16
Sex, Nov

Licitação deve ser totalmente atendida até maio deste ano (Foto:Lucas Dantas)

Cidade

A  CPTM entregou 34 dos 65 trens adquiridos por 1,8 bilhão de reais na licitação internacional, que terminou em 2016. As empresas do Consórcio Iesa – Hynday Roten (30 trens a R$ 788 milhões) e a espanhola CAF (35 trens por R$ 1 bilhão) já foram multadas diversas vezes pela demora na entrega dos equipamentos. 

Durante inauguração das obras da nova estação Francisco Morato, o governador Geraldo Alckmin (PSDB), ressaltou que o processo de renovação de toda a frota da Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato) deve ser concluída até maio. O trajeto tem 19 novos trens em circulação e transporta 415 mil passageiros por dia útil.


“Temos nesta linha alguns trens ainda da década de 1950, com mais de 60 anos. Os novos trens têm vagões contínuos, que são mais seguros, maior motorização, câmeras de segurança e ar-condicionado. São mais confortáveis, seguros e silenciosos”, disse Alckmin.

 A Linha 11-Coral Expresso Leste (Luz-Guaianazes) também foi beneficiada com outros 15 veículos da nova frota. Pelo menos 500 mil pessoas por dia utilizam este percurso. Os demais trens ainda precisam ser entregues e passar pelos testes necessários. 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS

Esportivo – Motor desenvolve 400 CV, tem aceleração de 0 a 100 km/h e é feita em apenas 3,7 segundos. Foto: Divulgação

Autos e Afins

Chega ao País o novo Audi TT RS Coupé, versão mais apimentada do TT Coupé. Equipado com motor 2.5 de cinco cilindros capaz de desenvolver 400 CV, o esportivo tem desempenho poderoso, dirigibilidade incrível e oferece boa estabilidade e segurança. Seu preço sugerido é de R$ 424.990.

Graças à utilização de ligas de metais leves, diminuição dos atritos internos e aprimorado desdobramento de potência, o novo motor 2.5 TFSI entrega um desempenho 17% maior, apesar de não haver mudança no deslocamento volumétrico de 2.480 cm³. O cárter e bloco do motor foram concebidos em ligas de alumínio, o que reduz seu peso em 18 kg. O propulsor 2.5l é compacto, medindo menos de 50 cm de comprimento, além de ser, no total, 26 kg mais leve que o anterior. Com 400 cv, ele oferece um nível de potência nunca antes atingido. 

O torque máximo de 480 Nm é oferecido entre 1.700 e 5.850 rpm, o que garante uma força surpreendente, acompanhada de um som inconfundível. Devido à sequência de ignição 1-2-4-5-3, alternando entre os cilindros externos e, por fim, no central, impõe um ritmo de funcionamento característico e especial.

O TT RS Coupé acelera de 0 a 100 km/h em 3,7 segundos, o que corresponde aos níveis alcançados pelos superesportivos. A velocidade máxima é de 250 km/h, limitada eletronicamente. Apesar do aumento no desempenho, o modelo reduz o consumo de combustível.

 

Potência e diversão

A potência do motor 2.5 TFSI alcança o asfalto por meio do sistema de tração integral quattro acoplado à transmissão S tronic de sete velocidades, com trocas de marchas feitas em frações de segundo. A embreagem multidisco eletro-hidráulica, do sistema de tração, distribui a força de forma variável entre os dois eixos e conforme a necessidade. Isso assegura uma alta aderência ao piso aumentando ainda mais a diversão ao volante. A vetorização de torque contribui para uma condução ainda mais ágil, eficiente e segura.

Audi TT Motor

 

Ampla lista de equipamentos

A lista de equipamentos inclui Audi virtual cockpit, bancos esportivos de couro napa fina, acabamento interno em fibra de carbono, volante multifuncional esportivo com base aplanada revestido em couro, capas dos retrovisores na cor preto brilhante, escapamento esportivo RS, faróis Full LED, lanternas traseiras em Oled, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, além de câmera de ré, Audi drive select, sistema Keyless-Go, suspensão esportiva RS, Audi smartphone interface, sistema de som Bang & Olufsen e rádio MMI com sistema de navegação.

