoso, e alguém precisará vir a público e explicar se este será o próprio governo, por intermédio de investimento público, principalmente em infraestrutura; o setor privado, apostando no agronegócio ou na indústria nacional; ou simplesmente as famílias, que com uma injeção de otimismo se sentiriam mais confiantes em consumir e, assim, dariam início a um círculo virtuoso, de mais compra, mais fabricação, mais necessidade de mão de obra. E se o assunto é trabalho formal, porque não falar em salário mínimo. A previsão inicial para 2019 é de aumento dos atuais R$ 954 para R$ 1.006. Será confirmada? Tantas perguntas mais importantes para discutir e por enquanto ficamos na sessão de perfumaria.

Candidato do PSL mantém grande vantagem sobre adversário (Fotos: Fábio Rodrigues Pozzebom/ABR e Ricardo Stucket/Fotos Públicas)

Nacional

A segunda pesquisa Datafolha do segundo turno da eleição presidencial mostra que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) se manteve à frente de Fernando Haddad (PT). O capitão reformado do Exército passou de 58% para 59% das intenções de voto válidas em relação ao levantamento da semana passada, enquanto o petista foi de 42% para 41%. Considerando os votos totais, Bolsonaro tem 50%, contra 35% de Haddad. Brancos e nulos somaram 10% e indecisos, 5%. A pesquisa Datafolha foi realizada a pedido da TV Globo e do jornal Folha de São Paulo. Ela tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 9.137 eleitores em 341 municípios entre ontem e hoje. O levantamento foi registrado no TSE com o código BR-07528/2018. Rejeição A rejeição ao candidato Fernando Haddad (PT) superou a de Jair Bolsonaro (PSL) no último levantamento realizado pelo Datafolha para o segundo turno das eleições deste ano. Segundo a pesquisa, 54% dos entrevistados não votaria de jeito nenhum no petista, contra 41% para o capitão do Exército.Considerando os votos por região, Bolsonaro continua vencendo em todas, exceção feita ao Nordeste, onde Haddad tem 53% das intenções de voto, contra 31% do capitão reformado do Exército. No Sudeste, região mais populosa do País, o presidenciável do PSL bate o petista por 55% a 29%. No sul, a diferença chega a 61% contra 27%.A pesquisa Datafolha foi realizada a pedido da TV Globo e do jornal Folha de São Paulo. Ela tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram entrevistados 9.137 eleitores em 341 municípios entre ontem e hoje. O levantamento foi registrado no TSE com o código BR-07528/2018. 
or
or

Articulistas

Colunistas

Apesar de constar no ordenamento jurídico pátrio, o Princípio da Isonomia quase não é observado e aplicado (Foto: Nelson Jr./SCO/STF )

Opinião

Crescimento do número de suicídios revela que sociedade brasileira está doente. Campanha Setembro Amarelo alertou para os riscos (Foto: Leonardo Sá/Agência Senado)

Opinião

Nem o diabo, que é o pai da mentira (Jo 8:44), deve acreditar que existam socialistas cristãos (Foto: Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião

Há propostas para reduzir o desemprego? Ao menos 13 milhões de pessoas querem saber (Fotos: Tânia Rêgo/ABR e Ricardo Stuckert/Fotos Públicas)

Opinião