Apesar de ficar contrariada no início, cantora aprovou resultado do tratamento no final (Foto: Reprodução/Facebook)

Fora dos Trilhos
Iggy Azalea contou, em entrevista à Billboard, que teve de lidar com problemas psicológicos no ano passado, antes de gravar seu novo álbum, Surviving the Summer, e seus amigos fizeram uma intervenção para ela procurar tratamento adequado. O álbum está em fase de produção e será lançado ainda neste ano. 

Ela foi convidada para ir até o Arizona, nos Estados Unidos, pensando que iria gravar o CD com a gravadora Philymack, que é liderada por artistas como Demi Lovato e Nick Jonas.

"Eu pensei que eu estava indo para lá para falar sobre uma outra coisa. Eles ficaram tipo, 'nós precisamos sair desse lugar'", disse Iggy. 

Ela disse que o convite na verdade era uma intervenção, para que ela lidasse com seus problemas de raiva e saúde mental.

"Eles disseram: 'Nós achamos que você é muito talentosa e pode ir para o estúdio e fazer hits o dia todo, mas nós não sabemos se, caso alguma pessoa fale algo de você, você falaria alguma coisa e teria uma reação que poderia arruinar um acordo com alguma marca. Nós precisamos que você vá e fala com essas pessoas e tenha certeza de que você está mentalmente preparada para sair com músicas novas'. Eu não queria ir, eu não gostei da ideia de ser mandada para algum lugar. Eu fiquei p**a", relembra Iggy.

Os amigos dela realmente insistiram para que ela fosse para uma clínica, e ainda ofereceram que parte do programa de tratamento fosse realizada em Los Angeles, cidade onde Iggy mora. Após muita insistiência, ela percebeu que o pedido de sua equipe poderia fazer bem para ela. A cantora inclusive se espelhou em Demi Lovato, sua amiga de longa data, e pensou em como os tratamentos haviam lhe feito bem.

A artista então concordou em fazer o tratamento, e passou duas semanas no Arizona passando por diversos médicos. Iggy conta que passar por isso ajudou-a a manter mais controle sobre suas reações e sobre seu humor e ela garante que não vai mais comprar brigas nas redes sociais, como ela já havia feito antes.

"Eu realmente nunca me sentei e tive uma conversa honesta com pessoas profissionais. Foi bom falar algo para alguém que poderia me dar ferramentas e informação sobre como eu poderia administrar melhor a minha vida quando eu estou sentindo essas coisas. Então foi muito útil, eu fiquei feliz por ter ido", concluiu.
BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

VEJA NOSSA EDIÇÃO DO DIA

Time comandado por Telê Santana é reverenciado por técnicos como Guardiola e Tite (Foto: Acervo/CBF)

Copa 2018

Há anos, Fut-Encontro promove gratuitamente interação entre público, jornalistas, atletas e ex-jogadores (Foto: Divulgação)

Copa 2018

Confronto traumático para brasileiros poderia ter ocorrido antes da final (Foto: Reprodução/Fifa.com)

Copa 2018

Até hoje os brasileiros se perguntam por que Zagallo escalou Ronaldo (Ronaldinho à época) na final (Foto: Célio Jr./AE)

Copa 2018
Ainda não possui um cadastro? Registre-se

ou

Articulistas

Colunistas

Governo tem discurso otimista, mas a realidade é dura para os brasileiros (Foto: Camila Domingues/ Palácio Piratini)

Opinião

Internautas precisam filtrar informações que recebem nas redes sociais (Foto: Marcos Santos/USP Imagens/Fotos Públicas)

Opinião

Freud, quando criança, ao lado de seu pai (Foto: Divulgação/freud-museum.at)

Opinião

Alteração no Núcleo Cabuçu coloca em risco o Parque da Cantareira (Foto: Reprodução/Google Maps)

Opinião