Audi TT Painel

Jonny Evans é um dos atletas envolvidos no furto (Foto: Reprodução/Facebook)

Futebol

Quatro atletas do West Bromwich, lanterna da Premier League, furtaram um táxi em Barcelona após comer no McDonald's, na última quarta-feira (14) segundo informações do site português Record. 

De acordo com a publicação, os jogadores pediram um táxi no hotel para ir até a lanchonete. Quando retornaram ao veículo, encontraram-no vazio e  com a chave na ignição, pois o motorista também havia saído para comer. Então, tiveram a ideia de dirigir o carro até o hotel.

O próprio clube identificou os quatro jogadores responsáveis pelo furto: Jonny Evans, Gareth Barry, Jake Livermore e Boaz Myhill.Eles utilizaram o site oficial do West Bromwich para pedir desculpas ao restante do elenco, à torcida, ao técnico e aos dirigentes pela atitude. 

A equipe é a última colocada do Campeonato Inglês, com 20 pontos, e volta a campo pela competição no dia 24 de fevereiro, quando recebe o Huddersfield. A delegação foi a Barcelona para uma semana de treinamentos.  

CR7 marcou dois sobre o time de Neymar - PAUL WHITE / ASSOCIATED PRESS / AE

Futebol

Após grande expectativa pelo, até então, o confronto do ano, o Real Madrid fez a lição de casa e venceu o PSG  por 3 a 1, no Santiago Bernabéu, em jogo válido pela ida das oitavas de final da Champions League. O grande destaque da partida foi Cristiano Ronaldo, autor de dois gols. O brasileiro Marcelo também balançou as redes pel time espanhol. Rabiot descontou para os visitantes. 

O jogo começou quente. Zidane não quis esperar e, logo de início, impôs marcação alta sobre a zaga do PSG. que quase resultou em gol. Mas foi a equipe francesa que inaugurou o placar. Aos 32 minutos, Mbappé cruzou e a bola sobrou para Rabiot marcar, esfriando a barriga dos mais de 80 mil madrilhenhos presentes no Santiago Bernabéu.

                                                                                                                                                                                                                               

Marcelo Real Madrid x Paris Saint Germain 140218 FRANCISCO SECO ASSOCIATED PRESS AE

 FRANCISCO SECO / ASSOCIATED PRESS / AE

O banho de água fria veio 12 minutos depois, quando Lo Celso puxou  Kroos dentro da área e o árbitro Gianluca Rocchi assinou penalidade máxima. Atual melhor do mundo, Cristiano Ronaldo não desperdiçou, alcançando seu 100º gol pelo Real Madrid em Liga dos Campeões da UEFA. O gol 101 do craque veio aos 38 do segundo temp. Após cruzamento de Lucas Vásquez, o goleiro Areola rebateu no joelho do atacante português. Marcelo ainda marcou o terceiro, aos 41.

Neymar parou em Nacho

O camisa 10 do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira é o principal trunfo do técnico Unai Emery. Porém, o atacante parou na marcação de Nacho, zagueiro improvisado por Zidane na lateral direita. Neymar sofreu para "fugir" do espanhol. O brasileiro chegu a ficar irritado, fez falta dura e foi punido com cartão amarelo.  Também criou chances, mas pecou ao não finalizar na melhor hora.

Ainda tem volta

O Real Madrid visita o Paris Saint-German dia 6 de março, às 16h45 (horário de Brasília), no Stade Parc des Princes, em Paris, podendo perder por um gol de diferença ou até dois, desde que marque pelo menos dois. Caso a partida termine 3 a 1 para o PSG, o classificado será definido na prorrogação. Se nenhum time fizer gols, a vaga será decidida nos pênaltis. 

Atriz se livra de timidez para cena de novo filme (Foto: Reprodução/ Facebook)

Fora dos Trilhos

Conversando com a imprensa no tapete vermelho da estreia do filme "Operação Red Sparrow", a atriz Jennifer Lawrence, protagonista da produção, disse ter superado o medo de pegar papéis mais arriscados que envolvem nudez ou assuntos mais delicados.

"Eu não tenho mais o medo ou a insegurança que me afetavam ao escolher papéis que envolviam nudez", disse a atriz para o site "Entertainment Tonight". "O meu método de escolha de papéis não mudou, ainda escolho personagens, diretores e roteiros com os quais eu me identifico, mas a nudez já não é mais um fator nisso", continuou.

Em um painel sobre o filme, realizado na semana passada, a atriz comentou a sua primeira cena de nudez explícita que acontece no filme, e disse que os outros membros do elenco e o diretor Francis Lawrence a deixaram tranquila. "Todo mundo me deixou tão confortável que, em certo ponto, eu estava deixando as pessoas desconfortáveis", falou a atriz. "Eu ficava andando pelada pelo set e todo mundo me olhava e dizia que eu deveria me vestir", brincou.

Francis Lawrence, que dirigiu Jennifer Lawrence em três filmes da saga "Jogos Vorazes", afirmou que o fato de eles já se conhecerem pode ter ajudado nessa superação do medo de nudez em filmes. "Eu confio nela e tenho quase certeza que ela confia em mim. Acho que seria difícil ela topar fazer um filme como esse com outra pessoa que ela não conhecesse. Foi tranquilo discutir pontos do roteiro do filme porque nós nos conhecemos bem e isso foi positivo para a produção", falou. Operação Red Sparrow estreia no Brasil no dia 1º de março.

Greve começou e acabou na manhã desta segunda-feira (Foto: Reprodução/ Twitter)

Cidade

Cerca de 100 mil pessoas que utilizam o Corredor ABD, no horário de pico da manhã, e mais 90 mil passageiros de linhas intermunicipais que operam em Guarulhos tiveram seu percurso de ida ao trabalho prejudicado nas primeiras horas desta segunda-feira (19). As informações são da EMTU, empresa reponsável pela administração dos ônibus.  

Isto porque houve uma paralisação comandada por sindicatos de motoristas de ônibus locais. Segundo a EMTU, a ação não tem nenhuma relação com questões salariais.

De acordo com os grevistas, a iniciativa foi um protesto contra a Reforma da Previdência, que saiu da pauta da Câmara dos Deputados por causa da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro.

 Em Guarulhos, os ônibus de 85 linhas não puderam sair das garagens e a situação só começou a se normalizar a partir das 6h30. No Corredor ABD, o bloqueio do Terminal Santo André, por parte dos sindicalistas, paralisou os trólebus na entrada do terminal até às 9h15 e ainda provoca atrasos na operação de todo o Corredor. Só os ônibus a diesel puderam operar. No total, oito linhas foram afetadas com o bloqueio.

No ABC, os veículos trafegaram por caminhos alternativos, próximo ao Terminal, na tentativa de transportar os usuários ao longo do Corredor ABD. Em nota, a EMTU considerou a atitude "lamentável".

Bancos

Os bancários também aderiram à paralisação. Segundo o sindicato, 885 dos bancários votaram pela participação na greve em assembleias realizadas nos dias 8, 9, 14 e 15 deste mês nas agências e centros administrativos dos bancos nas sete regionais do sindicato em São Paulo e Osasco.

No dia 16 de dezembro acontece, pela primeira vez no Brasil, o Monster Jam, maior e mais famoso evento de big foots do mundo. A competição, que acontece em São Paulo, na Arena Corinthians, apresenta os caminhões mais reconhecidos do mundo, dirigidos por pilotos experientes, que sempre buscam impressionar o público. Durante o show, os espectadores vão ver de perto os carros voarem pelas pistas customizadas, cheias de obstáculos, e diversas manobras como “Backflip”, quando o caminhão faz um giro de 360° no ar, partindo de um obstáculo vertical; “Donut”, movimentos de giros em círculos; “Wheelie” em que o piloto dirige o caminhão apenas com as rodas traseiras no chão, mantendo as dianteiras suspensas no ar; entre outras.

 

Voltado para toda a família, o Monster Jam traz ao Brasil os mais famosos caminhões da categoria, como Grave Digger, Max-D, El Toro Loco, Monster Mutt Dalmatian, Alien Invasion, Zombie e New Earth Authority (NEA). Além de curtir o evento, o público poderá votar em cada performance realizada pelos veículos no portal Judges Zone. No dia do show os participantes receberão um código e, ao incluí-lo no site, terão acesso à plataforma de votação.

 

“O Monster Jam é um evento reconhecido mundialmente e que atrai diversos públicos, desde as crianças até os amantes de esportes radicais. Por isso, é muito importante podermos realizar esse show aqui no Brasil, onde temos alguns dos fãs de motorsports mais apaixonados do mundo”, diz Bruno Klotz, diretor Executivo do Instituto Zambini, intermediador da atração.

 

Pit Party – No mesmo dia acontece a Pit Party (festa nos boxes), uma oportunidade exclusiva para os fãs se aproximarem pessoalmente dos veículos Monster Jam, tirar fotografias com as máquinas e pilotos, pegar autógrafos, além de apreciarem as comidas típicas. Essa festa acontece previamente ao evento principal, das 12h às 17h, e os ingressos devem ser adquiridos separadamente.

 

O evento – Realizado há mais de 25 anos, o Monster Jam é um tradicional evento americano que percorre grandes arenas em todo o mundo. A atração entretém mais de 4 milhões de fãs por ano em 125 locais diferentes, em mais de 350 apresentações. Só em 2017 mais de 90 arenas e 36 estádios ao redor do mundo já receberam o evento. Seis novos países tiveram a oportunidade de ver de perto os caminhões monstros, como Arábia Saudita, Argentina, França, China, Singapura e, agora, Brasil. O Monster Jam é realizado pela Feld Entertainment, líder mundial em produzir e apresentar eventos de experiência em entretenimento familiar. Os ingressos podem ser adquiridos no site do Monster Jam (www.monsterjamoficial.com.br) e variam de R$ 65 a R$ 350.

 

Novidade – Monster Jam vai acontecer, em dezembro na Arena Corinthians(Foto: Divulgação)

 

Monster Jam

 

Data: 16 de dezembro. Horário: 19h (abertura dos portões às 17h). Local: Arena Corinthians – Av. Miguel Ignácio Curi, 111, Itaquera.

 

Mais informações: https://monsterjamoficial.com.br

VEJA NOSSA EDIÇÃO VIRTUAL

"Será que devemos destinar aos mais pobres profissionais, entre aspas, sem qualquer garantia de que eles sejam realmente razoáveis, no mínimo?", questionou Bolsonaro (Foto: Valter Campanato/Ag. Brasil)

Nacional

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), encerrou intempestivamente uma entrevista coletiva no 1º Distrito Naval, no Rio. O militar da reserva estava sendo perguntado sobre a continuidade dos atendimentos de saúde no Programa Mais Médicos, já que cerca de 8,3 mil profissionais podem deixar o País com decisão de Cuba de interromper a parceria. Bolsonaro respondeu apenas uma pergunta após ser questionado sobre o Mais Médicos - não comentou, por exemplo, a indicação do economista Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central (BC). O presidente eleito voltou a criticar os termos do acordo com Cuba no Mais Médicos, que prevê o repasse direto ao governo caribenho de 70% dos salários dos profissionais de saúde. Repetiu que a situação dos profissionais de saúde cubanos é "praticamente de escravidão" e questionou a qualidade dos serviços prestados. "Nunca vi uma autoridade no Brasil dizer que foi atendido por um médico cubano. Será que devemos destinar aos mais pobres profissionais, entre aspas, sem qualquer garantia de que eles sejam realmente razoáveis, no mínimo? Isso é injusto, é desumano", disse Bolsonaro. O presidente eleito defendeu o exame presencial de validação do diploma dos médicos incluídos no programa. "O que temos ouvido, em muitos relatos, são verdadeiras barbaridades. Não queremos isso para ninguém no Brasil, muito menos para os mais pobres. Queremos o salário integral (dos médicos cubanos) e o direito (deles) de trazer a família para cá. Isso é pedir muito? Isso está em nossas leis, que estão sendo desrespeitadas", resumiu Bolsonaro antes de encerrar a entrevista, que durou menos de cinco minutos. O futuro presidente do Brasil também prometeu asilo político para todos os médicos cubanos que pedirem. "Há quatro anos e pouco, quando foi discutida a Medida Provisória (que criou o Mais Médicos), o governo da senhora Dilma (Rousseff) disse, em alto e bom som, que qualquer cubano que, por ventura, pedisse asilo, seria deportado. Se eu for presidente, o cubano que pedir asilo aqui, (que) se justifica pela ditadura da ilha, terá o asilo concedido da minha parte", afirmou.

Presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou a decisão pelo Twitter (Foto: Divulgação)

Mundo

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou há pouco a indicação do embaixador Ernesto Fraga Araújo para o cargo de ministro das Relações Exteriores de seu governo. Diplomata há 29 anos, Araújo é diretor do Departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos do Itamaraty. Bolsonaro anunciou a indicação por meio de sua conta no Twitter. “A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje”, escreveu o presidente eleito, classificando o diplomata como um “um brilhante intelectual.” Com o novo anúncio, sobe para oito os nomes confirmados para a equipe ministerial do governo eleito. Alguns escolhidos atuam diretamente no governo de transição. Nas declarações públicas, Bolsonaro avisou que pretende reduzir de 29 para de 15 a 17 o número de ministérios, extinguindo pastas e fundindo outras. A política externa brasileira deve ser parte do momento de regeneração que o Brasil vive hoje. Informo a todos a indicação do Embaixador Ernesto Araújo, diplomata há 29 anos e um brilhante intelectual, ao cargo de Ministro das Relações Exteriores. — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018

"Atualmente, Cuba fica com a maior parte do salário dos médicos cubanos e restringe a liberdade desses profissionais e de seus familiares", disse o presidente eleito (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Saúde

O governo cubano informou nesta quarta-feira, 14, que está se retirando do programa social Mais Médicos do Brasil após declarações "ameaçadores e depreciativas" do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), que anunciou mudanças "inaceitáveis" no projeto do governo. O convênio com o governo cubano é feito entre Brasil e a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). "Diante desta realidade lamentável, o Ministério da Saúde Pública (Minasp) de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do programa Mais Médicos e assim comunicou a diretora da Organização Panamericana da Saúde (OPS) e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam esta iniciativa", anunciou a entidade em um comunicado. Cuba tomou a decisão de solicitar o retorno dos mais de 11 mil médicos cubanos que trabalham hoje no Brasil depois que Bolsonaro questionou a preparação dos especialistas e condicionou a permanência no programa "à revalidação do diploma", além de ter imposto "como via única a contratação individual". O programa Mais Médicos tem 18.240 vagas em 4.058 municípios, cobrindo 73% das cidades brasileiras. Quando são abertos chamamentos de médicos para o programa, a seleção segue uma ordem de preferência: médicos com registro no Brasil (formados em território nacional ou no exterior, com revalidação do diploma no País); médicos brasileiros formados no exterior; e médicos estrangeiros formados fora do Brasil. Após as primeiras chamadas, caso sobrem vagas, os médicos cubanos são convocados. "Não é aceitável que se questione a dignidade, o profissionalismo e o altruísmo dos colaboradores cubanos que, com o apoio de suas famílias, presta serviços atualmente em 67 países", declarou o governo. "As mudanças anunciadas impõem condições inaceitáveis e violam as garantias acordadas desde o início do programa, que foram ratificados em 2016 com a renegociação da cooperação entre a Organização Pan-Americana da Saúde e o Ministério da Saúde do Brasil e de Cooperação entre a Organização Pan-Americana da Saúde e o Ministério da Saúde Pública de Cuba. Essas condições inadmissíveis impossibilitam a manutenção da presença de profissionais cubanos no Programa", informou em nota o Ministério da Saúde. De acordo com o governo cubano, em cinco anos de trabalho no programa brasileiro, cerca de 20 mil médicos atenderam a 113.539 milhões de pacientes em mais de 3,6 mil municípios. "Mais de 700 municípios tiveram um médico pela primeira vez na história", disse o governo. Segundo o governo de Cuba, mais de 20 mil médicos cubanos passaram pelo Brasil e chegaram a compor 80% do contingente do Mais Médicos, criado no governo Dilma Rousseff. Cuba anunciou que manteria o programa depois do impeachment da ex-presidente petista, apesar de considerar o afastamento um "golpe de Estado". Bolsonaro critica Cuba O presidente eleito Jair Bolsonaro usou as redes sociais para criticar a decisão do governo cubano.  Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou. — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018 Além de explorar seus cidadãos ao não pagar integralmente os salários dos profissionais, a ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade ao desconsiderar os impactos negativos na vida e na saúde dos brasileiros e na integridade dos cubanos. — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018 Atualmente, Cuba fica com a maior parte do salário dos médicos cubanos e restringe a liberdade desses profissionais e de seus familiares. Eles estão se retirando do Mais Médicos por não aceitarem rever esta situação absurda que viola direitos humanos. Lamentável! — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) 14 de novembro de 2018

e temos na Bolívia um presidente índio, por que aqui o índio tem que ficar confinado numa reserva?", questionou Bolsonaro (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

Nacional

O presidente eleito da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quarta-feira, 14, que quer preservar o meio ambiente, mas "não dessa forma que está aí". Ele culpou políticas ambientais e indigenistas pelo atraso de algumas regiões do País e disse que "o índio quer ser o que nós somos". Bolsonaro citou como exemplo a situação de Roraima, que disse ter potencial para ser "o Estado mais rico do Brasil". "Se não tivesse problemas ambientais e indigenistas, tinha tudo para ser Estado mais rico do Brasil. Esse é um problema que temos que resolver. O índio quer ser o que nós somos, o índio quer o que nós queremos. Se temos na Bolívia um presidente índio, por que aqui o índio tem que ficar confinado numa reserva?", declarou Bolsonaro . Durante reunião com governadores, em Brasília, Bolsonaro contou que está na iminência de anunciar o nome do seu ministro do Meio Ambiente e afirmou que "não será o que dizem". Lembrou, ainda, que desistiu de fundir a pasta com a Agricultura por orientações do setor produtivo.
or
or

Articulistas

Colunistas

Sucesso do agronegócio é fundamental para a economia brasileira e a geração de empregos (Foto: Antonio Costa/Fotos Públicas)

Opinião

Doria é um dos governadores eleitos que já declararam apoio a Bolsonaro (Foto: Reprodução/Twitter)

Opinião

Tentaram boicotar até um programa que visa a ajudar crianças com deficiência física, o Teleton, apenas por que Sílvio Santos agradeceu e enalteceu o presidente eleito (Foto: Reprodução/SBT)

Opinião

O uso de bicicletas reduz problemas na Mobilidade e na Saúde, como a diminuição da poluição (Foto: Rovena Rosa/Ag Brasil/Fotos Públicas)

Opinião